Smartwatches

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


O Amazfit Bip é um smartwatch da Xiaomi voltado para aqueles que buscam um dispositivo para prática esportiva. Tal qual a Mi Band 4, o wearable possui bateria com promessa de longa duração (45 dias), monitora atividades físicas e traz corpo resistente à água e poeira. O relógio, no entanto, possui algumas restrições ao público brasileiro, como a tradução para o português, limitado somente aos idiomas inglês, espanhol e chinês, e a disponibilidade, uma vez que não está à venda de forma oficial no país. Confira, a seguir, todos os detalhes do relógio fitness chinês.

Amazfit Bip: visual de relógio chinês lembra Apple Watch — Foto: Divulgação/Xiaomi Amazfit Bip: visual de relógio chinês lembra Apple Watch — Foto: Divulgação/Xiaomi

Amazfit Bip: visual de relógio chinês lembra Apple Watch — Foto: Divulgação/Xiaomi

Tela e design

O Amazfit Bip conta com uma tela de 1,28 polegadas colorida. Característica similar aos paíneis do Kindle, o display promete ser antirreflexivo mesmo sob a luz solar, de acordo com a fabricante.

Quanto ao display, o wearable segue um visual parecido com o Apple Watch, com o corpo quadrado com extremidades curvas. Pesando 32 gramas e com a pulseira feita em silicone, o wearable da Xiaomi tem certificação IP68 e promete resistir a submersão em 1,5 metro de água por até 30 minutos.

Amazfit Bip: relógio depende do smartphone para funcionar — Foto: Divulgação/Xiaomi Amazfit Bip: relógio depende do smartphone para funcionar — Foto: Divulgação/Xiaomi

Amazfit Bip: relógio depende do smartphone para funcionar — Foto: Divulgação/Xiaomi

Funções

O Amazfit Bip roda um sistema da própria Xiaomi e é pensado para funcionar conectado com celulares. O relógio promete compatibilidade com iPhone (iOS) e Android e pode sincronizar dados de atividades físicas com apps e plataformas de saúde e esporte nos dois sistemas.

Entretanto, há algumas restrições. Segundo a página da Xiaomi Global, apenas suporta os idiomas inglês, espanhol e chinês, o que pode causar conflitos de caracteres em notificações. Outro impedimento, quando comparado com demais smartwatches do mercado, é a impossibilidade de se instalar apps.

O smartwatch é sincronizado com o app Mi Fit, que permite personalizar e configurar o relógio, além de ser o responsável por monitorar atividades físicas. O aplicativo está disponível para celulares de diversas marcas com Android e iPhone.

Em termos de sensores, o relógio tem medidor de frequência cardíaca, GPS e acelerômetro. A conectividade com o telefone é realizado com Bluetooth 4.2.

Bateria

O smartwatch chinês conta com bateria de 190 mAh. Segundo a Xiaomi, o componente é suficiente para oferecer 45 dias longe das tomadas com uso moderado.

Amazfit Bip: smartwatch promete 45 dias de carga — Foto: Divulgação/Xiaomi Amazfit Bip: smartwatch promete 45 dias de carga — Foto: Divulgação/Xiaomi

Amazfit Bip: smartwatch promete 45 dias de carga — Foto: Divulgação/Xiaomi

Preço

Diferentemente do Amazfit Pace, o Amazfit Bip não está à venda de forma oficial no Brasil. De toda forma, o wearable é uma opção àqueles que estão com viagem marcada ao exterior e desejam trazê-lo na bagagem com o preço sugerido de US$ 99 (cerca de R$ 410 em conversão direta).

Vale lembrar que é possível encontrar o smartwatch chinês à venda no país, no chamado mercado cinza. A prática, no entanto, não assegura que o dispositivo seja homologado pela Anatel e possua garantia fornecida pela fabricante, como sustenta as leis de defesa do consumidor no Brasil.

Via Amazfit (1 e 2)

Mais do TechTudo