Celulares

Por Pedro Vital — São Paulo


O Huawei Mate X foi lançado nesta quinta-feira (14) como o primeiro celular dobrável da gigante chinesa. O smartphone chega com o diferencial da tela flexível que pode chegar a 8 polegadas e conjunto com com quatro câmeras, sendo uma delas o sensor 3D. A ficha técnica avançada conta com processador Kirin 980, memória RAM de 8 GB e armazenamento de 512 GB, além de uma bateria poderosa de 4.500 mAh. O preço sugerido na China equivale a R$ 10.020 em conversão direta. Não há previsão de lançamento no Brasil.

O aparelho entra no mercado como rival do polêmico Galaxy Fold, da Samsung, e do recém-lançado Motorola Razr, uma releitura moderna do icônico V3. Ele chega à competição da internet 5G como o smartphone mais rápido do mundo.

Huawei Mate X: tudo sobre o celular dobrável

Huawei Mate X: tudo sobre o celular dobrável

O telefone já tinha sido visto em eventos de teste de 5G no Brasil. Anunciado como destaque da fabricante Huawei na MWC 2019, o smartphone chega oficialmente hoje para os chineses. O TechTudo teve acesso ao celular antes do lançamento oficial e mostra todos os detalhes e especificações técnicas a seguir.

Tela e design

O Mate X apresenta três modalidades de telas no celular. A primeira delas, totalmente aberta, conta com display de 8 polegadas e alta resolução de 2.480 x 2.200 pixels com formato praticamente quadrado, semelhante ao de um tablet. Ao fechar, a tela frontal apresenta 6,6 polegadas com 2.480 x 1.148 pixels e ocupa quase toda a superfície da frente, repetindo formato de 19,5:9. Na parte de trás, junto às câmeras, o smartphone ganha um display mais reduzido, de 6,38 polegadas e resolução de 2.480 x 892 pixels. Ele é mais comprido, no formato de 25:9.

O dobrável mantém o notch para abrigar sensores, tal qual no Huawei P30 Pro. O leitor de impressões digitais que fica sob a tela. Disponível apenas na cor preta, a versão conta com acabamento metalizado nas bordas. Vale destacar que o celular possui um botão de travamento na parte traseira para abertura da tela, com a finalidade de evitar que se abra sozinho ou sem o conhecimento do usuário – ideal para quando estiver em bolsos ou mochilas.

Quando aberto, o Mate X traz aparência de tablet e facilita a digitação de mensagens — Foto: Pedro Vital/TechTudo Quando aberto, o Mate X traz aparência de tablet e facilita a digitação de mensagens — Foto: Pedro Vital/TechTudo

Quando aberto, o Mate X traz aparência de tablet e facilita a digitação de mensagens — Foto: Pedro Vital/TechTudo

Câmeras

A Huawei detém algumas das melhores tecnologias de fotografia do mundo. Isso não muda no Mate X: o sensor principal conta com 40 MP, acompanhado de um sensor teleobjetivo de 8 MP e uma lente angular de 16 megapixels. Além disso, o aparelho conta com um sensor 3D ToF que auxilia em retratos com fundo desfocado, mesmo nas selfies.

Não há câmera frontal. Desta forma, para o usuário tirar selfies, o celular deve ser fechado no formato de 25:9. A imagem passa a aparecer na tela de trás do aparelho.

Parte traseira do Mate X é composta por 3 câmeras, sensor ToF e botão de travamento da tela, além do display de 25:9 — Foto: Pedro Vital/TechTudo Parte traseira do Mate X é composta por 3 câmeras, sensor ToF e botão de travamento da tela, além do display de 25:9 — Foto: Pedro Vital/TechTudo

Parte traseira do Mate X é composta por 3 câmeras, sensor ToF e botão de travamento da tela, além do display de 25:9 — Foto: Pedro Vital/TechTudo

Ficha técnica

Seguindo a tendência de celulares com ficha técnica potente, a Huawei continua utilizando processador de fabricação própria. O novo smartphone conta com chip Kirin 980 feito em 7 nanômetros, que promete alto desempenho, assim como nos chips A12 Bionic usados pela Apple e o Snapdragon 855 da Qualcomm. Trata-se de um processador de oito núcleos e velocidade máxima de 2,6 GHz.

O aparelho conta com 512 GB de armazenamento e memória RAM de 8 GB, além do compartimento para cartão de memória no padrão NM Card, que só a Huawei usa atualmente.

Um dos grandes diferenciais na parte técnica do aparelho é a conectividade 5G. Testes internos indicam que é possível baixar um filme de 1 GB em apenas três segundos.

Bateria

A bateria do novo dobrável conta com célula dupla de 4.500 mAh, que, segundo a fabricante, permite recarregar 85% de sua capacidade em apenas 30 minutos, já que o aparelho conta com recarga rápida de 55W de potência. A Huawei não informou a estimativa de duração total da bateria.

Versão do Android

O Huawei Mate X chega ao público com Android 9 (Pie) e a interface própria da fabricante chinesa, a EMUI. Vale lembrar que o celular não traz apps da Google devido à crise entre a fabricante e o governo norte-americano. Ou seja: apesar do sistema Android, não é possível acessar a Play Store e baixar aplicativos para o dispositivo. A loja virtual da Huawei continua presente.

Huawei Mate X — Foto: Pedro Vital/TechTudo Huawei Mate X — Foto: Pedro Vital/TechTudo

Huawei Mate X — Foto: Pedro Vital/TechTudo

Preço e disponibilidade

O Huawei Mate X foi apresentado no início de 2019, mas seu lançamento oficialmente ocorre somente agora na China. Por enquanto, a fabricante não tem previsão de lançamento em outros países. Uma das justificativas é a questão do 5G ainda estar em desenvolvimento em grande parte do mundo. O celular dobrável chegou ao mercado por U$ 2.400,00 (cerca de R$ 10.020 sem considerar tarifas de importação). Não há previsão de lançamento no Brasil.

O jornalista viajou para São Paulo a convite da Huawei.

Ficha técnica do Huawei Mate X

  • Tamanhos das telas: 8', 6,6' e 6,4 polegadas
  • Resolução da tela: OLED 2480 x 2200 pixels
  • Câmeras: conjunto fotográfico com 40 MP, 16 MP e 8 MP
  • Sistema: Android 9 (Pie)
  • Processador: Huawei HiSilicon Kirin 980 (octa-core de até 2,6GHz)
  • Memória RAM: 8 GB
  • Armazenamento (memória interna): 512 GB
  • Cartão de memória: sim, Slot híbrido SIM/MicroSD Nano SD de até 256 GB
  • Capacidade da bateria: 4.500 mAh
  • Cores: apenas cor preta (black piano)
  • Preço de lançamento: U$ 2.400,00 (aproximadamente R$ 10.022,64, em conversão direta)
  • Data de lançamento: 15 de novembro de 2019

Motorola Razr 2019: saiba tudo sobre o celular que resgata o Motorola V3

Motorola Razr 2019: saiba tudo sobre o celular que resgata o Motorola V3

Mais do TechTudo