Veículos

Por Victor Toledo, para o TechTudo


Patinetes elétricas da Grin estão sendo vendidas de forma ilegal na Internet. Com o aumento no número desses veículos nas cidades brasileiras, cresceram também a quantidade de anúncios dos dispositivos na web, como o Facebook Marketplace. Como a empresa não comercializa o veículo de forma oficial, as patinetes disponibilizadas na rede social são ilegais e consideradas roubadas.

Entramos em contato com a Grow, grupo responsável pelo serviço de patinetes compartilhadas da Grin e da Yellow, e empresa disse que, nesses casos, aciona os órgãos de segurança pública, que ajudam no resgate de equipamentos furtados. Já o Facebook, após o contato do TechTudo, afirmou que iria remover os anúncios da plataforma e que conta com a comunidade para reportar conteúdos que violem as regras da rede social.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Criminosos negociam produto com facilidade pelas redes sociais — Foto: Reprodução/Victor Toledo Criminosos negociam produto com facilidade pelas redes sociais — Foto: Reprodução/Victor Toledo

Criminosos negociam produto com facilidade pelas redes sociais — Foto: Reprodução/Victor Toledo

No entanto, até o fechamento desta matéria os produtos ainda estavam à venda. Com preços que variam entre R$ 400 e R$ 850, os dispositivos são encontrados com facilidade no Marketplace. Por meio da ferramenta de venda e de grupos criados no Facebook, o possível comprador pode ver o local onde o produto está, fotos do veículo e até conversar com o vendedor.

Após uma breve busca na rede social, foram encontrados veículos à venda em grupos com até 15 mil membros, em cidades como Rio de Janeiro e Suzano (SP). Além disso, em algumas situações, os criminosos colam adesivos e pintam o dispositivo para disfarçar e esconder o nome da marca. Durante a pesquisa, encontramos apenas patinetes da Grin à venda, mas vale lembrar que diversas empresas oferecem esse tipo de serviço em diferentes cidades do Brasil. Os veículos costumam ficar no meio da rua quando não estão em uso, o que pode acabar facilitando o furto.

Patinetes da Grin estão sendo vendidas ilegalmente — Foto: Reprodução/Victor Toledo Patinetes da Grin estão sendo vendidas ilegalmente — Foto: Reprodução/Victor Toledo

Patinetes da Grin estão sendo vendidas ilegalmente — Foto: Reprodução/Victor Toledo

Segundo nota enviada ao TechTudo, a comercialização de produtos roubados ou ilegais vai contra as regras da plataforma de vendas do Facebook. “Qualquer pessoa que queira comprar ou vender itens pelo Marketplace do Facebook precisa cumprir com os Termos de Serviço e com a Política Comercial da plataforma. Não permitimos conteúdos que violam nossas políticas ou leis locais, incluindo a venda ilegal de produtos."

A Grow não revela o número de patinetes que foram furtados nesse tempo de atuação no Brasil, nem em qual cidade isso é mais comum. O aluguel dos modelos da Grin custa a partir de R$ 3 e o serviço está disponível em São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis, Porto Alegre e Santos, além de algumas capitais pela América Latina. O usuário pode liberar os veículos por meio do aplicativo Rappi, empresa parceira, que está disponível para celulares Android e iPhone (iOS).

Conheça 5 caraterísticas dos patinetes elétricos

Conheça 5 caraterísticas dos patinetes elétricos

A companhia ainda afirma que monitora todos os equipamentos e consegue bloquear os dispositivos, além de fazer o resgate no local em que a patinete se encontra. Já o usuário que não fizer a devolução do veículo de forma correta está sujeito a aplicações de multa conforme termos de uso do aplicativo. Além disso, obviamente, quem compra ou vende produto furtado está sujeito a responder na justiça.

Por que não consigo baixar aplicativos? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo