Campeonatos

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A ProGaming Esports é a grande campeã da segunda etapa do Circuito Desafiante 2019 de League of Legends (LoL). O título veio após uma equilibrada série melhor de cinco partidas (MD5) contra a Vivo Keyd na tarde deste sábado (17). A PRG venceu por 3-1, levou a taça, a premiação de R$12 mil e a vaga direta para a primeira etapa do CBLoL 2020, vaga que foi deixada pela rebaixada Team oNe.

Com a derrota, a Vivo Keyd precisará passar pela Série de Promoção contra a CNB e-Sports Club, sétima colocada na segunda etapa do CBLoL 2019, para buscar seu retorno à elite.

ProGaming está de volta para o CBLoL com o título do Circuito Desafiante — Foto: Divulgação/Saymon Sampaio BBL ProGaming está de volta para o CBLoL com o título do Circuito Desafiante — Foto: Divulgação/Saymon Sampaio BBL

ProGaming está de volta para o CBLoL com o título do Circuito Desafiante — Foto: Divulgação/Saymon Sampaio BBL

No primeiro jogo da grande final, Kindred, nas mãos do Caçador Jesús "Grell" Trujillo da Vivo Keyd, e Fiddlesticks, com o Suporte Willyan "Wos" Bonpam pela PRG, apareceram pela primeira vez no Circuito Desafiante. O jogo começou com a Vivo Keyd buscando o espaço e vencendo as primeiras Team Fights, sendo a principal delas no Dragão aos 14 minutos, quando abateram três jogadores adversários e adquiriram uma boa vantagem.

A PRG respondia com alguns pickoffs, mas a virada de verdade aconteceu quando o Meio Bruno "Hauz" Ferreira (Taliya) conseguiu um belo roubo de Barão, o que possibilitou sua equipe a invadir a base adversária e derrubar boa parte das estruturas. Por fim, uma luta atrapalhada da VK ao redor do Barão deu à PRG o espaço para invadir a base e derrubar o nexus.

Hauz foi o destaque da ProGaming no primeiro jogo — Foto: Divulgação/Saymon Sampaio BBL Hauz foi o destaque da ProGaming no primeiro jogo — Foto: Divulgação/Saymon Sampaio BBL

Hauz foi o destaque da ProGaming no primeiro jogo — Foto: Divulgação/Saymon Sampaio BBL

No segundo jogo, mais uma vez um grande equilíbrio por parte das duas equipes em uma partida que foi decidida por um Barão. Após a ProGaming vencer uma luta, eles partiram para o objetivo, mas a Vivo Keyd conseguiu realizar a contestação e, com a Akali de Júlio César "NOsFerus" Cruz e a Karma de Szépvölgyi "mumus100" Márió vivos, garantiram o objetivo e o controle da partida. Depois, um Ace para confirmar a vitória e o empate em 1-1 na série.

No jogo seguinte, a Vivo Keyd começou dominando o confronto. Em especial, contando com a boa atuação de NOsFerus novamente com a campeã Akali. Porém, erros de posicionamento e um dive errado na Rota Superior acabaram entregando a vantagem e deram chances para a PRG se recuperar na partida. A escolha de Twisted Fate nas mãos de Hauz também foi crucial para a virada na partida e a vitória após 36 minutos de jogo.

Keyd tinha o jogo nas mãos, mas deu o espaço para a PRG e acabou jogando fora a vantagem — Foto: Divulgação/Saymon Sampaio BBL Keyd tinha o jogo nas mãos, mas deu o espaço para a PRG e acabou jogando fora a vantagem — Foto: Divulgação/Saymon Sampaio BBL

Keyd tinha o jogo nas mãos, mas deu o espaço para a PRG e acabou jogando fora a vantagem — Foto: Divulgação/Saymon Sampaio BBL

No quarto e último jogo da série, a VK mostrou novamente um forte early game, buscando emboscadas e sabendo lidar bem com as investidas do Caçador Yan "Yampi" Petermann (Trundle). Porém, eles cometeram o mesmo erro de não aproveitar da vantagem, e a PRG, de pouco em pouco, cresceu, até encontrar uma luta favorável e conquistar o Barão. Então, ditando o ritmo da partida, a PRG venceu uma luta na Rota Inferior, invadiu a base e derrubou o nexus para fechar a série e conquistar o título da segunda etapa do Circuito Desafiante 2019.

A segunda etapa do Circuito Desafiante 2019 foi disputada a partir do dia 10 de junho até este sábado (17). As outras equipes participantes foram a RED Canids, a Havan Liberty Gaming, a Falkol e-Sports e a Rensga eSports. Tanto Falkol como Rensga ficaram com a penúltima e última colocação respectivamente na fase de grupos e precisarão jogar a Série de Promoção para permanecer no Circuito Desafiante em 2020.

Mais do TechTudo