Por Digital House


Parece mentira saber que ainda existe muita gente achando que mulheres não gostam ou não se dão bem nas áreas de tecnologia, ou mesmo que o mundo das exatas não interessam a elas. Pois bem, talvez você ainda não saiba, mas o primeiro algoritmo a ser processado por uma máquina foi feito pela matemática e escritora inglesa Ada Lovelace em 1843. Sim, isso significa que o primeiro programador da história foi... uma mulher!

Digital House oferece 100 bolsas de estudo de 80% para mulheres interessadas em estudar programação web ou mobile - Na foto, Natasha Nishida, formada em Web Full Stack — Foto: Digital House Digital House oferece 100 bolsas de estudo de 80% para mulheres interessadas em estudar programação web ou mobile - Na foto, Natasha Nishida, formada em Web Full Stack — Foto: Digital House

Digital House oferece 100 bolsas de estudo de 80% para mulheres interessadas em estudar programação web ou mobile - Na foto, Natasha Nishida, formada em Web Full Stack — Foto: Digital House

Com um mercado cada vez mais tecnológico, os empregos estão mudando e é preciso acompanhar esse movimento. E as mulheres estão, aos poucos, ganhando espaço no setor, o que é um dado extremamente positivo para o combate às desigualdades de gênero na área, que é majoritariamente masculina. Segundo uma pesquisa do Linkedin, o aumento de líderes mulheres no setor de tecnologia foi de 18% entre 2008 e 2016.

E esse movimento caminha junto com o aumento do número de jovens meninas com interesse em estudar ciências da computação, já que um estudo da Women in Tech aponta que elas estão 33% mais dispostas a aprender sobre a área do que as que nasceram em meados dos anos 80. Isso reforça que, mesmo com pouca representatividade (apenas 17% das pessoas trabalhando com programação no Brasil hoje são mulheres), elas estão dispostas e virar o jogo e transformar esse mercado.

Programa de incentivo – Bolsa de Estudo

Para gerar ainda mais oportunidades para elas e trazer mais diversidade no mercado de tecnologia, a Digital House lançou um programa de incentivo para mulheres interessadas nos cursos de programação. A iniciativa disponibilizará a 100 mulheres uma bolsa de 80% de desconto nos cursos de Desenvolvimento Web Full Stack, Desenvolvimento Mobile Android ou Desenvolvimento Mobile iOS.

De acordo com a coordenadora dos cursos de programação da Digital House, Ana Paula da Silva Pereira, o programa "incentiva a formação de novas profissionais que desejam estudar e trabalhar para fazer a diferença nesse mercado". As inscrições acontecem até 22 de Julho, pelo site da Digital House.

Digital House
Mais do TechTudo