Celulares

Por Paulo Alves, para o TechTudo


Motorola One Vision e Redmi Note 7 são celulares intermediários com câmera de 48 megapixels que vêm atraindo a atenção dos brasileiros: eles estão entre os dez mais buscados na internet em junho de 2019, segundo levantamento do Buscapé. O sensor, fabricado pela Sony, usa a tecnologia Quad Pixel, que aproveita o grande volume de pontos luminosos para capturar mais luz do ambiente e melhorar o nível de detalhes em uma imagem resultante de 12 megapixels. A câmera auxiliar de 5 megapixels também marca presença nos dois smartphones.

Por outro lado, os telefones trazem especificações diferentes para tela, processador, armazenamento, bateria e demais itens do hardware. Conheça, nas linhas a seguir, as principais coisas que mudam entre os aparelhos da Motorola e da Xiaomi à venda no Brasil.

Motorola One Vision: veja preço no Brasil e ficha técnica do novo celular

Motorola One Vision: veja preço no Brasil e ficha técnica do novo celular

Tela e design

Os dois celulares trazem display de 6,3 polegadas com resolução Full HD+ (2520 x 1080 pixels), mas com diferenças na solução para a abrigar a câmera frontal: enquanto o Redmi Note 7 tem um notch de gota, o One Vision conta com orifício no display similar ao do Galaxy S10 que permite alongar mais o painel. Como resultado, há uma diferença de formato: O telefone da Motorola exibe imagens na proporção 21:9, própria para reprodução de vídeos em widescreen.

Em termos de construção, o One Vision sai na frente por trazer bordas mais econômicas, reduzindo a largura do aparelho e facilitando a pegada sem precisar interferir na dimensão do painel. Com traseira feita de vidro, ele é comercializado nas cores azul e bronze. Já o Redmi Note 7 traz acabamento com vidro degradê nas cores preta e azul.

Motorola One Vision tem tela de 6,3 polegadas — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Câmeras

Os celulares têm o mesmo hardware fotográfico. Trata-se de uma câmera dupla com sensor principal Sony Quad Pixel de 48 megapixels que gera uma imagem de 12 megapixels. A redução de tamanho resulta de uma técnica que permite melhorar o nível de detalhes e iluminação das imagens. No entanto, há uma diferença na lente: o One Vision oferece maior abertura para a luz, o que pode resultar em fotos de melhor qualidade em locais mais escuros. Ambos trazem o mesmo sensor de 5 megapixels para auxiliar no Modo Retrato.

Outra diferença está na câmera frontal, já que o Motorola One Vision conta com uma câmera de 25 megapixels para selfies. O Redmi Note 7, por outro lado, traz um componente que captura fotos de 13 megapixels.

Redmi Note 7 tem câmera de 48 megapixels — Foto: Divulgação / Xiaomi

Desempenho e armazenamento

O Motorola One Vision traz o processador octa-core Exynos 9609 com desempenho equivalente ao do Snapdragon 660 presente no Redmi Note 7. No entanto, é preciso pontuar alguns aspectos que diferenciam os componentes. O Exynos tem construção mais moderna, com litografia de 10 nanômetros, que pode resultar em melhor consumo de energia. O chip também é compatível com versões mais recentes do OpenGL, o que pode acelerar o carregamento de páginas da web. Por outro lado, o hardware da Qualcomm traz velocidade bruta maior, mas tem fabricação em 2017.

No dia a dia, os telefones tendem a apresentar velocidade similar para abrir aplicativos e rodar jogos pesados com gráficos no médio. A memória RAM é a mesma, de 4 GB. O armazenamento, porém, muda: no Redmi Note 7 é de 64 GB, ao passo que no One Vision alcança os 128 GB. Os dois são compatíveis com microSD.

Motorola One Vision tem 128 GB de armazenamento — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Bateria

A bateria do Redmi Note 7 é maior, de 4.000 mAh contra 3.500 mAh de capacidade no One Vision. No entanto, o celular da Xiaomi não oferece autonomia muito maior, necessariamente. É preciso considerar os diferentes desempenhos energéticos do chipset: como o Exynos 9609 do celular da Motorola é mais econômico, essa diferença aparente de carga pode ser diluída no dia a dia. As fabricantes não informam expectativa de tempo de autonomia.

Os dois celulares prometem recarga rápida: o Motorola One Vision por meio do carregador TurboPower de 15 W e o Redmi Note 7 com adaptador de tomada de 18 W.

Redmi Note 7 tem bateria grande de 4.000 mAh — Foto: Divulgação/Xiaomi

Versão do Android

Os celulares rodam Android 9 (Pie), mas contam com diferenças na interface. O Motorola One Vision faz parte do programa Android One, do Google, que garante software mais limpo e, em tese, maior agilidade nas atualizações. Isso significa que, provavelmente, o celular receberá o Android 10 (Q) em breve. Já o Redmi Note 7 conta com o MIUI 10, sistema da Xiaomi famoso por trazer vários recursos extras ao custo de uma quantidade grande de apps pré-instalados.

Preço

O Motorola One Vision passou por redução importante de preço desde que chegou ao Brasil em maio: o valor inicial sugerido de R$ 1.999 já chega na casa dos R$ 1.450 em lojas online, segundo o Compare TechTudo. O Redmi Note 7, por outro lado, segue disponível na loja oficial da Xiaomi por R$ 1.999. O aparelho aparece por preço menor em outros sites do varejo eletrônico, mas sem homologação junto à Anatel ou cobertura de garantia via suporte da DL Eletrônicos, que atua em parceria com os chineses no Brasil.

Motorola One Vision x Redmi Note 7

Especificações Motorola One Vison Redmi Note 7
Lançamento maio de 2019 Maio de 2019
Preço de lançamento R$ 1.999 R$ 1.699
Preço atual cerca de R$ 1.450 R$ 1.999
Tela 6,3 polegadas 6,3 polegadas
Resolução de tela Full HD+ (2520 x 1080 pixels) Full HD+ (2340 x 1080 pixels)
Processador Exynos 9609 Snapdragon 660
Memória RAM 4 GB 4 GB
Armazenamento 128 GB 64 GB
Bateria 3.500 mAh 4.000 mAh
Cartão de memória Sim, microSD Sim, microSD
Câmera traseira Dupla, 48 e 5 megapixels Dupla, 48 e 5 megapixels
Câmera frontal 25 megapixels 13 megapixels
Sistema operacional Android 9 Pie Android 9 (Pie)
Dimensões e peso 160,1 x 71,2 x 8,7 mm; 181 gramas 159,21 x 75,21 x 8,1 mm; 186 g
Cores Azul safira e bronze Preto e azul
Mais do TechTudo