Campeonatos

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


O PUBG Global Championship (PGC) 2019, mundial de PlayerUnknown's Battlegrounds, vai usar vendas de itens exclusivos dentro do game para aumentar seu prêmio total. O anúncio foi feito pela PUBG Corporation nesta quinta-feira (17). Segundo a desenvolvedora, a final do PGC contará com a premiação inicial de R$ 8 milhões. Esse valor, no entanto, vai aumentar com 25% da receita obtida com a venda de itens dentro do Battle Royale. Entenda, a seguir, como esse tipo de sistema funciona e como ele pode fazer essa cifra aumentar incrivelmente.

PlayerUnknown's Battlegrounds é um Battle Royale com download para PC (Steam), Xbox One e PS4. O game também tem uma versão mobile para baixar em celulares Android e iPhone (iOS). O PUBG Global Championship 2019 vai encerrar a temporada competitiva do jogo para consoles e computadores.

PGC 2019 terá prêmio milionário, que começa em R$ 8 milhões — Foto: Divulgação/PUBG Corporation PGC 2019 terá prêmio milionário, que começa em R$ 8 milhões — Foto: Divulgação/PUBG Corporation

PGC 2019 terá prêmio milionário, que começa em R$ 8 milhões — Foto: Divulgação/PUBG Corporation

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Inspiração no DotA 2

A venda de itens exclusivos dentro de jogos para aumentar prêmios nos esports já é usada em alguns torneios e é conhecida por render cifras milionárias. O torneio mais famosos que usa um método é o The International, DotA 2. Desde a sua terceira edição, a maior parte dos valores distribuídos na competição da Valve é arrecadada por meio de micro transações dentro do game, que recompensa o apoio dos jogadores players com itens inéditos.

No sistema do jogo, o usuário cumpre objetivos para subir de nível e receber mais artigos especiais. Conforme avançam, os compradores recebem novas texturas para o mapa, efeitos visuais alternativos, ícones de suas equipes favoritas, mais estampas de spray e outras recompensas.

O sistema rendeu ao DotA 2 o título de jogo que mais premiou na história dos games competitivos. Segundo o site Esports Earnings, o game distribuiu mais de U$ 200 milhões (mais de R$ 800 milhões em conversão direta) até outubro de 2019. A última edição do The International ultrapassou a marca de US$ 34 milhões (cerca de R$136 milhões) em prêmios, valor recorde para um único campeonato.

Como montar um PC gamer barato que rode GTA 5 e CS:GO? Veja qual escolher no Fórum TechTudo

Formato adotado no PUBG segue padrão do DotA 2, com The Internacional — Foto: Divulgação/Valve Formato adotado no PUBG segue padrão do DotA 2, com The Internacional — Foto: Divulgação/Valve

Formato adotado no PUBG segue padrão do DotA 2, com The Internacional — Foto: Divulgação/Valve

PUBG Global Championship

Os jogadores poderão adquirir seus itens no PUBG a partir do dia 5 de novembro, e também poderão apoiar as equipes participantes e aumentar o nível da competição. A desenvolvedora também informou que outros 25% da comercialização dos itens vão para as equipes participantes do PGC. Os investidores poderão apostar na equipe vencedora e, quem acertar a campeã, ainda recebe recompensas exclusivas que ainda não foram reveladas.

O PUBG Global Championship acontece do dia 8 ao dia 24 de novembro. Ao todo, serão três finais de semanas de confrontos. A Fase de Grupos será do dia 8 ao dia 10 de novembro, enquanto as semifinais ocorrem do dia 15 ao dia 17 do mesmo mês. Ambas as fases serão sediadas na OGN Super Arena, localizada em Los Angeles, Estados Unidos. Já a Final ocorre nos dias 23 e 24 de novembro na Oakland Arena, em Oakland, Estados Unidos, e define o grande campeão do PGC.

A fina do torneio vai reunir 32 das melhores equipes do mundo. Duas vagas serão de times da LATAM PUBG Pro Series (LPPS), circuito oficial da América Latina. Equipes brasileiras, como a Red Canids e a FURIA Esports, participam da etapa regional.

Mais do TechTudo