Sistemas operacionais

Por Paulo Alves, para o TechTudo


O Windows 10 completa o quarto aniversário nesta segunda-feira (29). Anunciado pela Microsoft em 2015, o software chegou com a proposta de reformular a experiência do usuário resolvendo problemas acumulados por versões anteriores como o Windows 8, Windows 7 e Windows XP. Para isso, a fabricante investiu em um novo modelo de distribuição, liberou atualização gratuita no primeiro ano e relançou diversas funções clássicas. Hoje, ele responde por 40% de todos os PCs com Windows – no total, 87,4% dos computadores do mundo rodam alguma versão do sistema, segundo o NetMarketShare. Relembre, a seguir, sete recursos do sistema operacional que já se tornaram comuns, mas foram inovadores há quatro anos.

Como programar um computador Windows para desligar sozinho

Como programar um computador Windows para desligar sozinho

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Menu Iniciar

Abandonado no Windows 8, o Menu Iniciar ressurgiu no Windows 10 mesclando recursos clássicos presentes até o Windows 7 com funções mais inteligentes e um design melhorado. A tela trouxe atalhos para aplicativos com o mesmo visual de azulejos de antes, mas com a possibilidade de personalizar o tamanho e a posição dos itens, além das dimensões gerais da janela. Além disso, o Iniciar passou a organizar melhor os botões principais de energia e configurações, além de trazer pesquisa por ordem alfabética e exibição de lista com últimos programas instalados.

Menu Iniciar manteve visual do Windows 8 e trouxe mais personalização — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Menu Iniciar manteve visual do Windows 8 e trouxe mais personalização — Foto: Reprodução/Paulo Alves

2. Cortana

Integrada ao Iniciar e desvinculada a partir da última atualização, a Cortana foi outro destaque do Windows 10. A inteligência artificial demorou para entender e falar português, mas, pouco a pouco, foi ganhando funções localizadas para o Brasil. Atualmente, o recurso permite criar lembretes, agendar compromissos e obter previsão do tempo, entre outras tarefas, por meio de comandos de voz.

Cortana permite executar ações com comandos de voz em português — Foto: Divulgação/Microsoft Cortana permite executar ações com comandos de voz em português — Foto: Divulgação/Microsoft

Cortana permite executar ações com comandos de voz em português — Foto: Divulgação/Microsoft

3. Central de notificações

Até o Windows 10, o sistema da Microsoft não tinha um local para concentrar todas as notificações para o usuário. Alertas de atualizações, e-mails e outros tipos de avisos eram exibidos por para programa separadamente, a não ser que o app fosse um dos sempre ativos na bandeja do sistema – aquele grupo de itens alojados na barra de ferramentas, próximo ao relógio.

Com a Central de Ações, o software passou a ter um local fixo onde o usuário pode conferir os últimos alertas recebidos. Além disso, ele conta com atalhos para Bluetooth, Modo Avião e outros recursos. Porém, não traz informações sobre programas antigos nem substitui os alertas da bandeja.

Windows 10 tem Central de Ações com notificações e atalhos — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Windows 10 tem Central de Ações com notificações e atalhos — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Windows 10 tem Central de Ações com notificações e atalhos — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

4. Menu de configurações

O Windows 10 tornou muito mais fácil configurar o Wi-Fi, checar o armazenamento, criar usuários, entre vários outros tipos de tarefas. Há quatro anos, o sistema concentrou boa parte dos seus menus no novo app Configurações, que tem atalho no Menu Iniciar e traz os recursos do software separados em categorias. Menus clássicos como o Painel de Controle e o Gerenciador de Dispositivos permanecem, mas boa parte das suas funções já podem ser acessadas pelo app. A tendência é que, no futuro, todos os ajustes no PC possam ser feitos por meio das configurações.

Aplicativo de Configurações reúne principais ajustes do Windows 10 — Foto: Reprodução/Paulo Alves Aplicativo de Configurações reúne principais ajustes do Windows 10 — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Aplicativo de Configurações reúne principais ajustes do Windows 10 — Foto: Reprodução/Paulo Alves

5. Apps nativos

O Windows 10 também estreou alguns aplicativos que vêm pré-instalados e ajudam a fazer tarefas básicas no PC. O Windows Media Player deu lugar aos aplicativos Fotos e Filmes e TV, além do Groove Música, que foi descontinuado. O sistema também ganhou novos apps de clima, calendário, e-mail, calculadora e gravador de voz nativos, além de um Skype remodelado. Em 2017, também passou a oferecer um editor de vídeos que serve como substituto do Movie Maker.

Windows 10 tem vários apps nativos, incluindo editor de vídeo — Foto: Reprodução/Microsoft Windows 10 tem vários apps nativos, incluindo editor de vídeo — Foto: Reprodução/Microsoft

Windows 10 tem vários apps nativos, incluindo editor de vídeo — Foto: Reprodução/Microsoft

6. Navegador Edge

Entre os novos apps, o principal é o Edge, um navegador criado do zero como alternativa ao criticado Internet Explorer. Integrado à Cortana e com ferramentas de anotações, o browser nunca chegou a ameaçar a posição de rivais como o Google Chrome e o Firefox. Mas, a Microsoft segue investindo no programa e deve lançar, em breve, uma versão baseada no Chromium, de código aberto. A tendência é que ele se torne compatível com as extensões da Chrome Web Store.

Microsoft Edge estreou junto com o Windows 10 — Foto: Zingara Lofrano/TechTudo Microsoft Edge estreou junto com o Windows 10 — Foto: Zingara Lofrano/TechTudo

Microsoft Edge estreou junto com o Windows 10 — Foto: Zingara Lofrano/TechTudo

7. Atualizações constantes

O Windows 10 representou um ponto de virada para a Microsoft não só pelo novo design e aplicativos melhorados. O sistema passou a ser comercializado como serviço, rompendo a tradição de versões fechadas e vendidas como produtos acabados. O software tem updates regulares com correções de bugs e melhorias de segurança, além de trazer grandes atualizações com novos recursos e programas liberadas pelo menos uma vez ao ano.

O modelo é similar ao da principal rival Apple: ao comprar um computador com o sistema operacional pré-instalado, o usuário tem direito a todas as futuras atualizações gratuitamente, desde que a máquina obedeça aos requisitos mínimos de hardware.

Windows 10 tem atualizações grátis regularmente — Foto: Reprodução/Paulo Alves Windows 10 tem atualizações grátis regularmente — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Windows 10 tem atualizações grátis regularmente — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Qual o melhor Windows de todos os tempos? Comente no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo