Drones

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


A Black Friday 2019, que acontece na próxima sexta (29), pode ser uma boa oportunidade para quem está de olho em drones baratos à venda no Brasil. A seguir, o TechTudo lista os pontos que o usuário deve observar na hora de encontrar o drone ideal, separando os modelos de acordo com a proposta, facilidade de controle e tecnologias embarcadas.

Além desses pontos, o usuário também deve levar em consideração a variação de preços que geralmente antecedem a Black Friday. Ficar de olho no preço do drone pode evitar que o comprador seja atingido por falsas promoções.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Tipos de uso

DJI Tello é um drone compacto e destinado a iniciantes — Foto: Aline Batista/TechTudo

A primeira decisão a ser tomada antes de adquirir um drone é definir o tipo de uso. Se a ideia é apenas uso casual e diversão, o usuário pode optar por modelos menores e que prometem maior facilidade na hora de pilotar. Em geral, nesses casos, o consumidor abre mão de câmeras mais poderosas e recursos mais avançados, mas em contrapartida leva para casa um drone mais em conta e simples de usar.

Se a ideia é produzir imagens, há modelos de entrada e intermediários que suprem esta necessidade. Aparelhos da Multilaser, como os Hawk e Eagle, trazem câmeras HD ou Full HD suficientes para usuários casuais e custam menos de R$ 500.

Para tecnologia de imagem e de voo mais poderosas, há modelos da DJI disponíveis no Brasil. O recém lançado Mavic Mini é um exemplo, a R$ 4.049, embora existam outros modelos da marca a preços mais competitivos.

Facilidade de controle

Multilaser aposta em drones intermediários com foco no custo-benefício — Foto: Divulgação/Multilaser

Modelos de drones que são capazes de suportar tecnologias mais aprimoradas de voo, como capacidade do aparelho evitar obstáculos, voltar sozinho para o ponto de partida, além de modos de controle simplificados direto do celular, podem ser atributos importantes para quem está de olho no primeiro drone. Esses recursos facilitam os primeiros contatos do usuário com a tecnologia e ajudam a evitar acidentes e prejuízos.

No mercado brasileiro, esses recursos acabam aparecendo nos modelos de entrada de marcas mais especializadas no ramo, como a DJI. Aparelhos mais em conta, como modelos da Multilaser ou de marcas de origem chinesa menos conhecidas, tendem a oferecer apenas o básico. Isso significa que, mesmo mais baratos, esses drones podem não ser tão fáceis de controlar quanto modelos mais caros de outras marcas.

Capacidade da câmera

Drones mais caros contam com câmeras mais poderosas e resolução 4K — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Embora a maioria dos drones tenha seu uso voltado para captação de imagens, é preciso que o usuário fique atento aos modelos mais em conta. Com preço menor, eles não oferecem câmera embutida, como é o caso do Multilaser Fun, que é um dos modelos mais acessíveis do mercado brasileiro. Se a ideia é gravar vídeos ou fotografar do alto, esses aparelhos podem não ser a melhor escolha.

Drones que trazem câmera à bordo de fábrica são bem mais comuns. E aqui, mais ou menos como acontece com celulares, a gama de opções é bem variada: modelos mais baratos terão câmeras mais simples, com resolução máxima HD (720p). Num patamar intermediário, há opções Full HD, 2.7K e até 4K. Além das resoluções de vídeo, as tecnologias suportadas em cada um dos modelos pode variar bastante: drones com pegada mais profissional gravam vídeos com bitrates (a taxa de informação do arquivo final por segundo) bastante elevados e permitem fotografar em RAW, por exemplo.

Bateria

Com bateria para 30 minutos, Mavic Mini está entre os recordistas no quesito — Foto: Divulgação/DJI

Drones precisam ser leves e isso explica porque esses equipamentos costumam conter baterias compactas, de menor capacidade. Em geral, drones domésticos voam por períodos entre 10 e 15 minutos, com alguns modelos mais sérios – como o recém lançado Mavic Mini – indo além disso. Mesmo drones super profissionais, na faixa das dezenas de milhares de reais, terão autonomia de perto de meia-hora.

A dica é tentar estimar quanto tempo você precisa para executar uma gravação e investigar se o modelo tem bateria removível. Caso tenha, é possível adquirir peças sobressalentes e sair de casa com carga para várias horas de voo.

Peças e acessórios

Além da possibilidade de baterias extras do tópico anterior, usuários que pretendem comprar um drone para uso profissional precisam ficar atentos ao suporte que o produto oferece ao uso de acessórios: suportes, adição de câmeras melhores, substituição de motores e hélices são alguns dos exemplos do que um drone mais versátil pode oferecer.

Marcas e modelos no Brasil

Multilaser tem vários modelos mais em conta, como o Shark (foto) — Foto: Divulgação/Multilaser

A grande referência do setor é a DJI. A marca, de origem chinesa, atua de forma oficial no Brasil e isso faz com que seus produtos sejam encontrados com relativa facilidade no país: o DJI Mavic Mini, recém lançado pela marca, é um bom exemplo.

Outro fabricante que aposta no nicho é a Multilaser. A marca brasileira aposta em drones de perfil mais simples: câmeras HD ou Full HD e um repertório de recursos de voo mais simples.

A Parrot é uma grande marca do setor e seus produtos aparecem no Brasil nas mãos de importadores. Além dessas marcas, o consumidor também pode encontrar modelos importados de outros fabricantes chinesas menos conhecidas com um grau bem variado de recursos, preços e qualidade: desconfie de valores muito baixos e, na dúvida, prefira marcas com assistência e suporte no território nacional.

Preços em promoção na Black Friday

A DJI tem loja física no Rio de Janeiro e anunciou que a unidade estará com valores promocionais durante a Black Friday. Os modelos que o consumidor pode encontrar com desconto por lá são:

  • Mavic Air (single): de R$4.499 por R$2.999 à vista
  • Mavic Air Fly More Combo: de R$5.889 por R$4.999
  • Ryze Tello (single): à vista por R$ 399
  • Ryze Tello Boost Combo: de R$ 799 por R$499 (em até 10x sem juros)
  • Osmo Pocket: por 10x de R$299,00 sem juro

Qual é o melhor drone para comprar no Brasil? Descubra no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo