Telefonia

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


A gigante chinesa Huawei iniciou as pesquisas referentes ao 6G em laboratórios de Ottawa, no Canadá, num projeto que conta com a colaboração de 13 universidades e institutos de pesquisa. Embora o processo de adoção das redes 5G ainda engatinhe pelo mundo e esteja atrasado no Brasil, a companhia líder em infraestrutura de telefonia passou a investigar a implementação e aplicações do futuro padrão de rede de dados que, segundo as estimativas, só deve chegar ao consumidor em 2030.

Além da Huawei, LG e Samsung também estã trabalhando em torno das redes de sexta geração.

Huawei já prepara o terreno para a implementação de redes 6G que, no entanto, não devem chegar antes de 2030 — Foto: Divulgação/Huawei Huawei já prepara o terreno para a implementação de redes 6G que, no entanto, não devem chegar antes de 2030 — Foto: Divulgação/Huawei

Huawei já prepara o terreno para a implementação de redes 6G que, no entanto, não devem chegar antes de 2030 — Foto: Divulgação/Huawei

Os estudos da Huawei antecedem até mesmo a definição de um novo padrão que oriente os rumos do que novas redes de sexta geração poderão significar em termos de velocidades e conectividade. Embora pareça bem precoce, a prática não é incomum: a mesma Huawei começou a analisar redes 5G em 2009, bem antes da publicação do padrão tecnológico do 5G, em 2018.

Como o processo é antecipado, ainda não existem perspectivas do que uma rede 6G poderá atingir em termos de performance. O que é possível é traçar comparações com o salto que o 5G promete em cima do 4G: velocidades de conexão entre 50 a 100 vezes maiores, além da garantia de baixa latência.

O processo de estudos, em todo caso, pode acabar interferindo na definição do que o 6G deverá alcançar no futuro, já que o processo de definição dos padrões de cada geração das redes móveis leva em conta pesquisas acadêmicas, além das análises e levantamentos feitos por corporações interessadas nesse mercado.

Confira o lançamento do Huawei P30 Pro no Brasil

Confira o lançamento do Huawei P30 Pro no Brasil

Além da Huawei, outras grandes rivais no setor de infraestrutura também já se movimentam nos bastidores. A Nokia original (com sede na Finlândia), a sueca Ericsson e a sul-coreana SK Telecom firmaram acordo para trabalharem juntas no processo de estudos e desenvolvimento inicial do que um dia será o 6G.

Via The Logic, TechSpot, GSM Arena (1 e 2), GizmoChina e LifeWire

Mais do TechTudo