Times

Por Camila Iglesias, da redação


Enquanto o Flamengo eSports disputa a fase de entrada do Campeonato Mundial de League of Legends (LoL) 2019, o time completa dois anos de criação. Em outubro de 2017, o Clube de Regatas anunciou sua entrada no cenário dos esports com o time de LoL e a contratação do astro Felipe “brTT” Gonçalves. Nesses dois anos, o Rubro-Negro passou por mudanças de line up, quebrou recordes de audiência na Twitch e YouTube, e abriu portas para outros clubes de esportes tradicionais. Confira, a seguir, o que mudou desde que o Flamengo eSports foi criado e a opinião de Carlos Antunes, diretor de esports da Riot Games, sobre a trajetória do time.

Flamengo no Mundial de LoL 2019: saiba tudo

Flamengo no Mundial de LoL 2019: saiba tudo

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Flamengo: do Circuitão ao Mundial

O time de LoL do Flamengo foi oficialmente anunciado no dia 6 de outubro de 2017, com a compra da vaga da Merciless Gaming no Circuito Desafiante, segunda divisão do LoL brasileiro. A diretoria clube havia prometido desde o início que o time de esports seguiria os passos do futebol, com grandes nomes do cenário. Já em novembro, o Clube anunciou a contratação do treinador Gabriel “Mit” Souza, que era coach da paiN Gaming quando a equipe disputou o Worlds 2015. A campanha do time ficou conhecida como a melhor performance do Brasil no torneio.

Depois disso, o time anunciou peneiras para disputar o primeiro split do Circuitão 2018, mas surpreendeu a todos ao contratar um dos maiores jogadores do cenário brasileiro de LoL. Carioca e flamenguista, brTT foi confirmado no time durante a CCXP 2017, e é o único integrante da line up original que está no time até hoje.

Primeiros contratados do Flamengo eSports — Foto: Divulgação/Flamengo eSports Primeiros contratados do Flamengo eSports — Foto: Divulgação/Flamengo eSports

Primeiros contratados do Flamengo eSports — Foto: Divulgação/Flamengo eSports

Mesmo com pouco tempo de vida, o Flamengo estreou no Circuitão com boa campanha e recordes de audiência. Todos os cinco jogos mais assistidos do primeiro split de 2018 tinham o Rubro-Negro na disputa. No Rift, o time também não fez feio, e logo de primeira, garantiu a vaga na grande final do torneio contra a Ilha da Macacada Gaming. O Flamengo foi vice-campeão, mas venceu a Team oNe na Série de Promoção e avançou confiante para o CBLoL.

Na elite do LoL, o Rubro-Negro deslanchou. Com campanhas de muito destaque e chegando às finais de todos os splits que disputou, a “maior torcida do Brasil” mostrou que sua força nos esports era tão grande quanto no futebol. De acordo com o site Esports Charts, que considera a audiência de transmissões apenas no YouTube e na Twitch, o Flamengo teve as cinco partidas mais assistidas de todos os três splits de CBLoL que já disputou. O primeiro título da equipe veio recentemente, no segundo split de 2019, quando o time de brTT venceu a INTZ por 3 a 2 em uma final intensa na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro. Com mais de 9 mil espectadores presenciando a vitória, a disputa bateu o recorde de 315 mil pessoas assistindo ao jogo simultaneamente, um número nunca antes visto no campeonato.

Os números não chegam a surpreender, já que no futebol o Rubro-Negro também lidera a audiência de jogos do Brasileirão. O time de LoL segue o mesmo caminho da equipe dos gramados: aposta em jogadores carismáticos, traz grandes promessas internacionais para o seu elenco, como os coreanos Han “Luci” e Lee "Shrimp", e cria diversos conteúdos para os torcedores.

League of Legends para celular é verdade? Comente no Fórum do TechTudo

Primeiro título do Flamengo no LoL veio em 2019 — Foto: Divulgação/Riot Games Primeiro título do Flamengo no LoL veio em 2019 — Foto: Divulgação/Riot Games

Primeiro título do Flamengo no LoL veio em 2019 — Foto: Divulgação/Riot Games

Um novo público

Para o diretor de esports da Riot Games no Brasil Carlos Antunes, o Rubro-Negro conquistou um espaço interessante no cenário, “ganhando o coração” de espectadores que não torciam por nenhum time ou que apenas acompanhavam alguns jogadores. “O Flamengo é sem dúvida um dos times que tem mais audiência nos nossos jogos. A comunidade é muito engajada e encontrou no LoL mais um lugar do Clube do coração. Certamente o engajamento do público do Flamengo teve um efeito dentro do CBLoL que é muito interessante”, disse. Caco também acredita que a criação do time gerou uma curiosidade sobre o jogo, fazendo com que torcedores de outras modalidades tivessem o primeiro contato com o LoL.

