Redes sociais

Por Paulo Alves, para o TechTudo


O Facebook pode estar preparando uma reformulação completa do Instagram Direct com a tecnologia do Messenger. Segundo fontes ouvidas pela Bloomberg, a mudança tem o objetivo de permitir que usuários conversem entre si independentemente do aplicativo escolhido. Ainda não se sabe se a rede social de fotos irá receber novas funções, mas a tendência é que o visual seja mantido mais ou menos intacto. O Instagram não respondeu ao pedido de comentários feito pela Bloomberg nesta quarta-feira (7).

A integração das plataformas do Facebook foi confirmada em evento da empresa realizado em fevereiro, pouco depois que o The New York Times havia adiantado a novidade. No anúncio oficial, Mark Zuckerberg explicou que a medida visa a, principalmente, aprimorar a segurança e a privacidade dos serviços com a implementação de criptografia ponta-a-ponta nos chats da empresa.

Instagram Direct deverá ser reformulado para se integrar com Facebook Messenger — Foto: Tainah Tavares/TechTudo Instagram Direct deverá ser reformulado para se integrar com Facebook Messenger — Foto: Tainah Tavares/TechTudo

Instagram Direct deverá ser reformulado para se integrar com Facebook Messenger — Foto: Tainah Tavares/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A integração entre as plataformas, como descreve a publicação, é tratada internamente pelos engenheiros do Facebook como uma “tarefa técnica muito pesada”. Somado a isso, teriam surgido também questionamentos de funcionários da empresa sobre a eficácia do projeto. Parte dos empregados veriam com descrédito a estratégia de Zuckerberg por julgarem que os aplicativos fazem sucesso, em parte, justamente por serem produtos independentes.

O executivo, no entanto, estaria determinado a intensificar a junção dos apps em torno da marca do Facebook. Na última sexta-feira (2), um representante da empresa confirmou ao site de tecnologia Business Insider que o Instagram e o WhatsApp mudarão de nome para "Instagram do Facebook" e "WhatsApp do Facebook" nas lojas de aplicativos justamente a fim de enfatizar a marca do Facebook.

De acordo com a reportagem da Bloomberg, a integração dos serviços também é encarada por Zuckerberg como uma compensação tardia pelo alto investimento realizado na aquisição dos aplicativos. O Instagram foi comprado por US$ 1 bilhão em 2012, e o WhatsApp por US$ 16 bilhões dois anos depois.

Para facilitar a transição, o time de desenvolvedores do Instagram já estaria respondendo diretamente à equipe do Messenger. Segundo a Bloomberg, a perda gradual de independência decorrente dos planos de Zuckerberg teria sido o estopim para a saída dos fundadores do aplicativo de fotos e vídeos, Kevin Systrom e Mike Krieger, em setembro de 2018 — um dos fundadores e então CEO do WhatsApp, Jan Koum, deixou o Facebook cinco meses antes.

Como ver mensagens do Instagram Direct pelo PC

Como ver mensagens do Instagram Direct pelo PC

Mais do TechTudo