Campeonatos

Por Julio Puiati , para o TechTudo


A Formula 1 Esports Series é o circuito competitivo profissional dos games de F1. Por mais que a modalidade esportiva seja representada nos videogames desde 1976, o simulador de corrida só se consolidou nos esports recentemente. Criada em 2017 e organizada pela própria direção da F1, a Formula 1 Esports Series já contou com duas edições até o momento. A terceira temporada começa em julho de 2019 e terá como jogo oficial o novo lançamento da Codemasters, o F1 2019. Veja, a seguir, as regras, premiações, escuderias e principais pilotos envolvidos nos campeonatos do jogo.

Temporada de teste

Formula 1 Esports Series foi fundada em 2017 — Foto: Divulgação/F1 Formula 1 Esports Series foi fundada em 2017 — Foto: Divulgação/F1

Formula 1 Esports Series foi fundada em 2017 — Foto: Divulgação/F1

A Formula 1 Esports Series foi oficialmente anunciada em agosto de 2017 com a proposta de aproximar as corridas reais do ambiente virtual. O torneio reuni, anualmente, os melhores jogadores do mundo em eventos online e presenciais. Estão aptos a participar da competição atletas das plataformas PlayStation 4, Xbox One e PC.

A primeira temporada foi disputada entre setembro e novembro de 2017, com a ação de aproximadamente 60 mil pilotos. O calendário foi dividido em três etapas: qualificatórias, semifinais e finais. A última fase aconteceu em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, dentro do autódromo de Yas Marina. O britânico Brendon Leigh foi o grande campeão.

A entrada do draft

Circuito conta atualmente com as dez escuderias da F1 — Foto: Divulgação/Gfinity Circuito conta atualmente com as dez escuderias da F1 — Foto: Divulgação/Gfinity

Circuito conta atualmente com as dez escuderias da F1 — Foto: Divulgação/Gfinity

Na segunda edição, mais profissional e estruturada, a Formula 1 Esports Series contou com a atuação de nove escuderias: Mercedes, RBR, Force India, Williams, Renault, Haas, McLaren, Toro Rosso e Alfa Romeo. As equipes selecionaram seus jogadores através de um ''draft'', ou seja, uma espécie de peneira. O campeonato distribuiu premiação total de US$ 200 mil (cerca de R$ 761 mil em conversão atual).

Os players se enfrentaram em três eventos presenciais que totalizaram dez corridas no final de 2018. O torneio foi realizado nos mesmos autódromos da F1, como o GP da Austrália (Melbourne) e o GP do Azerbaijão (Baku). Ao fim da temporada, Brendon Leigh, da Mercedes, sagrou-se bicampeão mundial com 223 pontos conquistados.

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Regulamento atual

Brendon Leigh, o atual bicampeão do torneio — Foto: Divulgação/Red Bull Brendon Leigh, o atual bicampeão do torneio — Foto: Divulgação/Red Bull

Brendon Leigh, o atual bicampeão do torneio — Foto: Divulgação/Red Bull

Em 2019, os melhores pilotos do planeta voltam a medir forças na terceira temporada da Formula 1 Esports Series. Pela primeira vez na história, o circuito terá a participação das dez montadoras presentes na F1: Ferrari, Mercedes, RBR, Alfa Romeo, McLaren, Haas, Renault, STR, Racing Point e Williams. A premiação geral será ainda maior: US$ 500 mil (aproximadamente R$ 1,9 milhões).

As construtoras poderão escolher novos atletas por meio do draft, que acontece no dia 17 de julho com a presença de 42 players divididos em PS4, Xbox e PC. Os jogadores se qualificaram para a peneira depois de realizarem qualificatórios fora e dentro do jogo. Uma vez formadas, com competidores novatos e veteranos, as equipes disputarão, entre setembro e dezembro, 12 corridas em quatro eventos presenciais.

Qual melhor jogo de Fórmula 1? Comente no Fórum TechTudo

Pilotos de destaque

Igor Fraga disputou a primeira temporada e correrá pela McLaren em 2019 — Foto: Divulgação/McLaren Igor Fraga disputou a primeira temporada e correrá pela McLaren em 2019 — Foto: Divulgação/McLaren

Igor Fraga disputou a primeira temporada e correrá pela McLaren em 2019 — Foto: Divulgação/McLaren

Além do bicampeão Brendon Leigh e seu companheiro de escuderia Daniel Bereznay, vice em 2018, o alemão Patrik Holzmann é outro destaque do cenário. O piloto da RBR conquistou o quarto lugar geral em 2017 e a sexta colocação em 2018. Já o Brasil foi representado por Igor Fraga na primeira edição. Após ficar de fora na temporada passada, o jogador voltará ao torneio em 2019 com a camisa da McLaren. Outro brasileiro confirmado é João Pedro Piana, que estará no draft.

Mais do TechTudo