Video game

Por André Mello, para o TechTudo


O Google Stadia é uma plataforma de jogos anunciada pelo Google no início de 2019. O serviço chegou em novembro aos Estados Unidos e, com isso, sugiram mais dúvidas sobre seu funcionamento, preço, jogos e recursos, além de possíveis datas de lançamento no Brasil. A tecnologia promete transmitir games via Internet, sem a necessidade de um console ou de computador potente – apenas boa conexão com a rede e um aparelho compatível, como TV ou celular. Quer descobrir o preço do Google Stadia e todos os jogos confirmados? O TechTudo preparou, nas linhas a seguir, um guia com perguntas e respostas sobre a plataforma.

Google Stadia: cinco destaques da plataforma

Google Stadia: cinco destaques da plataforma

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. O que é e como funciona o Google Stadia?

O Google Stadia é uma plataforma de streaming de jogos que, em teoria, é capaz de reproduzir games em resoluções de até 4K em diversos dispositivos, como smartphones, tablets, TVs – usando o Chromecast –, e PC – usando o Google Chrome.

Qual o preço do Google Stadia e jogos confirmados? Veja todos destaques — Foto: Divulgação/Google Qual o preço do Google Stadia e jogos confirmados? Veja todos destaques — Foto: Divulgação/Google

Qual o preço do Google Stadia e jogos confirmados? Veja todos destaques — Foto: Divulgação/Google

Todo o processamento dos jogos é feito em servidores do próprio Google, que enviam as imagens e recebem os input de teclado e joystick dos usuários. A ideia é que o Stadia entregue uma experiência de PC com configurações altas até mesmo em dispositivos mais modestos, usando apenas a Internet para isso – sem a necessidade de downloads ou equipamentos caros.

2. Qual é o preço e lançamento no Brasil?

O Google Stadia ainda não tem previsão de chegada ao Brasil. O Google preferiu lançar o serviço apenas em alguns países neste primeiro momento, não sendo possível jogar o Stadia com a Internet brasileira. Mesmo utilizando VPNs para ter acesso à interface dele, a latência torna o gameplay praticamente impossível.

Atualmente, o Google Stadia está liberado para usuários dos Estados Unidos que pagaram pela Founder’s Edition, uma edição de US$ 129 que acompanha um controle do Stadia, um Chromecast Ultra, uma cópia de Destiny 2 e três meses de assinatura do Stadia Pro.

Founder's Edition do Google Stadia — Foto: Divulgação/Google Founder's Edition do Google Stadia — Foto: Divulgação/Google

Founder's Edition do Google Stadia — Foto: Divulgação/Google

A assinatura do Stadia Pro custa US$ 10 por mês e oferece aos jogadores a oportunidade de jogar seus games em resoluções de até 4K e som surround 5.1. Além disso, a empresa já informou que deve liberar alguns títulos para os assinantes, como o já citado Destiny 2 e Samurai Shodown. Essa assinatura deve ser liberada para novos jogadores em breve.

O Stadia também terá um plano gratuito, chamado de Stadia Base, que será lançado apenas em 2020. Com ele, os jogadores poderão aproveitar os games comprados sem taxas adicionais, com uma qualidade de streaming de 1080p. Os jogos ficam disponíveis na plataforma com preços entre US$ 30 e US$ 60.

3. Como funciona o controle do Stadia?

O controle do Google Stadia está, no momento, disponível apenas para quem comprou o produto como parte da Founder’s Edition. Vale destacar que seu design não fica muito atrás de joysticks do Xbox One ou o Pro Controller do Nintendo Switch.

Controle do Stadia — Foto: Divulgação/Google Controle do Stadia — Foto: Divulgação/Google

Controle do Stadia — Foto: Divulgação/Google

Uma vantagem é que ele é totalmente opcional, já que você pode usar qualquer controle Bluetooth com o Stadia, como os já citados joysticks do Xbox One, Switch e o DualShock 4. No momento do lançamento, o controle do Stadia é o único que funciona com o Chromecast Ultra, então, caso os usuários queiram utilizar outro controle, é necessário jogar apenas no computador ou smartphone.

4. Quais jogos estão confirmados?

O Google Stadia recebeu apenas 22 jogos no lançamento. Agora, porém, outros títulos já foram confirmados. Os games disponíveis no momento são:

  • Assassin’s Creed Odyssey
  • Attack on Titan: Final Battle 2
  • Destiny 2: The Collection
  • Farming Simulator 2019
  • Final Fantasy XV
  • Football Manager 2020
  • Grid 2019
  • Gylt
  • Just Dance 2020
  • Kine
  • Metro Exodus
  • Mortal Kombat 11
  • NBA 2K20
  • Rage 2
  • Rise of the Tomb Raider
  • Red Dead Redemption 2
  • Samurai Shodown
  • Shadow of the Tomb Raider
  • Thumper
  • Tomb Raider 2013
  • Trials Rising
  • Wolfenstein: Youngblood

Além desses títulos, a Google já confirmou que mais jogos chegarão ao Stadia nos próximos meses. São eles:

  • Borderlands 3
  • Darksiders Genesis
  • Dragon Ball Xenoverse 2
  • Tom Clancy’s Ghost Recon Breakpoint
  • Baldur’s Gate 3
  • Cyberpunk 2077
  • Destroy All Humans
  • Doom
  • Doom Eternal
  • Get Packed
  • Marvel’s The Avengers
  • Monster Energy Supercross 3
  • Orcs Must Die 3
  • Power Rangers: Battle for the Grid
  • Superhot
  • The Crew 2
  • The Elder Scrolls Online
  • Tom Clancy’s The Division 2
  • Watch Dogs: Legion
  • Windjammers 2

5. A plataforma pode substituir o PS4 e o Xbox One?

Desde o anúncio, especula-se que o Stadia poderia indicar o fim dos videogames como os conhecemos. No entanto, tudo indica que a história não será bem assim. A necessidade de precisar de conexão constante com a Internet já é um impeditivo para diversos usuários ao redor do mundo.

Controle do Google Stadia — Foto: Divulgação/Google Controle do Google Stadia — Foto: Divulgação/Google

Controle do Google Stadia — Foto: Divulgação/Google

Enquanto os consoles atuais precisam de conexão para checar contas e fazer downloads, o uso de banda feito por eles é bastante reduzido, principalmente quando comparado com o Stadia. Além disso, é válido citar que vários países têm Internet com planos que limitam a banda de dados. Com esses pontos negativos, o serviço de streaming de jogos pode não mostrar vantagem frente aos outros consoles.

Outro ponto é que a qualidade do gameplay pode variar de usuário para usuário. Além disso, o fato de não existir mídia física de games ainda faz com que vários jogadores prefiram os consoles e seus discos clássicos.

6. Existem concorrentes?

O fato de uma empresa como a Google entrar de cabeça no mercado de games com uma plataforma de streaming despertou o interesse de outras companhias. O Stadia pode ser considerado o serviço que está abrindo o caminho para outros passarem – isso porque existe uma chance de que o streaming de jogos se torne o futuro ou, pelo menos, uma alternativa para os jogadores.

A Microsoft vem trabalhando duro no seu Projeto xCloud, que permite acessar os jogos da sua conta do Xbox One em vários dispositivos, como smartphones, e segue em testes fechados com alguns usuários. Rumores indicam que a Amazon também está trabalhando no seu próprio serviço de streaming, que teria integração com o Twitch.

7. Há reclamações sobre o serviço?

Como era de se esperar, o lançamento do Stadia não foi tão suave como a Google esperava. Há reclamações sobre o número de jogos disponíveis, sendo que vários já são relativamente antigos, além de atrasos na entrega de acessórios, como o controle e Chromecast Ultra, até o alto uso de dados da plataforma.

Usuários de vários países (o Stadia foi lançado em 14 países) reclamaram da latência do serviço. Enquanto alguns tiveram uma boa experiência com os jogos, apesar de não conseguirem rodá-los sempre em 4K, outros apresentaram delays brutais que prejudicavam o gameplay, mesmo tendo uma conexão potente.

Delay nos comandos do Stadia — Foto: Reprodução/Washington Post

Delay nos comandos do Stadia — Foto: Reprodução/Washington Post

YouTube não carrega os vídeos: por quê? Confira no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo