Por Julio Puiati , para o TechTudo


As transmissões ao vivo, as "streams", são um verdadeiro fenômeno mundial. No universos dos games, os vídeos ao vivo se tornaram muito populares com jogadores como Tyler “Ninja” Blevins e o brasileiro Felipe "YoDa" Noronha. Os influenciadores fazem sucesso em plataformas como Mixer, Twitch TV, YouTube e Facebook, com suas streams de jogos como Fortnite e League of Legends (LoL). Entenda, a seguir, a origem das plataformas de streaming e conheça os principais brasileiros do cenário.

O que significa streaming e streamer?

alanzoka é maior streamer brasileiro da Twitch — Foto: Twitter/alanzoka alanzoka é maior streamer brasileiro da Twitch — Foto: Twitter/alanzoka

alanzoka é maior streamer brasileiro da Twitch — Foto: Twitter/alanzoka

Antes de entender a palavra ''streamer'', é preciso compreender o significado de ''streaming''. Trata-se de uma tecnologia que possibilita a transmissão online de áudio e vídeo através de dispositivos sem armazenamento prévio. Isso faz com que os usuários consigam consumir conteúdos de maneira instantânea e sem a necessidade de downloads, pois o fluxo de dados é feito em tempo real.

Embora o mecanismo tenha sido inventado na década de 90, o serviço de streaming se popularizou nos tempos atuais graças à otimização da Internet banda larga. Além do surgimento de aplicativos como Spotify (música) e Netflix (séries/filmes/documentários), a tecnologia também viabilizou as transmissões ao vivo.

Streamer, portanto, é qualquer pessoa que realize o ato do streaming, ou seja, transmissão de conteúdo em alguma plataforma. No mundo dos jogos e esports, essa prática se tornou cada vez mais popular, pois estreita laços entre influencers e público. Nas ''streams'' ou ''lives'' de games, os jogadores basicamente transmitem gameplays ao vivo e interagem com os espectadores.

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A origem das streams

Ninja é considerado o maior streamer da atualidade — Foto: Twitter/Ninja Ninja é considerado o maior streamer da atualidade — Foto: Twitter/Ninja

Ninja é considerado o maior streamer da atualidade — Foto: Twitter/Ninja

Não se sabe ao certo em qual data foi realizada a primeira transmissão ao vivo de jogos, mas é um consenso da comunidade que as streams se popularizaram com a evolução de duas plataformas precursoras: Twitch (ex-Justin.tv) e YouTube, ambas no final dos anos 2000. As lives transformaram-se em fenômenos de audiência, o nicho dos videogames ganhou cada vez mais seguidores e o hábito tornou-se elemento essencial à cultura gamer.

Com o passar dos anos, outras plataformas de streaming foram criadas para abastecer um público que crescia exponencialmente: afreecaTV (2011), Azubu (2012), Cube TV (2015), Mixer (2016) e Smashcast (2017). O sucesso das streams de jogos foi tão grande que levou gigantes de outras áreas, como o Facebook, a desenvolver ferramentas específicas para gamers.

Profissão streamer

YoDa é jogador de League of Legends e streamer — Foto: Divulgação/Riot Games YoDa é jogador de League of Legends e streamer — Foto: Divulgação/Riot Games

YoDa é jogador de League of Legends e streamer — Foto: Divulgação/Riot Games

Realizar transmissões ao vivo se tornou uma profissão no Brasil e no mundo inteiro. Além dos pro players, que dedicam parte do seu tempo fora de treinamentos e campeonatos para se aproximar dos fãs, existem jogadores que se dedicam exclusivamente às streams. Tyler "Ninja", Michael ''imaqtpie'' e Michael ''Shroud'', por exemplo, são considerados uns dos streamers mais populares da atualidade no mundo.

O Brasil também conta com nomes de peso no cenário. Alan ''alanzoka'', jogador de Fortnite, Apex Legends e Overwatch, foi o primeiro brasileiro a alcançar dois milhões de seguidores na Twitch. Atualmente, ele é o streamer da língua portuguesa mais assistido da plataforma com 2,2 milhões de followers. Completam o top 3 da Twitch Felipe ''YoDa'', profissional de League of Legends com 1,4 milhão de seguidores, e Flávio ''Jukes'', também do LoL, com 1 milhão.

Mais do TechTudo