Placas

Por Yuri Hildebrand, da Redação


A Intel revelou novos Core i3, Core i5 e Core i7 de décima geração nesta quarta (21). Os modelos, chamados de Comet Lake, têm algumas diferenças em relação aos chips apresentados anteriormente, os Ice Lake. Com arquitetura de 14 nm e voltados para produtividade – contra os 10 nm e foco em inteligência artificial da outra linha –, as CPUs vão estar disponíveis em notebooks até o final de dezembro.

Os novos processadores têm suporte a tecnologias para inicialização rápida e melhor desempenho energético dos chips, de acordo com a exigência do sistema. Ao todo são oito modelos, separados entre as séries U e Y.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Intel revela novos modelos da nova geração de processadores Core i — Foto: Divulgação/Intel Intel revela novos modelos da nova geração de processadores Core i — Foto: Divulgação/Intel

Intel revela novos modelos da nova geração de processadores Core i — Foto: Divulgação/Intel

A décima geração chega com a promessa de se adaptar às necessidades do usuário, e isso também vale para os recém anunciados Comet Lake. Apesar de não contarem com o recurso Deep Learning Boost, presente nos Ice Lake, os modelos de 14 nm oferecem uma solução térmica adaptativa ao trabalho realizado. Com a Adaptix Dynamic Tuning, o processador pode rodar com números mais altos de TDP por mais tempo.

Outra promessa da Intel é melhorar o desempenho das máquinas em trabalhos com múltiplas tarefas, inclusive em casos de uso comercial. Os novos processadores Comet Lake prometem entregar renderização até 2,5 vezes melhor, além de 2 vezes maior produtividade no Microsoft Office. Segundo a fabricante, esse seria “o melhor momento para trocar de PC”, com a décima geração dos Core i.

Uma diferença importante entre as duas linhas de CPUs está na nomenclatura. Os Ice Lake, lançados anteriormente, trazem uma nova identificação, indicando qual solução gráfica está sendo utilizada. Já os Comet Lake utilizam o padrão antigo, com as letras U e Y apontando a série do componente. A Intel afirma que os chips de 10 nm seriam mais indicados para quem busca melhores gráficos sem precisar de uma placa de vídeo dedicada. Mas, se o usuário precisa de uma máquina que apresente o máximo de performance, a escolha pelos chips de 14 nm deve ser ideal.

Novos Core i de décima geração prometem gastar menos energia e entregar performance otimizada — Foto: Divulgação/Intel Novos Core i de décima geração prometem gastar menos energia e entregar performance otimizada — Foto: Divulgação/Intel

Novos Core i de décima geração prometem gastar menos energia e entregar performance otimizada — Foto: Divulgação/Intel

Em comum, ambas as linhas contam com conectividade Wi-Fi 6 Gig+ e suporte para até quatro portas Thunderbolt 3.0, padrão mais rápido em relação ao USB 3.0. Os computadores equipados com os chips podem contar ainda com SSDs Intel Optane, que prometem acelerar o sistema para inicializar de forma mais rápida, por exemplo.

Os Core i de décima geração e arquitetura de 14 nm trazem até seis núcleos e 12 threads, placa de vídeo integrada Intel UHD Graphics, TDP de até 25 Watts e memória Cache de até 12 MB, números acima dos Ice Lake. A Intel ainda não revelou os preços dos novos modelos, mas a chegada de notebooks equipados com os processadores está prevista para até o final de dezembro. Confira a seguir a ficha técnica completa dos novos produtos:

Série U

Núcleos/Threads Cache TDP Clock Base Clock Turbo
Intel Core i7 10710U 6/12 12 MB 15/25 Watts 1.1 até 4.7
Intel Core i7 10510U 4/8 8 MB 15/25 Watts 1.8 até 4.9
Intel Core i5 10210U 4/8 6 MB 15/25 Watts 1.6 até 4.2
Intel Core i3 10110U 2/8 4 MB 15/25 Watts 2.1 até 4.1

Série Y

Núcleos/Threads Cache TDP Clock Base Clock Turbo
Intel Core i7 10510Y 4/8 8 MB 4,5/7/9 Watts 1.2 GHz até 4.5 GHz
Intel Core i5 10310Y 4/8 6 MB 5,5/7/9 Watts 1.1 GHz até 4.1 GHz
Intel Core i5 10210Y 4/8 6 MB 4,5/7/9 Watts 1.0 GHz até 4.0 GHz
Intel Core i3 10110Y 2/4 4 MB 5,5/7/9 Watts 1.0 GHz até 4.0 GHz

Qual a diferença entre processadores da Intel? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo