Campeonatos

Por Tainah Tavares e Camila Iglesias, do Rio de Janeiro


O Corinthians é o campeão do Mundial de Free Fire Battlegrounds. A equipe venceu o World Series, o campeonato internacional do Battle Royale da Garena, neste sábado (16) no Parque Olímpico do Rio de Janeiro. Além do troféu, a equipe faturou a maior fatia da premiação total de US$ 400 mil (R$ 1,67 milhão). O jogador corinthiano Bruno “Nobru” Goes foi o MVP do torneio e agora é o melhor jogador de Free Fire do Brasil e do mundo.

O Timão conquistou a vaga para o torneio depois de vencer a Free Fire Pro League Season 3. A LOUD, equipe de Bruno PlayHard, foi a segunda representante do Brasil no campeonato e garantiu a vaga ao ser vice da FFPL. Dranix Sports (Indonésia), Illuminate (Tailândia), Sbornaya ChR (Rússia), Team Flash (Vietnã), ARCTIC GAMING (América do Norte), LGDS (Taiwan), INFINITY ESPORTS MOBILE (LATAM Norte), Samurai Team (LATAM Sul), NAWABZADE (Índia) e INFINITY_YT (Oriente Médio) completaram os 12 participantes do World Series. Veja, a seguir, a tabela de classificação final da competição.

Mundial de Free Fire 2019 aconteceu no Rio de Janeiro — Foto: Divulgação/Garena Mundial de Free Fire 2019 aconteceu no Rio de Janeiro — Foto: Divulgação/Garena

Mundial de Free Fire 2019 aconteceu no Rio de Janeiro — Foto: Divulgação/Garena

Classificação final do Mundial

Times Pontuação
Corinthians 2300
Sbornaya ChR 2190
Illuminate 2020
LGDS 1695
INFINITY ESPORTS MOBILE 1580
Team Flash 1455
Arctic Gaming 1200
Dranix 805
LOUD 790
Infinity_YT 765
NAWABZADE 630
Samurai Team 490

Resumos das quedas

O Mundial foi decidido em oito quedas nos mapas Bermuda e Purgatório. A primeira, em Bermuda, começou mais lenta. As trocações iniciais foram justamente com o Corinthians, que teve alguns jogadores abatidos, mas seguiu vivo. A LOUD entrou em algumas trocas e caiu em sétimo. Nobru e Carlos “Fixa” César foram até o fim da partida e fizeram pontos importantes para o time, que terminou em segundo. O Booyah ficou com a Illuminate, mas o brasileiro Fixa foi o king of the match.

A queda dois começou com trocação do Timão e, em briga com a Dranix, os brasileiros levaram a melhor. A LOUD fez pontos importantes ao enfrentar a INFINITY_YT e a Samurai Team, mas caiu novamente em sétimo e continuou no meio da tabela. O Corinthians teve mais um mapa muito bom: a equipe venceu a revanche contra a Illuminate e terminou em segundo. O Booyah foi da russa Sbornaya ChR, mas o Timão assumiu a liderança da tabela com 780 pontos e o seu jogador Genildo “Japa” André foi o destaque do mapa com sete kills.

No terceiro mapa, os indianos da NAWABZADE foram os primeiros eliminados. A partida, que demorou para esquentar, não foi dos brasileiros. O Corinthians caiu em oitavo e a LOUD foi em seguida, em sétimo. O jogo foi bom para os russos da Sbornaya, que conseguiram mais um Booyah, somaram mais 300 pontos e assumiram a liderança da tabela.

A LGDS foi a primeira a cair na quarta queda. O Corinthians conseguiu pontuar ao eliminar a Samurai Team, mas acabou na oitava posição. Já a LOUD se manteve viva por mais tempo: pontuou contra a NFINITY_YT, manteve um bom posicionamento no mapa e terminou em quarto. A vencedora da rodada foi a INFINITY ESPORTS MOBILE, representante da América do Norte que apareceu para equilibrar mais a tabela.

Corinthians terminou quarta queda em terceiro lugar na tabela — Foto: Divulgação/Garena Corinthians terminou quarta queda em terceiro lugar na tabela — Foto: Divulgação/Garena

Corinthians terminou quarta queda em terceiro lugar na tabela — Foto: Divulgação/Garena


Free Fire já foi processado pelo PUBG? Entenda no Fórum do TechTudo

Com a metade das quedas definidas, o Corinthians começou o quinto mapa em terceiro lugar da tabela final, enquanto a LOUD estava na sexta colocação. A primeira equipe a cair no mapa foi a Dranix Sports. A LOUD foi eliminada pelos times Samurai Team e Team Flash e ficou em 11° lugar. O Timão entrou no confronto quando a safe já estava fechando e só sobraram os russos da Sbornaya e a LGDS na briga. A Sbornaya foi eliminada em terceiro lugar e a LGDS garantiu o Booyah, deixando os brasileiros em segundo lugar.

A sexta queda começou com a perda de dois jogadores do Corinthians, eliminados pela ARCTIC GAMING. Logo depois, a LOUD caiu e terminou a queda em décimo lugar. Com apenas Nobru e Samuel “Level Up 007” Lima, o time brasileiro tentou evitar confrontos enquanto ainda restavam nove equipes na disputa. O Corinthians foi eliminado em oitavo lugar. A LGDS ficou com o segundo Booyah seguido e os russos da Sbornaya acabaram na segunda colocação.

O Corinthians começou o penúltimo mapa em uma situação delicada: o time precisava pontuar bem no round para continuar na briga pelo título. Só o Booyah interessava. Com essa proposta o Timão substituiu o jogador Japa por Douglas Pires, e a estratégia funcionou. Os atletas caíram no observatório e logo perderam Nobru, mas conseguiram se posicionar bem e ficar com o Booyah. O resultado fez o Timão subir para o segundo lugar na tabela, com 1820 pontos, atrás dos russos da Sbornaya ChR, com 2170 pontos. A Illuminate apareceu na terceira colocação, com 1805.

A última queda começou com o campeão indefinido. A LOUD e a Dranix Sports logo se encontraram, e os brasileiros foram os primeiros eliminados do mapa. Os jogadores da Sbornaya sofreram três kills precocemente e ficaram desfalcados, aumentando as esperanças do Corinthians. O último membro do time russo foi eliminado quando dez equipes ainda estavam na disputa. O Timão fez eliminações e pontos importantes no mapa, deitaram alguns times e, com a safe se fechando e apenas Level Up e Fixa vivos, venceram a série e confirmaram a vitória do Mundial.

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Mais do TechTudo