Jogos de ação

Por Bruna Telles, para o TechTudo


PUBG Mobile é o Battle Royale para celulares mais lucrativo do mundo. De acordo com o Sensor Tower, o posto foi alcançado após o lançamento de Game for Peace, versão chinesa de PlayerUnknown's Battlegrounds para celulares Android e iPhone (iOS). Segundo o site, PUBG Mobile arrecadou, sozinho, cerca de US$ 619 milhões (R$ bilhões) desde 2018. Já Game for Peace, que foi lançado em maio de 2019, lucrou incríveis US$ 241 milhões (R$ 984 milhões). Juntas, as versões do game já renderam 860 milhões (R$ 3,3 bilhões) para a desenvolvedora Tencent.

Game for Peace é uma versão de PUBG Mobile que não contém cenas com sangue, mortes e outras imagens que foram proibidas pelo governo da China. O jogo foi desenvolvido e lançado no país depois que a sua versão original foi desligada na região devido a uma série de restrições estabelecidas pelo governo. O titulo se tornou um sucesso no país desde o seu lançamento.

Impedida de lucrar com PUBG Mobile na China, Game for Peace foi a solução do impasse financeiro para Tencent — Foto: Tencent/Divulgação Impedida de lucrar com PUBG Mobile na China, Game for Peace foi a solução do impasse financeiro para Tencent — Foto: Tencent/Divulgação

Impedida de lucrar com PUBG Mobile na China, Game for Peace foi a solução do impasse financeiro para Tencent — Foto: Tencent/Divulgação

Antes de Game for Peace existir, a desenvolvedora Tencent não podia arrecadar dinheiro na China com microtransações em PUBG Mobile por conta da proibição do governo. Isso resultava em uma receita muito menor do que a desenvolvedora esperava. Agora, com o reforço do mercado asiático, a versão para smartphones de PUBG abriu uma vantagem de quase US$ 100 milhões (R$ 4 milhões) em relação ao segundo lugar no ranking dos Battle Royales, o Knives Out, da Net Ease.

Apesar das diferenças de nome e conteúdo, o levantamento do Sensor Tower considera as duas versões do Battle Royale como a mesma na hora de registrar o faturamento com microtransações. Ambos os jogos têm o mesmo objetivo: sobreviver em uma ilha com outros 100 jogadores até que sobre apenas um de pé. Porém, o governo chinês proibiu a Tencent de lucrar com PUBG Mobile, e alegou que o game era muito violento e viciante. Como resposta, a desenvolvedora lançou Game for Peace, uma versão adaptada com referências à cultura chinesa e sem cenas de morte ou sangue.

Free Fire já foi processado pelo PUBG? Entenda no Fórum do TechTudo

Gráfico mostra os lucros dos Battles Royales mobile em 2019; valores de PUBG incluem os lucros de Game for Peace — Foto: Divulgação/Sensor Tower Gráfico mostra os lucros dos Battles Royales mobile em 2019; valores de PUBG incluem os lucros de Game for Peace — Foto: Divulgação/Sensor Tower

Gráfico mostra os lucros dos Battles Royales mobile em 2019; valores de PUBG incluem os lucros de Game for Peace — Foto: Divulgação/Sensor Tower

PUBG Mobile também é um sucesso de downloads nas lojas de aplicativos. O jogo já foi baixado mais de 400 milhões de vezes. No entanto, o número não leva em consideração o chinês Game for Peace. Apesar de ser bastante popular na China, o Battle Royale também está em constante crescimento em mercados como Estados Unidos, Turquia, Vietnã e Índia, que aparece como o segundo maior mercado do game com 55 milhões de downloads. O jogo também é um dos mais populares do Brasil, ao lado de Free Fire Battlegrounds.

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Mais do TechTudo