Wearables

Por Rodrigo Roddick, para o TechTudo

Mi Band 3 vs Mi Band 4: o que muda na pulseira fitness da Xiaomi Mi Band 3 vs Mi Band 4: o que muda na pulseira fitness da Xiaomi
Divulgação/Xiaomi

A nova Mi Band 4, pulseira inteligente da Xiaomi, chegou ao mercado chinês nesta terça-feira (11). A sucessora da Mi Band 3 chama a atenção por ser a primeira da linha a contar com tela colorida e ainda incrementa a cartela de recursos próprios, como a presença do acelerômetro e a possibilidade de controlar músicas diretamente pelo dispositivo. Outros destaques, como a bateria de 20 dias e resistência à água, permanecem inalterados. Saiba o que muda na nova geração do wearable.

Mi Band 4 ganha tela colorida e promete repetir a autonomia de 20 dias — Foto: Divulgação/Xiaomi Mi Band 4 ganha tela colorida e promete repetir a autonomia de 20 dias — Foto: Divulgação/Xiaomi

Mi Band 4 ganha tela colorida e promete repetir a autonomia de 20 dias — Foto: Divulgação/Xiaomi

Tela e design

A principal mudança na Mi Band 4 em relação a Mi Band 3 é justamente na tela. A nova pulseira possui o display colorido de 0,95 polegadas com resolução de 240 x 120 pixels, maior que o painel monocromático da antecessora que possuia 0,78 polegadas e resolução de 128 x 80 pixels.

A novo dispositivo também conta com várias opções de pulseiras emborrachadas e coloridas para personalizá-lo, exatamente como a Mi Band 3, mas se destaca pela edição especial dos Vingadores.

Mi Band 4 tem display colorido com 0,95 polegadas — Foto: Divulgação/Xiaomi Mi Band 4 tem display colorido com 0,95 polegadas — Foto: Divulgação/Xiaomi

Mi Band 4 tem display colorido com 0,95 polegadas — Foto: Divulgação/Xiaomi

Bateria

A Mi Band 4 mantém a mesma promessa da Mi Band 3 de entregar autonomia de 20 dias com apenas uma recarga, contanto que o dispositivo esteja em modo de repouso. A capacidade, porém, aumentou de 110 mAh para 135 mAh.

Mi Band 3: bateria dura 20 dias, segundo Xiaomi — Foto: Divulgação/Xiaomi Mi Band 3: bateria dura 20 dias, segundo Xiaomi — Foto: Divulgação/Xiaomi

Mi Band 3: bateria dura 20 dias, segundo Xiaomi — Foto: Divulgação/Xiaomi

Recursos adicionais

Além dos sensores que os batimentos cardíacos e passos, presentes na Mi Band 3, a nova Mi Band 4 possui acelerômetro. A pulseira ainda pode controlar as músicas, função que o modelo antecessor não possuía.

Mi Band 4 conta com acelerômetro que expande o monitoramento de esportes — Foto: Divulgação/Xiaomi Mi Band 4 conta com acelerômetro que expande o monitoramento de esportes — Foto: Divulgação/Xiaomi

Mi Band 4 conta com acelerômetro que expande o monitoramento de esportes — Foto: Divulgação/Xiaomi

Proteção contra água

A Mi Band 3 já tinha a capacidade de suportar até 5 ATM de profundidade, ou seja, 50 metros. Esta característica foi mantida na Mi Band 4, ampliando o monitoramento de atividades aquáticas.

Mi Band 3 está à venda no Brasil por R$ 199,99 — Foto: Divulgação/Xiaomi Mi Band 3 está à venda no Brasil por R$ 199,99 — Foto: Divulgação/Xiaomi

Mi Band 3 está à venda no Brasil por R$ 199,99 — Foto: Divulgação/Xiaomi

Preço

A Mi Band 4 custa na faixa de 169 a 229 yuans, o que aproximadamente vale R$ 95 e R$ 130 em conversão direta. A edição dos Vingadores está disponível no valor de 349 yuans, equivalente a R$ 195. A distribuidora DL informou ao TechTudo que “estuda a possibilidade” de comercializá-la em território nacional.

A Mi Band 3 está à venda por R$ 199,99 na loja física da Xiaomi em São Paulo.

Mais do TechTudo