Celulares

Por Jeniffer Cavalcanti, para o Techtudo


O Motorola V3 – também conhecido como Razr V3 – completa 15 anos em neste mês de julho. Um dos modelos mais populares da era pré-smartphone, o telefone de 2004, representava o símbolo de status enquanto era comercializado. Não à toa, mais de 130 milhões de unidades foram vendidas desde o lançamento, fato que o coloca na lista dos celulares mais vendidos de todos os tempos.

Motorola V3: relembre o celular de sucesso dos anos 2000

Motorola V3: relembre o celular de sucesso dos anos 2000

Em um cenário onde quase todos os modelos até então eram encorpados e em formato de barra, a Motorola trouxe para o mercado algo inovador. Isto porque o Motorola V3 reunia design fino feito de metal, que o colocava a frente dos dos concorrentes por trazer algo que, à época, era inédito no mercado.

Outro destaque era a sua tela dupla, graças ao formato flip. A principal possuía 2,2 polegadas e resolução de 176 x 220 pixels, e era posicionada dentro do celular. Já a segunda, que permanecia do lado de "fora", era menor, e também responsável por notificar novas mensagens ou ligações, entre outras funções.

O telefone também trazia uma câmera VGA. Para os padrões de hoje, a qualidade pode parecer extremamente baixa, mas há 15 anos, tirar fotos com o celular e descarregá-las no computador quando necessário era uma grande vitória – mesmo que as imagens não fossem tão boas.

Além das características já citadas, o V3 dispunha de outros recursos como Bluetooth, protocolo de e-mail IMAP, reprodução de ringtones em MP3, navegação na internet WAP 2.0, jogos e capacidade de até mil contatos na agenda. Seu espaço de armazenamento de 5,5 MB era mais que suficiente para armazenar todas as informações necessárias há mais de uma década atrás. Já a bateria de 750 mAh dava ao aparelho uma autonomia de 7 horas em conversação e 250 horas em repouso.

Motorola V3 foi um fenômeno de vendas nos anos 2000 — Foto: Divulgação/Motorola

O preço alto era mais uma das características do V3: o aparelho chegou ao mercado por US$ 449 (cerca de R$ 1.700 em conversão direta). O custo, no entanto, não impediu o sucesso e o telefone se tornou um ícone dos anos 2000 em vários países ao redor do mundo, inclusive no Brasil.

Após o seu grande sucesso, a Motorola ingressou na a era dos smartphones e, hoje, se destaca com as atuais linhas Moto G e Moto Z.

O legado do V3, no entanto, não deve ficar para trás: de acordo com informações de bastidores, espera-se que a fabricante traga um sucessor do telefone dos anos 2000, com tela dobrável, ficha técnica intermediária e, da mesma forma, preço alto: na casa dos US$ 1.500 (cerca de R$ 5.680 em conversão direta). Ainda não há nenhuma confirmação quanto a isso, porém.

Mais do TechTudo