Smartwatches

Por Filipe Garrett, para o TechTudo

Reprodução/News 12

A detecção automática de quedas do Apple Watch voltou a ser notícia no exterior. O americano James Prudenciano, de 28 anos, fazia trilha num parque quando escorregou e caiu de um penhasco. Ele sofreu ferimentos leves, fraturou as costas em três regiões e disse em entrevista estar convicto de que corria risco de morrer se não fosse a tecnologia do relógio da Apple.

Os sensores do Watch detectaram a queda, alertaram o serviço de emergências via 911 e uma equipe de socorro resgatou tanto o homem quanto a mulher que o acompanhava. O caso aconteceu em Nova Jersey, nos Estados Unidos, e se tornou público na segunda-feira (21).

Apple Watch 4 foi anunciado em 2018 — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Um detalhe interessante sobre a história é que a detecção de quedas e consequente chamada de um serviço de emergência é um recurso que, por padrão, estaria desativado no relógio de James. A ferramenta é idealizada pela Apple para socorrer pessoas de idade mais avançada e teve de ser ativada manualmente pelo usuário.

Além de contatar a emergência, o Watch ainda enviou mensagens para a mãe de Prudenciano alertando sobre a emergência. O recurso faz parte da linha de relógios da maça a partir da geração Series 4, de 2018. Ele usa sensores para detectar mudanças bruscas de altura, o que configura uma queda.

O relógio pergunta ao usuário se ele deseja chamar ajuda. Há um intervalo de um minuto para que a pessoa toque na tela e informe que está tudo bem. Caso contrário, o dispositivo realiza a ligação por conta própria.

Área do Parque Hartshore Woods, nos Estados Unidos — Foto: Reprodução/Google

Não é a primeira vez que o Apple Watch desempenha um papel significativo em uma situação de risco. Em setembro, um homem do estado de Washington sofreu um acidente parecido, em que, ao cair da bicicleta, acabou batendo a cabeça e ficando inconsciente. O Watch alertou familiares, inclusive com localização aproximada do acidente, algo instrumental para que o resgate fosse ágil.

Em setembro, Watch agiu em situação parecida ao alertar serviços de emergência e familiares de Bob Burdett a respeito da queda do ciclista — Foto: Reprodução/Gabe Burdett

Os novos relógios da linha do Apple Watch 5, que também contam com o recurso de emergência, chegam ao Brasil a partir de 25 de outubro. O acessório tem preços que começam em R$ 3.999 pelo modelo de alumínio e podem chegar a R$ 12.499 pelo modelo em cerâmica.

O sistema de detecção funciona também no Brasil. De acordo com a Apple, o relógio é programado para entrar em contato com órgãos capazes de realizar socorro – pode ser o Corpo de Bombeiros ou o SAMU, a depender da região da pessoa.

Com informações de News 12, Business Insider e CBS News

iPhone 11, 11 Pro e Pro Max no Brasil: veja a tabela de preços e outros detalhes

iPhone 11, 11 Pro e Pro Max no Brasil: veja a tabela de preços e outros detalhes

Mais do TechTudo