Celulares

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


O hábito de trocar o celular anualmente pode estar em queda nos Estados Unidos. Segundo um levantamento da consultoria Strategy Analytics, os norte-americanos levam, em média, três anos ou mais para adquirir um novo smartphone. Além disso, o estudo também mostra que, em média, um iPhone, da Apple, novo sai da loja e fica com o mesmo dono por 18 meses, intervalo pouco superior aos 16,5 meses de telefones Samsung Galaxy nas mesmas condições.

Consumidor americano prefere esperar mais por conta do preço alto e percepção da falta de inovação — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Consumidor americano prefere esperar mais por conta do preço alto e percepção da falta de inovação — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Consumidor americano prefere esperar mais por conta do preço alto e percepção da falta de inovação — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

O levantamento leva em consideração 2.500 consumidores dos Estados Unidos entrevistados via internet, com idades entre 18 e 64 anos. Segundo a pesquisa, um dos motivos para esta mudança pode estar relacionado à falta de inovação e revolução em design e tecnologia. O preço também entra nos fatores que pesam na decisão de troca, uma vez que opções que ultrapassam a barreira dos US$ 1.000 (cerca de R$ 4.035 em conversão direto) têm se tornado comuns no comércio norte-americano.

Mesmo que os prognósticos gerais não sejam bons, a consultoria aferiu que apenas a Apple e a Samsung têm uma fidelidade acima de 70%. Marcas como LG e Motorola vêm bem atrás, com uma margem de 50% consumidores que admitem fidelidade aos produtos de ambas. Ainda de acordo com a Strategy Analytics, apenas 7% da parcela de consumidores que participaram da pesquisa admitem gastar US$ 1.000 ou mais em um smartphone.

Motorola One Action, o primeiro celular com câmera estilo GoPro

Motorola One Action, o primeiro celular com câmera estilo GoPro

Mais do TechTudo