Celulares

Por Paulo Alves, para o TechTudo


O LG K10 Power é um celular de entrada da LG com foco em autonomia de uso que chegou ao Brasil em fevereiro de 2017 pelo preço sugerido de R$ 1.399. Ele se destaca pela bateria com grande capacidade, além de recurso de TV digital. Passados mais de dois anos do lançamento, o modelo segue muito buscado na internet. Um dos possíveis motivos é a queda no preço superior a 30%: no varejo online, seu valor já está abaixo do patamar de R$ 1.000. Veja a seguir os principais pontos positivos e negativos do telefone da LG e saiba se a compra vale a pena.

Veja prós e contras do LG K10 Power — Foto: Divulgação/LG Veja prós e contras do LG K10 Power — Foto: Divulgação/LG

Veja prós e contras do LG K10 Power — Foto: Divulgação/LG

PONTOS POSITIVOS

Bateria grande

Um dos principais atrativos do LG K10 Power é a bateria poderosa de 4.400 mAh, capacidade que supera boa parte dos celulares rivais na mesma faixa de preço. Com essa carga, o telefone não deve ter problemas para ficar um dia inteiro em funcionamento sem precisar repor energia. A fabricante não informa números oficiais de duração da bateria.

TV digital

O LG K10 Power é um dos celulares da LG que vêm com função de TV digital, que dispensa conexão à Internet para assistir a canais de TV aberta. O modelo vem com um adaptador de fone de ouvido que funciona como antena para ampliar a recepção e conta com função integrada de gravador, que permite salvar programas ao vivo para assistir depois.

LG K10 Power traz câmera frontal com lente grande angular de 120º — Foto: Divulgação/LG LG K10 Power traz câmera frontal com lente grande angular de 120º — Foto: Divulgação/LG

LG K10 Power traz câmera frontal com lente grande angular de 120º — Foto: Divulgação/LG

Selfies com flash e ângulo aberto

As câmeras do smartphone não trazem alta resolução (13 MP e 5 MP na frente), mas há alguns recursos para selfies que podem agradar. O telefone traz flash frontal para iluminar cenas e tirar fotos em ambientes escuros e conta com lente ultra wide que permite fotografar e filmar cenários mais abertos, em ângulo de 120° similar ao usado em câmeras de ação como a GoPro Hero Black.

PONTOS NEGATIVOS

Design ultrapassado

O design do K10 Power envelheceu rápido em comparação com celulares mais novos vendidos na mesma faixa de preço. A quantidade excessiva de bordas deixa corpo grande demais para uma tela de apenas 5,5 polegadas. Rivais como os Galaxy A20, que tem valor similar e traz especificações superiores e visual mais moderno, com display de 6,4 polegadas em dimensões totais mais compactas.

LG K10 Power tem tela com muitas bordas — Foto: Divulgação/LG LG K10 Power tem tela com muitas bordas — Foto: Divulgação/LG

LG K10 Power tem tela com muitas bordas — Foto: Divulgação/LG

Android antigo

A LG lançou o celular no começo de 2017 com o Android 7 (Nougat) e nunca chegou a liberar atualizações para versões mais recentes. Smartphones mais atuais já saem de fábrica com Android 9 (Pie) e possibilidade de receberem o Android 10 em breve.

O software no K10 Power não traz o antivírus Play Protect, tem gasto de energia menos otimizado e conta com muito menos funções de privacidade introduzidas em versões posteriores. Há ainda questões de segurança envolvidas, já que atualizações do Google costumam vir com correções de vulnerabilidades mais sérias que não podem ser solucionadas pelos pacotes mensais distribuídos pelo fabricante.

Armazenamento limitado

O armazenamento de 32 GB tende a ser insuficiente para a maioria dos usuários. O valor é nominal, e costuma ser muito menor ao considerar o espaço consumido pelo sistema operacional: ao ligar o smartphone pela primeira vez, ele já pode ter facilmente mais de 20% da memória ocupada.

Essa especificação é um limitante especialmente para quem recebe muitas fotos, vídeos e GIFs no WhatsApp ou deseja baixar jogos no celular. A tendência é que, em poucos meses, o telefone exiba a mensagem “armazenamento quase cheio” e apresente engasgos decorrentes do armazenamento lotado. Já é possível encontrar aparelhos de 64 GB com preço similar. Um exemplo é o Galaxy M30, comercializado por cerca de R$ 950 no varejo online.

Chip MediaTek pode limitar desempenho de jogos mais exigentes — Foto: Divulgação/LG Chip MediaTek pode limitar desempenho de jogos mais exigentes — Foto: Divulgação/LG

Chip MediaTek pode limitar desempenho de jogos mais exigentes — Foto: Divulgação/LG

Ficha técnica simples

Embora tenha bateria potente para rodar jogos por várias horas, o LG K10 Power pode não oferecer o desempenho esperado. Ele vem equipado com um chip simples, produzido pela MediaTek, que oferece resultados modestos em atividades mais intensas. Títulos com um pouco mais de gráficos, por exemplo, podem apresentar lentidão.

A memória RAM de 2 GB, embora seja comum para essa faixa de preço, também não ajuda na agilidade ao alternar entre apps no dia a dia. O K10 Power também não tem sensor de impressões digitais, recurso considerado básico em smartphones de praticamente qualquer categoria em 2019.

Ficha técnica do LG K10 Power

  • Tela: 5,5 polegadas
  • Resolução da tela: HD (1280 x 720 pixels)
  • Processador: MediaTek MT6753 (octa-core de 1,5 GHz)
  • Memória RAM: 2 GB
  • Armazenamento: 32 GB
  • Cartão de memória: microSD, de até 2 TB
  • Câmera principal: 13 megapixels
  • Câmera frontal: 5 megapixels
  • Sistema operacional: Android 7 (Nougat)
  • Bateria: 4.400 mAh
  • Dimensões e peso: 154,7 x 78,1 x 8,49 mm; 164 g
  • Cores: Indigo, Dourado e Titânio
  • Lançamento: fevereiro de 2017
  • Preço de lançamento: R$ 1.399
  • Preço atual (comércio eletrônico): cerca de R$ 870

Com informações da LG (1 e 2)

Mais do TechTudo