Por Victor de Abreu, para o TechTudo


Mais 2,7 mil jogadores de PUBG Mobile foram banidos do game por dez anos. O anúncio foi feito pela desenvolvedora PUBG Corporation nesta terça-feira (8). O motivo do banimento seria o uso de programas ilegais pelos players. A maioria das suspensões foi ocasionada por modificações ilegais no jogo, mas muitos usuários também foram pegos usando hacks e cheats, como programas que possibilitam o uso da mira automática no Battle Royale.

Um dia antes, na segunda-feira (7), outros 2,4 mil jogadores já haviam sido suspensos pela PUBG Corp por conta dos mesmos tipos de infrações. Foram mais de 5 mil jogadores banidos por 10 anos em apenas dois dias, o que mostra a dedicação da desenvolvedora em proteger a integridade e a competição na versão mobile de PlayerUnknown's Battlegrounds.

PUBG Mobile tem mais uma enorme onda de suspensões por uso de programas ilegais — Foto: Divulgação/PUBG Corp PUBG Mobile tem mais uma enorme onda de suspensões por uso de programas ilegais — Foto: Divulgação/PUBG Corp

PUBG Mobile tem mais uma enorme onda de suspensões por uso de programas ilegais — Foto: Divulgação/PUBG Corp

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Segundo a desenvolvedora, eles buscam tornar PUBG Mobile um jogo agradável e justo, livre de qualquer tipo de trapaceiro que queira acabar com a diversão de outros jogadores. A suspensão de uma década é considera rigorosa pela comunidade, e demonstra que a desenvolvedora leva bastante a sério esse tipo de infração, e que continua trabalhando para tornar o Battle Royale o mais justo possível para todos.

Todos os jogadores suspensos tiveram seus apelidos, seus servidores e suas infrações divulgados pela desenvolvedora. Além disso, aproveitando a onda de banimentos, a PUBG Corp também incentivou seus players a sempre reportarem qualquer usuário suspeito de utilizar algum tipo de programa ilegal em suas partidas.

Quais são os piores jogos para celular? Opine no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo