Produtividade

Por Maria Dias, para o TechTudo


O inDriver é um aplicativo de transporte particular disponível para Android e iPhone (iOS) que se baseia em uma espécie de “leilão” para oferecer viagens aos seus usuários e motoristas. Essa característica, que diferencia o serviço de outras plataformas como Uber, 99 e Cabify, possibilita ao passageiro escolher quanto ele deseja pagar por uma corrida. Por outro lado, os condutores também podem escolher aceitar a oferta, recusá-la ou fazer uma contraproposta. No fim, fica a cargo do usuário decidir pelo motorista que lhe trará não apenas o melhor preço da corrida, mas também outras vantagens, como um menor tempo de espera e um carro mais confortável, por exemplo.

inDriver é o aplicativo de transporte que permite ao usuário escolher o preço de uma corrida — Foto: Reprodução/Helito Beggiora inDriver é o aplicativo de transporte que permite ao usuário escolher o preço de uma corrida — Foto: Reprodução/Helito Beggiora

inDriver é o aplicativo de transporte que permite ao usuário escolher o preço de uma corrida — Foto: Reprodução/Helito Beggiora

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O serviço, que foi criado na Sibéria em 2012 e só chegou ao Brasil no final do ano passado, tem como objetivo descentralizar a oferta de corridas de táxi, flexibilizando os valores tanto para o motorista quanto para o consumidor. O inDriver está disponível apenas para algumas cidades do país e a única forma de pagamento disponível atualmente é o dinheiro. A seguir, veja em detalhes o que é o serviço e como ele funciona, além de outras curiosidades sobre o aplicativo. O app pode ser baixado na página do TechTudo Downloads.

1. O que é e como funciona?

O inDriver é uma plataforma de transporte particular que se assemelha ao Uber e ao 99. Disponível em mais de 25 países e 200 cidades, o serviço disponibiliza a solicitação de motoristas para a realização de viagens entre trechos de curta, média e longa distância. Conhecido por ser mais econômico do que o atendimento de aplicativos tradicionais, o inDriver se diferencia de outros serviços da categoria por possibilitar ao usuário a definição do valor a ser pago pela corrida e escolha do motorista que irá transportá-lo.

inDriver permite que o usuário ofereça um valor a ser pago pelo corrida — Foto: Reprodução/Maria Dias inDriver permite que o usuário ofereça um valor a ser pago pelo corrida — Foto: Reprodução/Maria Dias

inDriver permite que o usuário ofereça um valor a ser pago pelo corrida — Foto: Reprodução/Maria Dias

Viagens com critérios específicos também podem ser feitas por meio do inDriver. Solicitação de veículos para transporte de mais de quatro passageiros ou locomoção de animais, por exemplo, são recursos disponíveis para o usuário do aplicativo. Outras funcionalidades, como o transporte de bagagens ou a possibilidade de adicionar paradas durante o trajeto, também podem ser encontradas na plataforma.

2. Como usar o inDriver?

Para utilizar o serviço do inDriver, o usuário deve fazer o download do aplicativo e se cadastrar a partir do número de telefone, além de informar alguns dados pessoais, como nome e CPF. Também é necessário conceder ao app acesso à localização do dispositivo.

Para solicitar uma viagem, o usuário deve informar a rota e inserir os endereços de origem e destino. A seguir, ele poderá oferecer uma tarifa aos motoristas pela corrida — como não existe valor mínimo, o aplicativo sugere a oferta de um preço razoável para que o pedido seja mais atraente aos profissionais. No campo “Observações”, o usuário pode dar informações ao motorista sobre a quantidade de passageiros que será transportada, por exemplo.

No inDriver, é o usuário quem define o valor da corrida, com a possibilidade de aumentar a tarifa e tornar a oferta mais atraente — Foto: Reprodução/Maria Dias No inDriver, é o usuário quem define o valor da corrida, com a possibilidade de aumentar a tarifa e tornar a oferta mais atraente — Foto: Reprodução/Maria Dias

No inDriver, é o usuário quem define o valor da corrida, com a possibilidade de aumentar a tarifa e tornar a oferta mais atraente — Foto: Reprodução/Maria Dias

Após a solicitação da viagem, o inDriver oferecerá a corrida para os motoristas mais próximos à localização do usuário. Assim, ele poderá visualizar no app quem está disponível a realizar o trajeto e quais os preços cobrados pelos condutores — que podem aceitar o valor proposto ou oferecer uma contraproposta. É possível ver informações como classificação do motorista, marca do carro e número de viagens concluídas para ajudar na escolha.

Durante a viagem, o inDriver possibilita o compartilhamento de dados do condutor e localização atual do carro com amigos e contatos por meio de redes sociais, e-mail e SMS.

