Redes sociais

Por Ana Letícia Loubak, para o TechTudo


O empresário Jimmy Wales, um dos fundadores da Wikipedia, anunciou a chegada da enciclopédia livre no mercado das redes sociais. Focada em notícias, a WT Social quer combater fake news e promete ser espaço livre de publicidade. A nova rede social vem para rivalizar diretamente com o Facebook: "Adeus, Facebook, está na hora de algo novo", alfinetou Wales durante a Feira Digital X, na Alemanha, onde anunciou a novidade na última semana.

Segundo o empresário, a ideia é que a WT Social siga os mesmos princípios da plataforma-mãe. Assim como a Wikipedia, a rede social será financiada por doações e não apresentará anúncios publicitários. Com a medida, Wales busca se distanciar da polêmica do Facebook, que protagonizou uma série de escândalos envolvendo venda de dados de usuários a terceiros.

WT Social: rede social da Wikipedia quer 'acabar' com Facebook — Foto: Reprodução/WT Social WT Social: rede social da Wikipedia quer 'acabar' com Facebook — Foto: Reprodução/WT Social

WT Social: rede social da Wikipedia quer 'acabar' com Facebook — Foto: Reprodução/WT Social

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A WT Social, em contrapartida, promete privacidade: "Nós nunca venderemos seus dados. Nossa plataforma sobrevive da generosidade de doadores individuais para garantir que a privacidade seja protegida, e seu espaço social seja livre de anúncios", afirma a WT Social em sua página principal.

A nova rede social se compromete, ainda, a ajudar no combate às fake news. Em seu Twitter, Wales explicou que o modelo é uma evolução do conceito do WikiTribune, site em que profissionais de comunicação produzem notícias, e outros profissionais voluntários trabalham colaborativamente para editá-las, revisando o texto e checando fatos.

"Essa é uma evolução do conceito do WikiTribune, quando percebi que o problema de notícias falsas e conteúdo de baixa qualidade é tanto sobre redes sociais (Facebook e Twitter, em particular) quanto sobre sites de notícias", afirmou. O fundador da Wikipedia acrescentou também que a WT Social permitirá que os usuários editem diretamente manchetes enganosas e sinalizem posts problemáticos.

Com um visual bastante rudimentar e similar à Wikipedia, a rede social ainda está em desenvolvimento, mas já é possível se cadastrar. No Twitter, Wales afirmou que conta com a adesão massiva da comunidade para "substituir redes sociais venenosas".

Como editar uma foto na Wikipédia? Descubra no Fórum do TechTudo.

Redes sociais que (quase) todo mundo já usou

Redes sociais que (quase) todo mundo já usou

Mais do TechTudo