Campeonatos

Por Lucas Batista, para o TechTudo


Assim como nos esportes tradicionais, as competições de esportes eletrônicos podem ser de circuitos fechados ou abertos. Diversos jogos, como Overwatch e League of Legends (LoL), adotam um modelo de franquia em suas competições, fechando seus campeonatos, enquanto outras modalidades, como Counter-Strike: Global Offensive e DotA 2, tradicionalmente utilizam um modelo aberto com maior variação de times.

No Brasil, duas grandes competições de CS:GO disputam espaço no cenário atual, e cada uma conta com um modelo diferente de torneio: o Campeonato Brasileiro de Counter-Strike (CBCS) em circuito fechado, e a BR League do CLUTCH Circuit em circuito aberto. Confira, abaixo, as diferenças, vantagens e desvantagens de cada uma das formas de disputa.

CS:GO contará com torneios em lan de circuito aberto e de circuito fechado — Foto: Divulgação/Steam CS:GO contará com torneios em lan de circuito aberto e de circuito fechado — Foto: Divulgação/Steam

CS:GO contará com torneios em lan de circuito aberto e de circuito fechado — Foto: Divulgação/Steam

Circuito Fechado

Esse modelo é tradicionalmente adotado nos esportes norte-americanos, em ligas como a National Basketball Association (NBA) de basquete, National Football League (NFL) de futebol americano e Major League Soccer (MLS) de futebol. Trata-se de um campeonato com equipes fixas ano após ano, em que cada proprietário de um time compra o direito de franquia negociando diretamente com a liga, responsável por gerenciar a competição e as equipes. Portanto, a organização do campeonato pode intervir diretamente nas condições de jogo dos times, que têm contrato firmado com a competição, sem risco de rebaixamento ou serem excluídos do torneio.

Nos esports, o primeiro jogo a adotar e popularizar essa forma de competição foi o Overwatch, com a Overwatch League. Para participarem do torneio, as equipes candidatas tiveram de comprar uma franquia e obedecerem os requisitos da Blizzard, como salário mínimo anual de US$ 50 mil (R$ 194 mil em conversão direta), moradia para os players e plano de aposentadoria.

No LoL, as competições regionais da América do Norte e da Europa também já adotaram o sistema. No Brasil, o CBCS é um torneio de circuito fechado de CS:GO organizado pelo Esporte Grupo Globo em parceria com o DCSet Group, e também possui como requisito salário mínimo para os jogadores, além de moradia e treinamento, seja via gaming house ou gaming office.

Uma das vantagens de um circuito fechado é a estabilidade proporcionada aos times e jogadores, já que os players têm direitos assegurados e não há possibilidade de rebaixamento. Porém, o fato de serem sempre as mesmas equipes participando dos campeonatos faz com que novos talentos tenham de ser recrutados por uma das franquias existentes, limitando o surgimento de novos times e talentos coletivos. Além disso, os participantes desse tipo de competição têm de atender aos compromissos estabelecidos, o que pode restringir a participação dos jogadores em outros campeonatos do mesmo jogo.

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A Overwatch League foi responsável por popularizar o circuito fechado nos esports — Foto: Divulgação/Overwatch League A Overwatch League foi responsável por popularizar o circuito fechado nos esports — Foto: Divulgação/Overwatch League

A Overwatch League foi responsável por popularizar o circuito fechado nos esports — Foto: Divulgação/Overwatch League

Circuito aberto

Modelo vigente no esporte mais popular do Brasil, o circuito aberto possui como maior exemplo os campeonatos de futebol. O sistema conta com maior liberdade para alterações de times e jogadores, com direito a rebaixamento, por exemplo. Cabe a cada equipe gerenciar seu próprio time sem muitas intervenções, e cada jogador ser responsável por administrar seu contrato em acordo com a organização que o procurou.

Uma das modalidades mais populares de esports, o CS:GO possui, em sua maioria, torneios no formato de circuito aberto, assim como DotA 2, PlayerUnknown's Battlegrounds e Free Fire. As equipes podem participar das competições por inscrições, por convites ou por classificatórias. Isso permite que cada edição de torneio seja composta por times totalmente novos. No CLUTCH Circuit, conjunto de torneios latinos de Counter-Strike organizados pela BBL e-Sports em parceria com a GamersClub, por exemplo, existirão diversos campeonatos que contam pontos para a classificação da liga principal, a BR League.

O circuito aberto dá a liberdade de cada equipe escolher qual campeonato quer participar, além de permitir que times recém-formados consigam jogar e chegar ao topo. Porém, em níveis inferiores de competição, os jogadores podem atuar em condições desfavoráveis, já que não contam com direitos assegurados pelas organizadoras. Ainda, times em má fase podem ter de acelerar processos em busca de vitórias rápidas, já que não há tanta estabilidade quanto em circuitos fechados. Maus resultados em sequência podem facilmente levar a um disband ou desistência da organização.

Mais do TechTudo