Por Victor Toledo, para o TechTudo


O Google admitiu, nesta quinta-feira (11), que possui acesso a gravações obtidas pelo Google Home. A confirmação veio após o site belga VRT NWS informar que mais de mil arquivos contendo conversas com o Google Assistente foram vazados ilegalmente por alguns funcionários da empresa.

De acordo com o Google, um pequeno grupo de especialistas em idiomas analisam algumas gravações feitas pelos usuários a fim de melhorar, futuramente, a tecnologia de reconhecimento de voz. Segundo a empresa, o vazamento dessas gravações teria acontecido por um desses especialistas.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Google Home promete oferecer uma experiencia completa de uma assistente virtual — Foto: Divulgação/Google Google Home promete oferecer uma experiencia completa de uma assistente virtual — Foto: Divulgação/Google

Google Home promete oferecer uma experiencia completa de uma assistente virtual — Foto: Divulgação/Google

A Google conta ainda que esses especialistas revisam apenas 0,2% de todos os arquivos de áudio, e que a seleção é feita aleatoriamente, sem identificação de qual usuário a voz pertence. Além disso, segundo o comunicado, os especialistas são orientados a não analisarem conversas de fundo e demais ruídos nas gravações. Essas análises são utilizadas para desenvolver o sistema de inteligência artificial do Google Assistente, que é usado no Google Home e nos smartphones Android.

Entre os possíveis vazamentos estariam conversas pessoais, telefonemas profissionais, interações familiares e outras informações confidenciais, tudo gravado sem mesmo acionar a assistente por meio do comando padrão "Ok, Google".

Por meio de nota oficial, a Google afirmou que houve falha na segurança — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo Por meio de nota oficial, a Google afirmou que houve falha na segurança — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo

Por meio de nota oficial, a Google afirmou que houve falha na segurança — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo

"Acabamos de saber que um desses especialistas em linguagem violou nossas políticas de segurança de dados vazando dados de áudio holandeses confidenciais. Nossas equipes de Segurança e Privacidade foram ativadas nesta questão, estão investigando e tomaremos providências. Estamos realizando uma revisão completa de nossa segurança neste espaço para evitar que erros de conduta como esse ocorram novamente", disse o gerente de produto David Monsees, por meio do blog oficial da Google.

Sobre o dispositivo, o Google Home permite que o usuário ouça música, fique por dentro da previsão do tempo, acompanhe o trânsito, acenda as luzes e gerencie as atividades de casa por meio de comandos de voz. O aparelho foi lançado em 2016, nos Estados Unidos, e custa oficialmente US$ 69, cerca de R$ 259 em conversão direta, sem impostos. Vale lembrar que a assistente não está à venda no Brasil.

JBL Link 10 e a Link 20: conheça as caixas com Google Assistente em português

JBL Link 10 e a Link 20: conheça as caixas com Google Assistente em português

Qual aparelho dos anos 90 deixou saudade? Opine no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo