Caixas de som

Por Paulo Alves, para o TechTudo


A Amazon guarda transcrições de comandos ditados para a assistente virtual Alexa mesmo se o usuário decidir apagar as gravações de voz manualmente. A confirmação veio a público na resposta da empresa dada na última terça-feira (2) a um senador dos Estados Unidos que havia questionado a privacidade dos dados armazenados pelo dispositivo Amazon Echo.

Em maio, o portal CNET havia revelado que o aparelho mantinha as informações sem anuência do consumidor, mas, na época, a gigante do e-commerce não se manifestou – pouco depois, ela alcançou o posto de marca mais valiosa do mundo.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Amazon Echo não apaga transcrições de voz nem se o usuário quiser — Foto: Divulgação/Amazon Amazon Echo não apaga transcrições de voz nem se o usuário quiser — Foto: Divulgação/Amazon

Amazon Echo não apaga transcrições de voz nem se o usuário quiser — Foto: Divulgação/Amazon

Segundo a Amazon, o Amazon Echo não apaga as transcrições do que o usuário fala em comandos de voz mesmo que ele tenha decidido remover todas as gravações nas configurações da conta na Internet. De acordo com a empresa, esses dados são usados para que o aparelho possa entender quando está sendo chamado pelo dono sem precisar fazer contato com os servidores. Além disso, as informações são úteis para programar alarmes, enviar mensagens para amigos e obter lembretes de aniversário.

Ainda não está claro, porém, se essas informações ficam armazenadas apenas no próprio aparelho. À primeira vista, a companhia diz que sim, mas, em dado momento, deixa aberta a possibilidade de que os dados possam ser mantidos em outros locais. “Temos um esforço contínuo para garantir que essas transcrições não permaneçam em nenhum dos sistemas de armazenamento da Alexa”, diz a Amazon no comunicado.

Dados com desenvolvedores

A Amazon não chega a mencionar se as transcrições de comandos de voz são entregues a empresas parcerias. Porém, a companhia confirmou que certos dados específicos são fornecidos a desenvolvedores que criam softwares compatíveis com a Alexa. O histórico de corridas da Uber, por exemplo, não some se o usuário decidir apagar suas informações na conta da Amazon atrelada à Alexa e ao Echo. O mesmo vale para demais serviços de assinaturas e de encomendas que têm integração com a assistente virtual.

A Alexa é uma assistente virtual que usa sistemas de processamento em nuvem, conectada a computadores distribuídos nos data centers da Amazon pelo mundo. Até o momento, a tecnologia não é compatível com a língua portuguesa e não está disponível oficialmente no Brasil – os testes em português, porém, já começaram.

O site americano Amazon é confiável? Veja dicas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo