Sistemas operacionais

Por Gabrielle Ferreira, para o TechTudo


O Android 10 e o iOS 13 tiveram suas versões finais lançadas aos usuários neste mês. O Google disponibilizou seu novo sistema no último dia 3 para usuários do Pixel. Já a Apple, por sua vez, liberou o download do software do iPhone no dia 19. Ambos buscam entregar novas funcionalidades, assim como atualizações em seus recursos de segurança, para tornar os dispositivos cada vez menos suscetíveis a falhas e potenciais ameaças.

Os sistemas apresentaram mudanças em seus controles de permissões de aplicativos, tornando maior o controle do usuário sobre quem tem acesso aos seus dados. A melhoria na privacidade dos dados de localização das pessoas também foi prioridade nas novas plataformas. Confira, a seguir, comparações entre os recursos de segurança do iOS 13 e Android 10.

Android 10 (Q) vs iOS 13: veja recursos dos sistemas

Android 10 (Q) vs iOS 13: veja recursos dos sistemas

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Atualizações

Manter seus dispositivos atualizados é uma das principais formas de defendê-los de malwares e invasões. A Apple busca manter um alto padrão de atualizações, oferecendo rapidez e eficácia para seus usuários e atualizando o sistema automaticamente. Isso ocorre porque a empresa possui total controle sobre a produção e a fabricação de seus componentes e funções.

Entretanto, no Google I/O 2019, a gigante de buscas anunciou que as atualizações do Android também serão automatizadas. Dessa forma, a fabricante também deseja evitar que os usuários precisem instalá-las manualmente, tendo que reiniciar o aparelho a cada no update de segurança do sistema.

O ponto de desequilíbrio do Android em relação ao sistema da Apple, no quesito atualizações, se dá pelo fato de os diversos fabricantes lançarem suas próprias versões personalizadas do software. Dessa forma, o Google continua a não possuir controle total sobre os updates nos dispositivos com o seu sistema.

iOS 13: novo sistema da Apple foi lançado no último dia 19 — Foto: Divulgação/Apple iOS 13: novo sistema da Apple foi lançado no último dia 19 — Foto: Divulgação/Apple

iOS 13: novo sistema da Apple foi lançado no último dia 19 — Foto: Divulgação/Apple

Controle de permissão

Com o objetivo de funcionarem de forma completa, os aplicativos demandam diversas permissões para acessar o aparelho, tornando-o suscetível a vazamentos de informações pessoais. Buscando amenizar essa possível vulnerabilidade, o iOS 13 apresentou uma nova ferramenta de privacidade, o "Sign in with Apple". O recurso de segurança utiliza o ID Apple para verificar suas credenciais ao fazer login nos apps, mas não envia o endereço de e-mail ao programa.

O Android 10 possui uma seção de privacidade totalmente dedicada aos controles de permissão, no menu de configurações. Com isso, é possível verificar e bloquear solicitações de qualquer aplicativo instalado em seu dispositivo.

Android 10 trouxe aos usuários melhorias em privacidade — Foto: Divulgação/Google Android 10 trouxe aos usuários melhorias em privacidade — Foto: Divulgação/Google

Android 10 trouxe aos usuários melhorias em privacidade — Foto: Divulgação/Google

Rastreamento geográfico

Novas opções de restrição ao uso da localização foram implementadas em ambas as atualizações de sistema. As duas plataformas incluem mudanças em relação ao acesso de aplicativos aos seus dados geográficos. O usuário agora pode escolher entre negar permissões aos apps, aceitá-las ou permitir que as informações de localização possam ser acessadas somente enquanto o aplicativo estiver aberto em primeiro plano. No iOS 13, também é possível compartilhar a informação apenas uma vez.

Além disso, os sistemas oferecem a opção de compartilhar fotos sem enviar os dados geográficos junto ao arquivo. Com isso, os arquivos não deixam um rastro de dados quando passam por redes sociais, mensagens ou e-mails. No iOS 13, basta selecionar a imagem desejada, no aplicativo Fotos, clicar em "Opções", na parte superior da tela, e desativar "Local", na seção "Incluir". No Android 10, o recurso pode ser ativado no menu "Configurações" do aplicativo Fotos. Basta selecionar a opção "Remover localização geográfica".

Localização via Bluetooth

Mesmo com as permissões de localização via GPS desativadas, os dispositivos ainda podem procurar rastros de suas informações geográficas via Wi-Fi e Bluetooth. Porém, tanto o iOS 13 quanto o Android 10 oferecem controles sobre quais aplicativos possuem permissão para acessar esses sinais, aumentando consideravelmente a segurança de sua localização. No sistema da Apple, o Facebook é um dos programas que solicita acesso aos dados de Bluetooth.

Via CNET

Qual é o sistema móvel mais seguro? Comente no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo