Celulares

Por Rodrigo Fernandes, para o TechTudo


Novos equipamentos com inteligência artificial (AI) serão capazes de identificar motoristas que usarem celular enquanto dirigem pelas ruas e estradas da Austrália. A tecnologia de câmera de vigilância está em implementação no estado de Nova Gales do Sul, onde fica a cidade de Sydney. Os aparelhos espertos vão auxiliar na emissão de multas aos infratores.

O sistema capturará fotos de todos os veículos que passarem pelas lentes e identificará todas as imagens que apresentarem um celular. Caso o software note um provável infrator, a imagem será analisada por um funcionário para comprovar a infração antes que a multa seja enviada. Caso a imagem não detecte o uso de telefone, a foto será excluída dentro de uma hora, sem que um humano a veja.

Câmeras de trânsito na Austrália usarão inteligência artificial para identificar motoristas com telefone celular ao volante — Foto: Reprodução/Governo de Nova Gales do Sul Câmeras de trânsito na Austrália usarão inteligência artificial para identificar motoristas com telefone celular ao volante — Foto: Reprodução/Governo de Nova Gales do Sul

Câmeras de trânsito na Austrália usarão inteligência artificial para identificar motoristas com telefone celular ao volante — Foto: Reprodução/Governo de Nova Gales do Sul

As câmeras serão implantadas em 45 pontos do estado australiano e não serão colocadas placas de sinalização. Os aparelhos possuem alta definição e conseguem identificar os motoristas independentemente do clima ou da hora do dia. As versões portáteis serão montadas em reboques e operarão em todo o estado.

“Infelizmente, temos que usar o elemento surpresa para fazer as pessoas pensarem que poderiam ser pegas a qualquer momento”, disse Andrew Constance, Ministro de Transportes e Estradas de Nova Gales do Sul. ”Quero que o comportamento mude, e mude imediatamente”.

Nos três primeiros meses de funcionamento, os motoristas flagrados utilizando celular serão apenas advertidos via carta. Depois do período de carência, os infratores receberão uma multa de US$ 344 (cerca de R$ 1.450 em conversão direta), que pode ser aumentada para US$ 457 (R$ 1.930) caso a infração tenha sido cometida em zonas escolares. Os condutores também terão anotados cinco pontos na carteira de habilitação.

Câmeras de segurança da Austrália flagram momento em que carona assume volante do carro para motorista usar o celular — Foto: Reprodução/Governo de Nova Gales do Sul Câmeras de segurança da Austrália flagram momento em que carona assume volante do carro para motorista usar o celular — Foto: Reprodução/Governo de Nova Gales do Sul

Câmeras de segurança da Austrália flagram momento em que carona assume volante do carro para motorista usar o celular — Foto: Reprodução/Governo de Nova Gales do Sul

De acordo com o governo local, um teste realizado com duas câmeras fixas durante seis meses no início deste ano analisou 8,5 milhões de veículos, e identificou 100 mil motoristas usando o telefone. Durante o experimento, foram capturadas imagens de pessoas usando o Facebook, enviando mensagens de texto e um caso extremo, no qual uma pessoa no banco do carona assumiu o volante para que o motorista pudesse usar as duas mãos no telefone.

A expectativa do programa é de que cerca de 135 milhões de veículos sejam verificados nas estradas até 2023. Segundo as autoridades locais, a iniciativa pode evitar cerca de cem acidentes fatais e graves em cinco anos.

Controvérsias sobre privacidade e presunção da inocência

Juristas da região alegam que alguns motoristas podem se sentir desconfortáveis em terem suas imagens registradas enquanto estiverem apenas dirigindo. Além disso, qualquer objeto manuseado por eles poderia ser identificado pelas câmeras como um celular, fazendo com que os condutores tivessem que provar que não estavam usando telefone ao volante, o que criaria a presunção de culpa, e não de inocência. Os representantes de Nova Gales do Sul afirmaram que a tecnologia é eficaz na detecção apenas de celulares.

Esta é a primeira localidade do mundo a implementar o programa. Em setembro, tecnologias semelhantes foram testadas na Inglaterra e na Arábia Saudita, mas ainda não foram implementadas em definitivo.

Na Austrália, o uso do telefone ao volante só é permitido em ligações feitas com o uso de aparelhos Bluetooth, que deixam as mãos do motorista livres para a direção.

Com informações do Governo de Nova Gales do Sul, ABC e Mashable

Mais do TechTudo