Campeonatos

Por Lucas Batista, para o TechTudo


StarCraft II (2) é um jogo de estratégia desenvolvido pela Blizzard disponível para download no PC e Mac. O game foi lançado em 2010 e até hoje está presente no cenário competitivo. Segundo o site Esports Earnings, o jogo é o quinto que mais premiou em torneios: já distribuiu mais de US$ 31 milhões (R$ 126 milhões na cotação atual) em cerca de cinco mil campeonatos. O título aparece a frente de jogos como Overwatch, Hearthstone e PlayerUnknown's Battlegrounds (PUBG). Confira, a seguir, tudo sobre o cenário competitivo de StarCraft II.

O competitivo de StarCraft 2 segue na ativa — Foto: Divulgação/Blizzard

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Desenvolvimento do cenário

O primeiro StarCraft fez sucesso mundial nos anos 2000, mas foi destaque principalmente na Coreia do Sul, com efeito nas lan houses coreanas similar ao que Counter-Strike 1.6 teve no Brasil. Com isso, StarCraft II usou desse legado e foi um sucesso instantâneo em 2010, sendo um dos jogos mais assistidos naquele ano. Além disso, a Blizzard construiu, em 2012, a World Championship Series, circuito de torneios oficiais com premiações altas.

Apesar disso, a popularidade do game caiu em 2013 por conta da concorrência de outras modalidades de esports. Porém, a WCS se consolidou, com as premiações aumentando ano após ano. Em 2017 e 2018, o campeonato distribuiu a quantia de US$ 700 mil (R$ 2,84 milhões). O valor é ainda mais impressionante considerando que os jogadores atuam individualmente nas competições, ou seja, não precisam repartir o prêmio.

O palco dos Jogos Olímpicos de Inverno, na Coreia do Sul, já cedeu espaço ao StarCraft II — Foto: Divulgação/ESL

Torneios atuais

Já com nove anos de lançamento, StarCraft II ainda conta com campeonatos ativos. Os maiores pertencem à StarCraft II World Championship Series, circuito de torneios oficiais organizados pela Blizzard em parceria com emissoras, como a DreamHack, ESL, StarLadder e AfreecaTV, a Twitch TV da Coreia do Sul. Dentre os torneios da WCS estão a WCS Inverno, IEM Katowice, Global StarCraft League (GSL), além de outros.

Além das competições da WCS, outras ligas também organizam torneios. Dentre elas está a StarCraft II: Nation Wars, que começou em setembro e acabará em dezembro de 2019. Esse campeonato reúne 24 países distintos, dentre eles o Brasil, com quatro representantes de cada nacionalidade disputando a premiação de US$ 40 mil (R$ 162 mil na cotação atual). Os brasileiros na edição deste ano são Diego "Kelazhur" Schwimer, Erik Braga Bermelho, Daniel "TurkeyDano" Fernandes e Thiago "TerraN" Tótola.

Com 24 países, a Nation Wars é um dos principais torneios de StarCraft II no momento — Foto: Divulgação/O'Gaming

Times no cenário

StarCraft II foi palco para participação e desenvolvimento de diversas organizações famosas em outros jogos. Alguns exemplos são Jin Air Green Wings, Team Liquid, Invictus Gaming, Denial eSports, Splyce e Evil Geniuses. A Jin Air é conhecida por ser a organização que mais arrecadou dinheiro em premiações de todo o jogo, com seus atletas sendo majoritariamente sul-coreanos.

A Team Liquid nasceu no StarCraft e, assim como a Evil Geniuses, participou ativamente no cenário, organizando ligas. Ambas foram algumas das franquias mais bem sucedidas fora da Coreia do Sul, país dominante no game. Com o desenvolvimento dos esports, as organizações migraram para outros jogos, como League of Legends, DotA 2 e Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), onde fazem sucesso nos dias de hoje.

A Jin Air Greenwings é a equipe mais lucrativa no StarCraft II — Foto: Divulgação/Mineski

Mais do TechTudo