3. Onde o inDriver está disponível?

O serviço está disponível em mais de 200 cidades e em 25 países, entre eles EUA, México, Chile, Colômbia, Peru e Brasil. Por aqui, a plataforma chegou primeiro na cidade de João Pessoa e agora também está disponível em Macapá, Belém, Teresina, Natal, Recife, Caruaru, Aracaju, Curitiba, São Paulo, Santos, Porto Alegre, Sorocaba, Florianópolis, São José do Rio Preto, Londrina, Goiânia e Cuiabá.

A empresa incentiva os usuários a pedirem pelo serviço em suas cidades por meio de uma solicitação direta ao suporte da empresa, no e-mail support@indriver.com.

4. Quais as diferenças entre o inDriver e serviços como Uber e 99?

De forma geral, inDriver, Uber e 99 oferecem o mesmo serviço: uma plataforma em que é possível solicitar um carro e um motorista para realizar trajetos de média distância. Nesse contexto, o inDriver se diferencia por permitir que o usuário possa negociar o valor da corrida diretamente com o condutor. Em um esquema muito parecido com leilão, ele deve oferecer a quantia que acha justa para pagar pelo trajeto. Em contrapartida, os motoristas podem aceitar a oferta ou fazer uma contraproposta. Assim, fica a cargo do usuário escolher o motorista e qual proposta é mais vantajosa para ele — no Uber e 99, é o próprio aplicativo que seleciona um condutor com base na disponibilidade e localização dos motoristas, além de o preço ser calculado pelos apps.

Ao permitir esse modelo de negociação entre condutor e passageiro, o inDriver evita que seus usuários sejam pegos de surpresa com o “preço dinâmico”, um valor variável usado pelo Uber e 99, adicionado ao preço total da corrida quando há muita procura pelo serviço. Por outro lado, enquanto o inDriver ainda oferece apenas o dinheiro como opção de pagamento das viagens, Uber e 99 possibilitam o uso de cartões de crédito, débito, dinheiro e PayPal.

O Uber é uma das plataformas rivais do inDriver e cobra um valor variável pela corrida por meio do preço dinâmico — Foto: Reprodução/Barbara Mannara O Uber é uma das plataformas rivais do inDriver e cobra um valor variável pela corrida por meio do preço dinâmico — Foto: Reprodução/Barbara Mannara

O Uber é uma das plataformas rivais do inDriver e cobra um valor variável pela corrida por meio do preço dinâmico — Foto: Reprodução/Barbara Mannara

5. Quais são os métodos de pagamento?

Atualmente, dinheiro é o único método de pagamento disponível no inDriver, característica que o coloca em desvantagem em comparação aos outros serviços da categoria, como o Uber, 99 e Cabify. Nestes últimos apps, é possível pagar por uma corrida por meio de cartão de crédito cadastrado, cartão de débito, dinheiro e PayPal. No caso do Uber, as formas de pagamento se ampliam, uma vez que é possível utilizar o Uber Cash, que são os créditos pré-pagos oferecidos pela empresa.

6. Quanto ganha o motorista do inDriver?

No inDriver, os ganhos do motorista dependem diretamente da demanda de corridas e das tarifas propostas pelos usuários. Apesar de poder escolher qual corrida deseja fazer e, dessa forma, aceitar apenas as viagens que são lucrativas, o condutor também depende de o usuário aceitar sua contraproposta caso o valor inicial ofertado seja inferior ao que ele considera justo.

Fatores como cidade de atuação, estimativa de tempo, distância do trajeto e condições climáticas são as variáveis que influenciam no valor final de uma viagem. A ideia é que o preço seja negociado entre usuário e motorista, para que ambos tirem proveito do serviço.

O app inDriver pode ser utilizado tanto por passageiros quanto por motoristas — Foto: Reprodução/Maria Dias O app inDriver pode ser utilizado tanto por passageiros quanto por motoristas — Foto: Reprodução/Maria Dias

O app inDriver pode ser utilizado tanto por passageiros quanto por motoristas — Foto: Reprodução/Maria Dias

7. Como o app foi criado?

O inDriver foi desenvolvido em 2012, na Sibéria, por universitários russos indignados com o aumento da taxa cobrada pelos taxistas em dias de baixa temperatura na cidade. Para amenizar a situação, eles criaram um grupo na rede social VKontakte para reunir usuários que estivessem dispostos a ofertar um valor por uma corrida e motoristas dispostos a aceitá-las ou negociá-las. Em apenas seis meses, o grupo reuniu mais de 50 mil pessoas interessadas na dinâmica de transporte. Assim nasceu o esquema de “leilão” que, posteriormente, foi incorporado a uma plataforma própria e que, hoje, é o grande diferencial do inDriver frente aos outros serviços da categoria.

Como pagar sua corrida no Uber com dinheiro

Como pagar sua corrida no Uber com dinheiro

Cabify vs Uber: qual o melhor no Brasil? Opine no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo