Por Felipe Vinha, para o TechTudo


Um novo Need for Speed já foi confirmado pela produtora EA neste ano e seu nome deve ser Need for Speed Heat, de acordo com rumores recentes. Ele não apareceu na E3 2019 e nem mesmo possui qualquer detalhe anunciado – sequer plataformas confirmadas. A série que mistura velocidade com ação já tem uma longa história nos games, mas pode expandir ainda mais os horizontes. O que gostaríamos de ver na próxima versão da saga? Elegemos alguns pontos, a seguir:

Modo História

Need For Speed nunca teve um modo história forte. Na verdade quase sempre foi o ponto mais fraco do jogo, mesmo onde ele era o foco, como em Need for Speed The Run. Contudo, se apresentar um modo de história caprichado, inspirado em grandes filmes de ação com velocidade, pode ser que dê certo e se torne um exemplo de como fazer para jogos do tipo.

Need for Speed: The Run foi um dos últimos jogos da série — Foto: Divulgação/EA

Personalização

Todo game de carro atual permite personalização, então isso é meio que o mínimo esperado para um novo Need For Speed. Os jogadores, hoje, gostam de ter opções. É isso que um game do tipo deve oferecer – personalizando pinturas, skins de carros, peças, tudo nos mínimos detalhes possíveis e imagináveis.

Need for Speed Underground marcou época nos PCs e consoles — Foto: Divulgação/EA

Multiplayer competitivo

É quase que obrigatório que um Need For Speed tenha multiplayer competitivo. Jogos de automobilismo costumam se garantir neste quesito, então é algo que estamos aguardando, de verdade, para um novo jogo da série da EA. Quem sabe com algumas variedades, mas ainda focando na competição?

Need for Speed Payback é outro game recente — Foto: Divulgação/EA

Multiplayer cooperativo

Aqui teríamos uma pequena inovação, ainda que não seja exatamente novidade. Um multiplayer cooperativo no novo Need For Speed pode levar a série a novos níveis. Talvez missões específicas focadas em fuga de polícia – um jogador corre para fugir, enquanto o outro ajuda a despistar, por exemplo. Seria minimamente interessante.

Need for Speed Payback tinha gráficos avançados — Foto: Divulgação/EA

Gráficos de última geração

Não há confirmação para qual plataforma o novo Need For Speed deve sair, mas já pensou se ele for agendado para o PS5 e Xbox Scarlett? Provavelmente será o game de corrida mais bonito já lançado na história, ou ao menos é algo que esperamos com certa ansiedade. Gráficos de alto nível costumam ser padrão para os games da série da EA.

Need for Speed Hot Pursuit foi outro sucesso — Foto: Divulgação/EA

Mundo aberto

Jogos como The Crew e Burnout Paradise – este da própria EA – já provaram que games de mundo aberto com carros dão certo. Os últimos Need For Speed tentaram fazer algo próximo, mas é preciso que o próximo jogo da saga vá além e apresente algo mais semelhante aos concorrentes já citados. Não precisa ser um “GTA completo”, mas é bom que o game tenha um mapa imenso e com muitas opções de atividades livres.

The Crew 2 é um jogo de mundo aberto — Foto: Divulgação

Drivatar

Uma das melhores inovações da série Forza foi a criação do Drivatar, que pega emprestado conceitos de outros jogos para tornar a competição ainda mais acirrada. Ele permite que você tente bater o tempo de outros jogadores, sem que o oponente esteja online na mesma hora. É um sistema que já existe, de certa forma, na série Need For Speed, mas que pode ser implementado de maneira ainda mais certeira, similar ao jogo da Microsoft.

Série Forza conta com Drivatar — Foto: Divulgação/Microsoft

Variedade de veículos

Não precisa que Need For Speed tenha milhares e mais milhares de veículos, mas é bom que o jogo tenha uma enorme variedade deles, e não apenas carros. Por que não aviões, motos, barcos e até mesmo outros tipos de veículos, que não seja apenas carros de pequeno portes? Caminhões Monster, bicicletas, helicópteros – o que a imaginação permitir, sem limites para variar e dar mais opções.

Need for Speed de 2015 já demonstrava gráficos de alto nível — Foto: Divulgação/EA

Mais do TechTudo