Atletas

Por Bruna Telles, para o TechTudo


Daniel "Dafran" Francesca, ex-jogador da Overwatch League (OWL), foi banido da Twitch TV por 30 dias na última quarta-feira (13). O incidente que teria provocado o ban ocorreu em uma live alguns dias antes. Nela, Dafran se comportou de forma tóxica após perder uma partida ranqueada no mapa do Nepal e ofender o seu time. Um usuário do Twitter disse que Dafran chegou a falar para um dos seus companheiros de equipe "se matar". Outros espectadores alegaram que Dafran riu de piadas racistas enquanto fazia a live. A plataforma ainda não confirmou o motivo que gerou a punição do streamer.

Ex-jogador de Overwatch pela Atlanta Reign, Daniel "Dafran" Francesca novamente é alvo de polêmica na Twitch — Foto: Divulgação/Blizzard Entertainment Ex-jogador de Overwatch pela Atlanta Reign, Daniel "Dafran" Francesca novamente é alvo de polêmica na Twitch — Foto: Divulgação/Blizzard Entertainment

Ex-jogador de Overwatch pela Atlanta Reign, Daniel "Dafran" Francesca novamente é alvo de polêmica na Twitch — Foto: Divulgação/Blizzard Entertainment

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Não é a primeira vez que o jogador se envolve em polêmicas do tipo. Uma semana antes da live, Dafran teve um acesso de raiva ao ser derrotado e ofendeu os seus companheiros de time, implorando para que eles desinstalassem o game e nunca mais jogassem Overwatch. Em seguida, depois de um espectador dizer que o streamer não era mais seu herói, Dafran também ofendeu o fã.

O player jogou pela Atlanta Reign no início da segunda temporada da OWL, e ajudou o time estreante a alcançar os playoffs da Fase 1. O jogador, entretanto, chegou a ser banido de competir após perder partidas de propósito durante suas streams. Quando foi liberado da punição, Dafran retornou para a OWL com a Atlanta Reign, mas decidiu deixar o competitivo antes do final da temporada.

O comportamento tóxico pode levar à bans na plataforma mesmo se acontecer fora da Twitch. A regra, anunciada em fevereiro de 2018, considera a atividade dos streamers em outros sites, como YouTube e Discord. Caso seja comprovado o comportamento ofensivo de um streamer contra o outro, o staff da Twitch irá considerar as mensagens como discurso de ódio e quebra dos Termos de Uso da plataforma. O staff ainda poderá utilizar as mesmas como prova para aplicar as devidas punições.

Mais do TechTudo