Placas

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


A AMD revelou, nesta quinta-feira (7) a terceira geração dos processadores top de linha Threadripper. A linha para desktop ganhou dois modelos: o 3960X e o 3970X, com 24 e 32 núcleos, respectivamente. Além disso, a fabricante também lançou o novo Ryzen 9 3950X, de 16 núcleos, com chegada prevista para o próximo dia 25 de novembro com preço de US$ 749, algo em torno de R$ 3.067 na cotação atual.

Os novos componentes da linha Threadripper trazem até 140 MB de memória cache e prometem velocidades de até 4,5 GHz, além de suporte ao padrão PCIe 4.0. Segundo a marca, a performance dos novos produtos deve ser aproximadamente 47% superior aos rivais diretos da Intel. Os preços ficam em US$ 1.399 e US$ 1.999, cerca de R$ 5.730 e R$ 8.187, respectivamente.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Threadripper 3970X promete bater o i9 9980XE da Intel em até 47%, segundo a AMD — Foto: Divulgação/AMD Threadripper 3970X promete bater o i9 9980XE da Intel em até 47%, segundo a AMD — Foto: Divulgação/AMD

Threadripper 3970X promete bater o i9 9980XE da Intel em até 47%, segundo a AMD — Foto: Divulgação/AMD

Dos novos Threadrippers, o mais em conta traz 24 núcleos e velocidade base de 3,8 GHz, capaz de acelerar a 4,5 GHz por meio de turbo. Já o 3970X, com 32 núcleos, trabalha em velocidades de 3,7 a 4,5 GHz. Em relação ao Intel Core i9 9980XE, rival direto, o modelo mais robusto da AMD deve apresentar performance até 47% superior em aplicativos Adobe, por exemplo, de acordo com a própria fabricante. Em relação ao 3960X, o ganho de performance é de 22% no mesmo cenário.

Para instalar os processadores é necessário recorrer a um novo soquete, o sTRX4. Esse padrão é parte do chipset TRX40, que oferece suporte a até 72 vias PCIe, segundo a AMD. Toda essa largura de banda deve tornar o Threadripper competitivo para usuários que buscam hardware especializado e poderoso. O suporte a periféricos também se destaca, já que é possível conectar até 12 entradas USB-C 3.1 gen2 Super Speed, padrão que promete até 10 Gb/s de velocidade na troca de dados.

Essa alta capacidade de processamento e as especificações robustas refletem no consumo energético. A TDP dos produtos é de até 280 Watts, valor que fica bastante acima dos 165 Watts indicados pela Intel no caso do Core i9 9980XE. Dessa forma, um computador equipado com o componente vai precisar de uma fonte poderosa para suprir a demanda.

Novo Ryzen 9 é o mais rápido da linha

Novo Ryzen 9 3950X tem 16 núcleos e é o Ryzen mais poderoso lançado pela AMD — Foto: Divulgação/AMD Novo Ryzen 9 3950X tem 16 núcleos e é o Ryzen mais poderoso lançado pela AMD — Foto: Divulgação/AMD

Novo Ryzen 9 3950X tem 16 núcleos e é o Ryzen mais poderoso lançado pela AMD — Foto: Divulgação/AMD

Além dos Threadripper, a AMD confirmou a chegada do Ryzen 9 3950X, também para o dia 25 de novembro. O modelo é equipado com 16 núcleos e promete velocidades de 3,5 a 4,7 GHz, além de 105 Watts de TDP. De acordo com a marca, o 3950X deve apresentar renderização até 26% mais rápida no Adobe Premiere Pro em relação ao Intel Core i9 9920X, seu concorrente direto.

O novo Ryzen chega ao mercado dos Estados Unidos por US$ 749, algo em torno de R$ 3.067 em conversão direta. Compatível com soquetes AM4, o Ryzen 9 3950X é desenhado ainda para ser utilizado em computadores com sistema de refrigeração líquida.

Outra novidade revelada pela AMD é o Athlon 3000G, mais em conta que os Threadripper e os Ryzen, mas que ainda assim promete bom desempenho. O chip, que concorre diretamente com os Pentium, da Intel, chega com overclock para superar o clock padrão de 3,5 GHz. O componente também pode ser instalado em soquetes AM4 e chega às lojas estadunidenses no dia 19 de novembro, custando US$ 39, aproximadamente R$ 200 na cotação atual.

Via AMD (1, 2) Engadget, The Verge, PC World

Quais peças podem ser trocadas em um notebook? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo