Placas

Por Fernando Sousa, para o TechTudo


A RTX 2080, da Nvidia, foi lançada em 2018 e é hoje um dos modelos top de linha da empresa. O componente promete oferecer ótimo desempenho para gamers, além de permitir aos usuários explorarem os recursos de Ray Tracing e DLSS, que foram implementados pela fabricante na série RTX.

No Brasil, o modelo Founders Edition, desenvolvido pela própria Nvidia, ainda não está à venda. Sendo assim, apenas modelos de fabricantes parceiras são encontrados nas lojas oficiais, com preço médio de R$ 4.500. Confira a seguir todas as especificações da GeForce RTX 2080 e conheça os principais recursos da segunda placa mais poderosa da linha.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo.

Versão Founders Edition da RTX 2080 ainda não chegou por aqui, mas a placa está disponível por meio de fabricantes parceiras — Foto: Divulgação/Nvidia Versão Founders Edition da RTX 2080 ainda não chegou por aqui, mas a placa está disponível por meio de fabricantes parceiras — Foto: Divulgação/Nvidia

Versão Founders Edition da RTX 2080 ainda não chegou por aqui, mas a placa está disponível por meio de fabricantes parceiras — Foto: Divulgação/Nvidia

Ficha técnica RTX 2080

  • Lançamento: Agosto de 2018
  • Preço médio: R$ 4.500
  • Arquitetura: Turing
  • Nvidia CUDA Cores: 2944
  • Clock Base/Boost: 1515/1710 MHz
  • Padrão de memória: 8 GB GDDR6
  • Largura da interface de memória: 256 bit
  • Ray Tracing: Sim
  • VR Ready: Sim
  • Conectores: DysplayPort 1.4, HDMI 2.0b
  • Energia da placa: 215 Watts
  • Fonte recomendada para o sistema: 650 Watts
  • Cabos de energia complementar: 6 pinos + 8 pinos

Especificações

A RTX 2080 é uma placa desenvolvida para entregar alta performance. Por conta disso, suas especificações são muito avançadas, ficando muito próxima ao modelo mais avançado da linha, a RTX 2080 Ti. Curiosamente, o clock da RTX 2080 é maior que o da sua versão Ti, chegando a 1710 MHz.

Nos demais pontos, ela fica atrás de sua versão aprimorada, mas ainda assim são números interessantes. A VRAM do produto é de 8 GB no padrão GDDR6, que é um dos mais velozes do mercado, além de trazer interface de 256 bit que não deve comprometer o desempenho da placa pela largura de banda das memórias. Como é de se esperar de uma GPU de alto desempenho, a exigência energética é bem alta e vai demandar de uma boa fonte de alimentação.

Desempenho

Quem opta por uma RTX 2080 normalmente está em busca de uma placa capaz de rodar os games com as configurações gráficas mais elevadas. Além disso, há a possibilidade de executar os games em resoluções mais próximas aos 4K.

Para reproduzir em Full HD a placa da Nvidia deve sobrar na maioria dos jogos, oferecendo taxas de quadros superiores aos 100 fps. Já em 4K, a placa tende a entregar taxas de quadros muito próximas ao número ideal de 60 fps. Vale ressaltar que em testes em resolução 4K, a RTX 2080 fica cerca de 20% atrás do modelo RTX 2080 Ti, o que pode ser justificado pelo volume de VRAM superior do modelo mais avançado.

A RTX 2080 ja possui diversos modelos de parceiras como este — Foto: Divulgação/ EVGA A RTX 2080 ja possui diversos modelos de parceiras como este — Foto: Divulgação/ EVGA

A RTX 2080 ja possui diversos modelos de parceiras como este — Foto: Divulgação/ EVGA

Consumo

A GeForce RTX 2080 exige bastante energia para entregar todo o desempenho que é capaz de alcançar. A Nvidia recomenda a utilização de uma fonte de 650 Watts, que já não é tão incomum de ser encontrada em diversos computadores, inclusive em modelos que trazem placas com menor exigência energética.

Tanto a RTX 2080 quanto sua versão Ti utilizam dois conectores de energia complementar. Isso evidencia que, quando utilizados com todo o seu desempenho, os modelos podem fazer com que os usuários sintam a diferença na alta performance em vídeo. Vale lembrar que toda essa potência pode pesar na conta de luz, dependendo da frequência de uso.

Tipos de uso

A placa de vídeo RTX 2080 é indicada principalmente em cenários nos quais a resolução utilizada é superior ao Full HD. Sob essa demanda, a placa deve se sair muito bem. Para quem precisa trabalhar com resoluções mais próximas ao 4K, os 8 GB de VRAM podem não ser suficientes, fazendo com que os 11 GB de VRAM da RTX 2080 Ti façam mais sentido. No fim das contas as diferenças de performance entre as placas premium da Nvidia podem não justificar a mudança de preço entre os modelos.

Preço e concorrentes

No mercado nacional é possível encontrar a RTX 2080 em diferentes versões de fabricantes parceiras, trazendo inclusive soluções térmicas avançadas. Esses modelos têm preços começando em aproximadamente R$ 4.500, valor bem acima da placa imediatamente abaixo entre as RTX: a RTX 2070, que tem preço médio de R$ 2.299.

A grande concorrente da RTX 2080 é Radeon VII. O preço de lançamento das placas foi o mesmo – de U$ 699, algo em torno de R$ 2842 na cotação atual –, mas a placa da AMD possui especificações que podem atrair usuários mais entusiastas.

Radeon VII chegou para brigar no segmento de placas para entusiastas — Foto: Divulgação/ AMD Radeon VII chegou para brigar no segmento de placas para entusiastas — Foto: Divulgação/ AMD

Radeon VII chegou para brigar no segmento de placas para entusiastas — Foto: Divulgação/ AMD

A Radeon possui o dobro de VRAM em relação à RTX 2080, além de utilizar uma tecnologia mais moderna, a HBM2. A largura de banda da Radeon VII também é superior, assim como seu consumo, de 300 Watts, com dois conectores complementares de oito pinos. A placa da AMD é encontrada no Brasil por valores próximos aos R$ 4.950.

Qual placa de vídeo comprar? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo