Sistemas operacionais

Por Thássius Veloso — WWDC 2019 em San José (EUA)


A Apple abraçou de vez o potencial do iPad como substituto do computador. Não por acaso, anunciou que o iOS 13 ganha uma derivação específica para o tablet, chamada de iPadOS. O sistema já nasce na versão 13 e traz uma série de recursos que chamam a atenção por otimizar o fluxo de trabalho. Em outras palavras, o iPad fica mais completo para quem o utiliza como ferramenta de produtividade digital.

O anúncio foi feito na WWDC 2019, conferência dedicada a programadores que teve início na segunda-feira (03). O lançamento do iPadOS para o grande público está previsto para setembro, quando a gigante americana também costuma liberar a nova versão do iOS e renovar os iPhones.

iOS13 no iPhone: saiba tudo sobre o novo sistema da Apple

iOS13 no iPhone: saiba tudo sobre o novo sistema da Apple

Armazenamento externo

Os participantes do evento foram ao delírio com a revelação de que os iPads poderão, no futuro, se conectar a dispositivos externos de armazenamento. Não será mais preciso se contentar apenas com o espaço no próprio tablet para salvar arquivos, já que o sistema iPadOS tem suporte a HDs externos, cartões de memória SD e pendrives.

Vale lembrar que a geração mais recente do iPad Pro (2018) substituiu a tradicional porta Lighting por USB-C. Com isso, dispositivos que também utilizem o formato irão funcionar sem necessidade de adaptadores.

Gestão de documentos no aplicativo nativo Arquivos do iPadOS — Foto: Divulgação/Apple Gestão de documentos no aplicativo nativo Arquivos do iPadOS — Foto: Divulgação/Apple

Gestão de documentos no aplicativo nativo Arquivos do iPadOS — Foto: Divulgação/Apple

A Apple disse que o aplicativo nativo Arquivos irá funcionar com redes domésticas e corporativas – inclusive possibilitando que o iPad se conecte a computadores com Windows.

Interface

A tela inicial foi repensada. Continua mostrando os aplicativos do usuário, só que em quantidade maior e com ícones menores. Também ganha uma coluna dedicada aos widgets – são caixas com informações de momento e botões de acesso aos recursos mais populares.

Por trás da medida está a ideia de oferecer uma maior conveniência e agilidade para os adeptos do tablet da Apple, normalmente apontados como heavy users (usuários intensos, por assim dizer).

Widgets e resumo do dia na nova tela inicial do iPad — Foto: Divulgação/Apple Widgets e resumo do dia na nova tela inicial do iPad — Foto: Divulgação/Apple

Widgets e resumo do dia na nova tela inicial do iPad — Foto: Divulgação/Apple

Donos de iPhone encontram recurso similar ao abrir a tela inicial e arrastar o dedo da esquerda para a direta. Irão aparecer os widgets disponíveis.

A interface do teclado virtual passa por mudanças. Os donos do aparelho poderão reduzi-lo ao tamanho normalmente visto no iPhone. Também terão a tecnologia de swype, em que basta arrastar o dedo entre as letras para que o sistema complete com a palavra correta. Adeptos de Android criticaram a Apple por adotar a ferramenta só agora, visto que ela existe há anos no sistema rival.

iPadOS: teclado virtual em versão menor lembra iPhone — Foto: Divulgação/Apple iPadOS: teclado virtual em versão menor lembra iPhone — Foto: Divulgação/Apple

iPadOS: teclado virtual em versão menor lembra iPhone — Foto: Divulgação/Apple

Voltado para trabalho

Já a predileção pela multitarefa fica mais interessante com a possibilidade de abrir não apenas apps, mas conteúdos destes mesmos apps em janelas lado a lado. Na apresentação inaugural, por exemplo, foram exibidas duas anotações lado a lado. Ambas eram baseadas no aplicativo nativo Notas.

Função Slide Over permite intercalar entre apps em miniatura — Foto: Divulgação/Apple Função Slide Over permite intercalar entre apps em miniatura — Foto: Divulgação/Apple

Função Slide Over permite intercalar entre apps em miniatura — Foto: Divulgação/Apple

Um novo gesto possibilitará intercalar o app em miniatura – que fica num dos cantos da tela, como se fosse uma coluna adicional – com outros programas instalados no aparelho. Por fim, o Sidecar transforma o tablet numa extensão do Mac que o usuário tem em casa ou no trabalho, para exibir informações adicionais ou mesmo para interagir com algum conteúdo a partir do display touch.

Modo escuro

Não bastasse a tela inicial renovada, o iPadOS 13 replica o modo escuro do iOS 13. Aplicativos e telas do sistema ganham uma tonalidade próxima do preto, o que resulta em economia de energia e maior conforto para os olhos – principalmente durante a noite.

Modo escuro e widgets na tela inicial do iPadOS 13 — Foto: Divulgação/Apple Modo escuro e widgets na tela inicial do iPadOS 13 — Foto: Divulgação/Apple

Modo escuro e widgets na tela inicial do iPadOS 13 — Foto: Divulgação/Apple

O modo noturno se transformou numa recente tendência do mercado de tecnologia. Além de celulares e tablets, ele também apareceu em sistemas voltados para computadores. Usuários terão a possibilidade de ativá-lo manualmente ou configurar a mudança automática para quando anoitecer na localidade em que o iPad estiver.

Safari completo

Na busca por um produto mais completo, a Apple optou por liberar uma versão completa do navegador Safari para donos do tablet. A diferença em relação ao browser do iOS tem a ver com páginas mais sofisticadas, que normalmente não funcionariam no smartphone também devido à tela menor.

Safari para iPadOS otimiza sites para controle por toque — Foto: Divulgação/Apple Safari para iPadOS otimiza sites para controle por toque — Foto: Divulgação/Apple

Safari para iPadOS otimiza sites para controle por toque — Foto: Divulgação/Apple

O Safari para iPadOS permitirá acessar o Google Docs e realizar alterações em documentos como se estivesse num Mac. Hoje em dia isto não é possível. Foram citados o WordPress e o Squarespace entre serviços que no futuro irão funcionar melhor no tablet.

Uma central de download também marcará presença no navegador. Será possível consultar os arquivos baixados nos últimos tempos. A ferramenta interessa a quem recebe arquivos online.

O jornalista viajou a convite da Apple.

Mais do TechTudo