Por Thomas Schulze, para o TechTudo


World of Warcraft Classic marca o retorno do icônico MMORPG aos PCs em comemoração aos 15 anos de seu lançamento original. A Blizzard lançará o jogo no Brasil em 27 de agosto de 2019 com o mesmo visual do título original, mas com melhorias de performance e estabilidade que tiram proveito do hardware mais moderno. Para comemorar o lançamento, confira nosso especial completo com todas as informações, detalhes e mudanças do novo game.

Retorno à Azeroth

World of Warcraft foi originalmente lançado em 2006, e redefiniu o gênero MMORPG ao estabelecer um novo paradigma de excelência com seu design impecável e mundo repleto de aventuras. Quem quiser reviver essa época ou conhecer um dos jogos mais importantes deste século pode curtir o relançamento de luxo World of Warcraft Classic, que contará com os modelos originais de personagens, as tradicionais árvores de habilidade e as mesmas mecânicas de combate da aventura original.

O relançamento usa como base a estrutura da build 1.12, que foi lançada em agosto de 2006, e permite jogar ao lado de seus amigos em cooperação online para embarcar em reides de até 40 pessoas rumo ao Núcleo Derretido, Onyxia, Maraudon e todos os desafios clássicos do game, do jeito que eles foram planejados em seu lançamento original. Conforme o tempo passar, a Blizzard já prometeu acrescentar conteúdo do Vale Alterac, o Esforço de Guerra de Ahn’Qiraj e Naxxramas.

World of Warcraft Classic: relançamento usará a build 1.12 para criar uma experiência fiel à original — Foto: Divulgação / Blizzard

Como jogar?

Se você já é assinante do World of Warcraft normal, a boa notícia é que você não precisa fazer nada para ter acesso ao Classic, pois ele não precisa ser comprado de forma avulsa: todos os assinantes tem direito ao download do game automaticamente. Se você não possui uma assinatura, basta visitar a loja da Blizzard clicando aqui. A assinatura custa US$6,30 ao mês (semestral), US$ 7,30 ao mês (trimestral) ou US$7,90 (mensal), ou R$25,83, R$ 29,93 e R$ 32,39, respectivamente.

Você precisa ter o aplicativo launcher da Battle.net em seu computador para jogar. Basta clicar aqui para fazer o download. Depois disso, abra o programa, selecione a aba World of Warcraft, e então WOW Classic no menu suspenso. Por fim, aperte o botão instalar e aguarde o fim do processo para poder jogar.

World of Warcraft Classic: basta ser assinante do jogo normal para receber o WOW Classic — Foto: Divulgação / Blizzard

Todos no nível 1

Para tornar o relançamento mais emocionante e equilibrado, todo jogador de WOW Classic vai começar sua nova jornada a partir do nível 1. Personagens antigos já upados e salvos no sistema continuam disponíveis no World of Warcraft normal, mas não serão acessíveis em WOW Classic.

Já foi confirmado que o jogo terá servidores PbE, PVP e RP, mas ainda não foram revelados detalhes sobre quantos servidores teremos ao todo, nem qual será a população máxima de cada um. O que é certo é que as atualizações serão disponibilizadas em levas de conteúdo bem espaçadas, ainda sem datas confirmadas por parte da Blizzard.

World of Warcraft Classic: quando jogo sair em 27 de agosto de 2019, todos os jogadores estarão no nível 1 — Foto: Divulgação / Blizzard

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Nada de ferramentas externas

Em WOW Classic não será possível usar add-ons que automatizam a jogabilidade, como o EZHealing ou Decursive, a fim de tornar a experiência bem raiz e hardcore. Fruto de relativa controvérsia entre a comunidade, os desenvolvedores também já confirmaram que será sim possível fazer trocas de Loot, mas que ela ficará restrita aos itens de alma obtidos em reides. Ainda sobre itens, os ecossistemas de WOW e WOW Classic serão totalmente distintos, então não será possível transferir itens entre os dois jogos.

World of Warcraft Classic: relançamento não suportará add-ons externos como o EZhealing — Foto: Divulgação / Blizzard

Diferenças entre o jogo original e WOW Classic

As principais diferenças em relação ao jogo original é que ele não rodará mais em sistemas de 32bits, mas terá suporte a monitores widescreen, além de acrescentar opções de acessibilidade como filtros para daltonismo. Além disso, será possível clicar com o botão direito em um jogador para reportá-lo por toxicidade e conduta inadequada.

O chat da Battle.net também foi integrado ao WOW Classic. Cada conta de WOW Classic suportará no máximo 10 personagens por real, 50 personagens entre todas as realms de sua região, uma facção por realm PvP. Com isso, você poderá somar até 50 personagens de WOW Classic ao mesmo tempo.

World of Warcraft Classic: a nova versão terá ferramentas de acessibilidade, como filtros de daltonismo — Foto: Divulgação / Blizzard

Edição de colecionador

Os fãs mais entusiasmados de Warcraft também poderão curtir uma edição muito especial do game, chamada de World of Warcraft 15th Anniversary Collector’s Edition. Nela, uma estátua de 10 polegadas (pouco mais de 25 centímetros) de Ragnaros acompanha um broche de Onyxia, além de um mouse pad ostentando um belo mapa de Azeroth.

O conjunto ainda trará artes impressas do jogo e brindes para curtir dentro do game, como a montaria Alabaster Thunderwing para membros da Horda, e montaria Alabaster Stonetalon para usuários da Aliança. O pacote de luxo chega em 08 de outubro de 2019 por US$99,99, cerca de R$410, na cotação do dólar turismo na data de publicação deste texto.

World of Warcraft Classic: jogo ganhará edição de luxo em outubro de 2019 — Foto: Divulgação / Blizzard

World of Warcraft trava seu PC? Confira a solução no fórum do TechTudo!

Mais do TechTudo