Placas
Publicidade

Por Fernando Sousa, para o TechTudo


O processador Intel Core i9 9900K é um dos mais avançados do mercado. O modelo apresenta especificações que prometem agradar tanto gamers, quanto quem procura um bom processador para produtividade, com boa quantidade de núcleos, Hyper-Threading e capacidade de overclock. O Core i9 9900K está à venda por R$ 2.579,90 na loja oficial da Intel no Brasil.

Ao todo, são oito núcleos e 16 threads, permitindo chegar a velocidades de até 5 GHz, além de 16MB de memória Cache e TDP de 95 Watts. Confira a seguir os principais pontos positivos e negativos da CPU e saiba se o produto é uma boa opção para você.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo.

Caixa do Intel Core i9 de nona geração não traz cooler. — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Pontos positivos

1. Desbloqueado para overclock

Por se tratar de um processador da linha “K”, o Intel Core i9 9900K é desbloqueado para overclock, característica importante para quem busca o máximo de performance possível. Alterar as frequências da CPU é uma tarefa que requer cuidado e investimento, uma vez que, para trabalhar com temperaturas elevadas, é necessário investir em um bom cooler. Segundo o site HWBOT, que registra marcas de overclock de todo o mundo, o chip da Intel chegou a atingir a marca de 7.6 GHz sob condições específicas.

2. Número de núcleos

Assim como outros processadores top de linha voltados para o público geral, o Core i9 9900K oferece um bom número de núcleos. Essa característica é importante principalmente para quem utiliza programas de produtividade, por exemplo, já que são necessárias diversas frentes de trabalho ao longo do dia. Com Hyper-Threading, recurso que permite a cada núcleo físico operar em duas "linhas", o chip da Intel se destaca com oito núcleos e 16 threads.

Intel Core i9 se posiciona como o principal processador de nona geração. — Foto: Divulgação/Intel

3. Clock bem elevado

Mesmo sem overclock, o Intel Core i9 9900K não deve decepcionar em relação ao desempenho. Com clock base de 3,6 GHz, a CPU chega a até 5 GHz em turbo boost. Esses números devem ser suficientes para reproduzir jogos com boa taxa de quadros ou até mesmo explorar todo o desempenho de softwares de edição, por exemplo.

Pontos negativos

Preço em relação aos concorrentes

O grande concorrente do Intel Core i9 9900K no segmento avançado é o AMD Ryzen 7 3700X, que assim como o modelo da Intel, oferece 8 núcleos e 16 threads com frequências que ficam entre 3.6 e 4.4 GHz.

Porém, pesquisando em sites especializados, é possível encontrar o processador da AMD por valores próximos aos R$ 1.800, o que é praticamente metade do valor do Intel Core i9 9900K no mercado brasileiro. Lembrando ainda que, mesmo sendo um processador de terceira geração Ryzen, é possível utilizar o Ryzen 7 3700X em diversas placas mãe compatíveis com processadores AM4 de segunda geração.

Novo Ryzen de terceira geração oferece muita velocidade e 16 núcleos por preço mais acessível que Core i9. — Foto: Divulgação/ AMD

Vídeo integrado modesto

O usuário que investe o alto valor exigido para um Intel Core i9 9900K, muito provavelmente está disposto em combinar uma solução de gráficos dedicada bem robusta, porém, o processador possui vídeo integrado, que está aquém do potencial esperado.

Uma possível solução é utilizar a solução integrada da Intell, o UHD 360. Mesmo que não seja a opção mais eficiente, usar a combinação pode dar ao usuário um PC com desempenho mais equilibrado. Vale ressaltar que a aquisição de uma placa de vídeo mais adequada pode gerar ainda mais custos para o usuário.

Vendido sem cooler

Além de investir cerca de R$ 3.000 e não ter um vídeo integrado de bom desempenho, os consumidores que decidirem comprar um Intel Core i9 9900K precisarão ainda adquirir um cooler, já que nenhum sistema de arrefecimento acompanha o processador top da Intel.

Indicado para um público avançado, é possível imaginar que os consumidores que se interessam por um processador dessa categoria possuam ou pretendam adquirir uma solução térmica avançada, mas vale ressaltar que a concorrência oferece o bom cooler Wraith em seus processadores mais caros.

Wraith é o cooler padrão da AMD para processadores top (Foto: Divulgação/AMD) — Foto: (Foto: Divulgação/AMD)

Via Intel, HWBOT

Mais do TechTudo