Celulares

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


O processador A13 Bionic, presente nos novos iPhone 11, 11 Pro e 11 Pro Max, superou os chips em celulares rivais e ainda chegou perto de CPUs usadas em computadores tradicionais. A conclusão está em um teste realizado pelo site especializado AnandTech. Numa das comparações de maior destaque, a performance bruta do A13 bateu a pontuação obtida por Core i9 9900K e Ryzen 9 3900X, alguns dos melhores componentes da Intel e da AMD no momento.

Os novos aparelhos da Apple chegaram às lojas nesta sexta-feira (18) por valores que começam em R$ 4.999 e chegam a R$ 9.599.

A13 Bionic entrega 20% mais performance que o A12 Bionic — Foto: Thássius Veloso/TechTudo A13 Bionic entrega 20% mais performance que o A12 Bionic — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

A13 Bionic entrega 20% mais performance que o A12 Bionic — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Se comparado ao A12 Bionic, do ano passado, o A13 ganhou 20% mais performance, margem que foi suficiente para que o A13 obtivesse o dobro da pontuação do Asus ROG Phone 2 no teste WebXPRT, que simula acesso à internet.

Para colocar o resultado em perspectiva, é preciso ressaltar que o ROG Phone 2 é o celular Android mais rápido do mundo, tirando proveito do Snapdragon 855 Plus, o melhor processador que a Qualcomm tem a oferecer no momento.

No teste SPECInt2006, que mede a capacidade do processador em calculos matemáticos com números inteiros, o A13 Bionic chegou a atingir pontuações maiores que CPUs premium de Intel e AMD. Foram 52,82 pontos para o A13, 54,28 para o Core i9 9900K e 49,02 do Ryzen 9 3900X.

Em testes de aprendizado de máquina, que verificam a capacidade de processamento em tarefas de inteligência artificial, o A13 Bionic também saiu na frente. A CPU da Apple venceu três das quatro baterias de testes, ficando atrás do Galaxy S10 Plus com Exynos 9820 em apenas uma delas.

Testes confirmam promessa da Apple: A13 Bionic sobra diante dos processadores dos rivais com Android — Foto: Reprodução/Apple Testes confirmam promessa da Apple: A13 Bionic sobra diante dos processadores dos rivais com Android — Foto: Reprodução/Apple

Testes confirmam promessa da Apple: A13 Bionic sobra diante dos processadores dos rivais com Android — Foto: Reprodução/Apple

A sucessão de vitórias continuou nos testes computacionais e de performance gráfica, que viu o A13 vencer aparelhos famosos como o OnePlus 7 Pro. Em termos gráficos, o A13 não só é mais rápido, como de quebra ainda registra temperaturas relativamente amenas, na faixa dos 41° Celsius, mesmo depois de uma jornada intensiva de uso. Tanto quanto menos o hardware esquenta, mais eficiente ele é energeticamente e menos bateria é desperdiçada.

O A13 Bionic é formado por seis núcleos de processamento, divididos em uma dupla de alta performance e outros quatro, que destinados a trabalhos menos intensivos, economizam energia. Construído num processo de 7 nanômetros, a CPU da Apple, o A13 atinge velocidades de 2,65 GHz em seus núcleos de performance e de 1,8 GHz nos demais.

iPhone 11, 11 Pro e Pro Max no Brasil: veja a tabela de preços e outros detalhes

iPhone 11, 11 Pro e Pro Max no Brasil: veja a tabela de preços e outros detalhes

Mais do TechTudo