Redes sociais

Por Ana Letícia Loubak, para o TechTudo


Funcionários da Microsoft têm acesso a chamadas telefônicas de usuários do Skype feitas por meio da ferramenta de tradução em tempo real do programa. Segundo reportagem publicada pela Vice nesta quarta-feira (7), com o objetivo de aperfeiçoar o serviço, um grupo de terceirizados pode ouvir conversas traduzidas pelo Skype Translator, muitas delas contendo informações privadas, como discussões de relacionamentos. Procurada pelo site de notícias, a Microsoft confirmou que analisa gravações de voz com a permissão dos usuários.

A informação veio à tona após um dos funcionários da empresa, cuja identidade não foi divulgada, revelar o trabalho para a Vice. “O fato de eu poder compartilhar um pouco das conversas com vocês mostra como é fraca a proteção de dados dos usuários”, disse o funcionário ao site.

Skype monitora conversas dos usuários para melhorar desempenho de tradutor — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo Skype monitora conversas dos usuários para melhorar desempenho de tradutor — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Skype monitora conversas dos usuários para melhorar desempenho de tradutor — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O Skype Translator, serviço de tradução do programa de mensagens, utiliza inteligência artificial para traduzir conversas em chamadas de vídeo ou voz em tempo real. Os trechos dos áudios obtidos são curtos e variam de cinco a dez segundos, mas a fonte afirmou que outras gravações podem ser mais longas.

Segundo apuração da Vice, as mensagens de voz apresentadas pela fonte tinham sido enviadas especificamente pelo aplicativo para Android do serviço. O site de notícias também obteve acesso a áudios que atestam que terceiros contratados pela Microsoft também têm acesso a comandos dirigidos à Cortana, assistente de voz da Microsoft disponível no Windows 10.

De acordo com funcionário da Microsoft, comandos da Cortana também estão disponíveis — Foto: Divulgação/Microsoft De acordo com funcionário da Microsoft, comandos da Cortana também estão disponíveis — Foto: Divulgação/Microsoft

De acordo com funcionário da Microsoft, comandos da Cortana também estão disponíveis — Foto: Divulgação/Microsoft

Embora a política de privacidade do Skype deixe explícito que a empresa pode avaliar chamadas telefônicas para melhorar a performance dos serviços habilitados por voz (como pesquisa, comandos de voz ou traduções), os termos não esclarecem que parte da análise será feita por humanos:

“Skype coleta e usa sua conversas para ajudar no desenvolvimento de produtos e serviços da Microsoft. Para ajudar a conversão e a tecnologia de reconhecimento de fala a aprender e crescer, analisamos sentenças e transcrições automáticas, e todas as correções são inseridas em nosso sistema, a fim de criar mais serviços de alto desempenho”.

Em resposta à Vice, a Microsoft disse que obtém permissão dos usuários antes de coletar e usar os dados de voz. “Nós nos esforçamos para ser transparentes sobre nossa coleta e uso de dados de voz para garantir que os clientes possam fazer escolhas informadas sobre quando suas informações são usadas”, afirmou um porta-voz da empresa.

Siri e Google Assistente passaram por polêmica de privacidade — Foto: Marvin Costa/TechTudo Siri e Google Assistente passaram por polêmica de privacidade — Foto: Marvin Costa/TechTudo

Siri e Google Assistente passaram por polêmica de privacidade — Foto: Marvin Costa/TechTudo

Polêmicas sobre privacidade

Após polêmica semelhante sobre violação de privacidade, a Apple suspendeu, na última sexta-feira (2), o programa global de monitoramento de interações com a Siri, assistente virtual do iOS. O Google, que também ouvia gravações de voz de usuários por meio da Google Assistente, interrompeu a análise dos áudios por três meses na União Europeia.

Via Vice e Skype

Como gravar vídeos do Skype no computador? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo.

Microsoft Insights: veja o Skype Translator em ação

Microsoft Insights: veja o Skype Translator em ação

Mais do TechTudo