TV

Por Pedro Cardoso, Para o TechTudo


A Xiaomi anunciou, nesta terça-feira (24), o lançamento da nova Mi TV Pro. O novo televisor promete suporte para vídeos em 8K e tem versões de 43, 55 e 65 polegadas de tamanho de tela. A pré-venda no mercado da China já começou, com preço sugerido equivalente a US$ 478, ou cerca de R$ 1.993 na cotação atual.

As TVs têm tela com resolução 4K UHF, que pode ser ideal para consoles mais recentes como PS4 Pro e Xbox One X, por exemplo. Além disso, são 32 GB de armazenamento interno, espaço que deve ser suficiente para baixar diversos aplicativos de streaming, entre outros. Por enquanto, ainda não há previsão de chegada do produto ao Brasil.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo.

Mi TV Pro está disponível em três tamanho diferentes — Foto: Divulgação/Xiaomi Mi TV Pro está disponível em três tamanho diferentes — Foto: Divulgação/Xiaomi

Mi TV Pro está disponível em três tamanho diferentes — Foto: Divulgação/Xiaomi

As especificações da Mi TV Pro trazem ainda 2 GB de memória RAM e processador quad-core com 1,9 GHz. Isso deve significar um bom funcionamento de suas funções smarts, como é o caso do assistente virtual Xiao AI, que permite ao us controlar o que é reproduzido por meio de comandos de voz. Quanto às tecnologias de som, a Mi TV Pro trabalha com os padrões Dolby Audio e DTS HD, muito utilizados em produções para cinema.

Os aparelhos contam ainda com Wi-FI 802.11ac (ou Wi-Fi 5, de acordo com a nova nomenclatura), permitindo acesso à Internet por meio de uma rede sem fio, e Bluetooth, para conectar soundbars, caixas de som, fones de ouvido, entre outros dispositivos. As outras interfaces são duas portas USB, três entradas HDMI e uma RJ-45, para conexão via cabo Ethernet.

Xiaomi: saiba o verdadeiro significado da logo e mais 4 curiosidades

Xiaomi: saiba o verdadeiro significado da logo e mais 4 curiosidades

O corpo da TV é composto de alumínio e sua base é de metal, que, segundo a Xiaomi, promete maior resistência ao peso. A parte traseira, por sua vez, conta com acabamento em fibra de carbono. O display apresenta uma borda mais fina que o comum, ocupando 97% da área frontal do televisor.

Vale destacar que, como a tela possui resolução 4K, ela só consegue atingir os 8K anunciados via upscalling, técnica que amplia a imagem por meio da inserção de pixels que não estão sendo usados. Apesar da simulação, o ganho de qualidade deve ser quase imperceptível pelo usuário. Além disso, conteúdos produzidos nesta escala de resolução ainda são raríssimos e ainda não são tão acessíveis para o consumidor final.

Via Gizchina

Existe assistência técnica da Xiaomi no Brasil? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo