Times

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


O ranking de times de Counter-Strike:Global Offensive (CS:GO) passou por mudanças consideráveis no primeiro semestre de 2019. Depois que a Valve mudou os mapas ativos no competitivo, a Team Liquid passou a dominar as principais competições do jogo, a Astralis saiu do topo da lista da HLTV e a line up da MIBR deixou o top 10. Por outro lado, a também brasileira FURIA Esports teve bons resultados nos campeonatos e passou a figurar entre os melhores times do mundo. Veja, a seguir, os destaques do competitivo do CS:GO nos primeiros setes meses de 2019.

Ascensão da Team Liquid

Team Liquid é a melhor equipe de CS:GO no momento — Foto: Divulgação/ESL Team Liquid é a melhor equipe de CS:GO no momento — Foto: Divulgação/ESL

Team Liquid é a melhor equipe de CS:GO no momento — Foto: Divulgação/ESL

A temporada 2019 do CS:GO começou com uma mudança impactante para o cenário: a Valve substituiu Cache por Vertigo nos mapas ativos no competitivo. Cache era um mapa que não trazia boas lembranças para a Liquid, com destaque para a dura derrota que a equipe sofreu contra a mousesports na final da ESL One New York 2018. Sem a Cache, os jogadores puderam se aventurar mais na Overpass, cenário onde os norte-americanos alcançaram taxa de vitórias de 85%.

A Liquid também iniciou 2019 com duas contratações importantes para sua line up: a do jogador Jake “Stewie2k” Yip, que estava na MIBR, e do coach Eric "adreN" Hoag. As peças se encaixaram no estilo de jogo de Nicholas “nitr0” Cannella e companhia e renderam grandes resultados ao time em pouco tempo.

Todas essas mudanças contribuíram para a ascensão da Liquid no ranking, que está como primeira colocada atualmente. O time, que conquistou diversos vice-campeonatos em 2018, não só venceu diversos torneios em 2019 como faturou a segunda temporada do Intel Grand Slam, que veio após a vitória da ESL One Cologne 2019.

Para fechar o bom momento nessa primeira metade de temporada, a Liquid também conquistou o IEM Chicago 2019. O sexto título consecutivo do time neste ano confirmou o seu domínio no cenário e coloca a equipe, quem sabe, no caminho para levar o segundo Intel Grand Slam e mais US$ 1 milhão (cerca de US$3,7 milhões).

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Fim da era Astralis

Após dominar o ano de 2018, Astralis ainda busca se reencontrar em 2019 — Foto: Divulgação/BLAST Pro Series Após dominar o ano de 2018, Astralis ainda busca se reencontrar em 2019 — Foto: Divulgação/BLAST Pro Series

Após dominar o ano de 2018, Astralis ainda busca se reencontrar em 2019 — Foto: Divulgação/BLAST Pro Series

Se a Team Liquid subiu no ranking, a Astralis desceu. Em 2019, o time de dinamarqueses já conseguiu dois títulos: do IEM Katowice Major 2019 e da BLAST Pro Series São Paulo. No entanto, a atuação da Astralis teve uma visível queda em relação ao ano passado, quando conquistou diversos títulos e venceu a primeira temporada do Intel Grand Slam. O desempenho do time caiu em especial na Nuke, mapa onde eles haviam alcançado uma sequência invicta de 31 jogos, mas que foi encerrada pela ENCE na BLAST Pro Series Madrid.

A conquista de menos títulos em 2019 rendeu a saída da Astralis da liderança do ranking da HLTV, que também foi motivada pela ascensão da Team Liquid e os grandes resultados da francesa Team Vitality, atual segunda colocada no ranking. Mas é importante destacar que a equipe dinamarquesa não competiu em alguns torneios importantes de CS:GO, em especial no mês de maio. Pular grandes eventos e não vencer aqueles que participou foram fatores que ajudaram em sua queda na tabela.

MIBR despenca

MIBR não vem tendo um bom desempenho em 2019 — Foto: Divulgação/ESL MIBR não vem tendo um bom desempenho em 2019 — Foto: Divulgação/ESL

MIBR não vem tendo um bom desempenho em 2019 — Foto: Divulgação/ESL

A line up da MIBR foi a brasileira melhor colocada no ranking da HLTV desde 2015. A partir do ano passado, no entanto, o time comandado por Gabriel "FalleN" Toledo teve uma queda de desempenho e não conquistou mais nenhum título de grande expressão. A má fase continuou em 2019, e a sequência de resultados ruins logo rendeu uma mudança na line up, quando João "felps" Vasconcelos foi substituído por Lucas "LUCAS1" Teles, no início de julho de 2019.

A estreia de LUCAS1 aconteceu na ESL One Cologne 2019, mas a MIBR novamente não conseguiu o resultado esperado. Desanimado com o momento da equipe, Marcelo "coldzera" David tomou a decisão de ir para o banco e procurar por novos desafios em sua carreira. Sua saída acabou obrigando o treinador Wilton "zews" Prado a jogar em seu lugar até o StarLadder Berlin Major 2019, que acontece entre os dia 23 de agosto e 8 de setembro.

O time, que já foi o melhor do mundo, fechou a primeira metade da temporada em décimo quarto lugar no ranking e sem definir quem será o substituto de cold. As expectativas são que, com a mudança, a line up encontre o caminho da vitória novamente.

Como montar um PC gamer com bom custo benefício? Participe no Fórum do TechTudo

E o sucesso da FURIA

FURIA foi a melhor equipe brasileira de CS:GO nesse primeiro semestre de 2019 — Foto: Divulgação/ECS FURIA foi a melhor equipe brasileira de CS:GO nesse primeiro semestre de 2019 — Foto: Divulgação/ECS

FURIA foi a melhor equipe brasileira de CS:GO nesse primeiro semestre de 2019 — Foto: Divulgação/ECS

Em contrapartida, a também brasileira FURIA Esports ganhou espaço no cenário internacional. Depois de passar a competir pela América do Norte em 2018, a equipe do capitão Andrei "arT" Piovezan teve bons resultados no primeiro semestre de 2019, como o vice-campeonato na DreamHack Open Rio e o Top 4 na DreamHack Masters Dallas, além de participar do Intel Extreme Masters Katowice 2019 e garantir vaga no próximo Major, o StarLadder Berlin.

A FURIA ultrapassou a MIBR no ranking logo após sua boa campanha na ECS Season 7 Finals, onde conquistou o vice-campeonato. Outras vitórias em séries contra grandes equipes no cenário, como Astralis, Team Vitality e Fnatic, também ajudaram a equipe brasileira a dar um grande salto na tabela e figurar entre as melhores do mundo. Atualmente a equipe está na nona posição do ranking.

Mais do TechTudo