Esse foi o caso de João Gabriel Bandeira. Flamenguista desde pequeno, o estudante de 22 anos sempre frequentou o estádio do time na Gávea para assistir aos jogos de basquete e outras modalidades que o Clube disputava. Com o anúncio do time de LoL em 2017, João começou a assistir às partidas do Circuitão por causa do time e desconstruiu a visão que tinha do jogo. "Sempre gostei de jogos eletrônicos e jogava FIFA e Counter-Strike. Mas nunca tinha cogitado jogar LoL e nunca fui fã de jogos RPG com elementos de magia e personagens, porque achava que era infantilizado", conta. Com o tempo, João passou a acompanhar todos os torneios do MOBA e há um ano começou a jogar com amigos que também conheceram o LoL pelo Flamengo.

Além disso, o flamenguista percebeu que algumas vezes prefere assistir às partidas do CBLoL do que ao próprio futebol. Na final do segundo split do CBLoL 2019, por exemplo, ele deixou de assistir ao jogo contra o Avaí para ver o Fla Esports vencer a INTZ e garantir a vaga para o Mundial. "Hoje em dia, o LoL faz parte da minha rotina do fim de semana, e quando não consigo ver o jogo, assisto ao replay", conta. João diz que o futebol ainda faz mais parte da sua vida por ser mais conhecido no seu ciclo social e ter mais conteúdos para ler e assistir, mas que tenta fazer com que mais torcedores como ele conheçam melhor o jogo. "Se não fosse pelo Flamengo eu nunca teria desconstruído meu pensamento do LoL e nunca teria começado a jogar. Hoje em dia acompanho não só o Fla, mas o cenário brasileiro como um todo, e os amigos que me acompanham no Maracanã também jogam comigo", finaliza.

Flamengo chegou às três finais de CBLoL que disputou — Foto: Divulgação/Riot Games Flamengo chegou às três finais de CBLoL que disputou — Foto: Divulgação/Riot Games

Flamengo chegou às três finais de CBLoL que disputou — Foto: Divulgação/Riot Games

A entrada de clubes de times tradicionais nos esports já aconteceu em outras ligas. É o caso da Schalke 04, clube de futebol alemão que disputa a liga europeia de LoL, e dos Golden Guardians, equipe da liga americana que é afiliada ao time da NBA Golden State Warriors. No Brasil, dois grandes times já se juntaram ao Flamengo nos esportes eletrônicos. O Santos anunciou sua entrada nos esports em março de 2018, e já conta com times de LoL e FIFA e Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). Já o Corinthians fez uma parceria com a RED Canids para o LoL em 2017, e agora firmou aliança com a norte-americana Immortals para lançar seu time de CS:GO.

Por mais que o cenário de LoL no Brasil já conte com muitas organizações com torcidas consolidadas, como a INTZ e a paiN, o Flamengo pode ser uma inspiração para que outros clubes de esportes tradicionais vejam os esports como o futuro de suas marcas. Carlos Antunes acredita que há espaço para mais times de modalidades tradicionais nos esports e no CBLoL. Para ele, as equipes que têm uma relação muito forte com a comunidade conquistarão seu espaço nas ligas. “Vão se dar bem as marcas que entenderem bem como fazer essa migração, e que os esports são uma parte legítima da relação delas com os torcedores”, conclui.

Por enquanto, o Rubro-Negro é o único clube de futebol que disputa a elite do LoL brasileiro. Por mais que a expectativa seja de que isso mude nos próximos anos, o Flamengo eSports está representando muito bem a marca tradicional nos esportes eletrônicos. O contrato dos jogadores termina com o fim do Mundial, em novembro, mas a comunidade espera que o time volte da competição ainda mais forte e mantenha o mesmo nível para o próximo ano.

Mais do TechTudo