Por Leandro Eduardo, para o TechTudo


Facebook Gaming e Twitch TV são dois serviços de streaming de vídeos bastante populares e com propostas semelhantes. Ambas as plataformas são concorrentes diretas e exibem conteúdos relacionados a diversos jogos, como Free Fire, League of Legends (LoL), Fortnite, Rainbow Six: Siege, entre outros. Os usuários podem assistir aos conteúdos tanto no PC quanto em celulares Android e iPhone (iOS) – o último ainda indisponível para o app do Facebook. Confira, a seguir, mais detalhes a respeito dos dois serviços e saiba qual deles pode ser melhor para você.

Facebook Gaming e Twitch são duas das principais plataformas de transmissão do mercado — Foto: Arte/TechTudo Facebook Gaming e Twitch são duas das principais plataformas de transmissão do mercado — Foto: Arte/TechTudo

Facebook Gaming e Twitch são duas das principais plataformas de transmissão do mercado — Foto: Arte/TechTudo

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Disponibilidade

Facebook Gaming e Twitch se destacam por serem multiplataformas, ou seja, funcionam tanto em PC quanto em aplicativos desenvolvidos para celulares. O serviço do Facebook tem versão web e aplicativo para dispositivos Android. Por enquanto, a rede social ainda não anunciou quando o aplicativo estará disponível para iPhone (iOS), o que deixa grande parte dos amantes de games dependente da versão web. Para usuários do sistema do Google, o aplicativo da plataforma é leve: pesa apenas 42 MB.

Em relação à disponibilidade, a Twitch garante ligeira vantagem sobre o Facebook Gaming, já que oferece versões voltadas para PC e dispositivos Android e iPhone (iOS), o que reflete na diversidade de usuários do serviço de streaming. O aplicativo é gratuito e pode ser baixado na Google Play Store e App Store. Assim como a rival, a versão mobile da plataforma não ocupa muito espaço na memória do dispositivo.

Interface na versão web

A versão web da Twitch possui interface limpa e de carregamento rápido — Foto: Reprodução/Leandro Eduardo A versão web da Twitch possui interface limpa e de carregamento rápido — Foto: Reprodução/Leandro Eduardo

A versão web da Twitch possui interface limpa e de carregamento rápido — Foto: Reprodução/Leandro Eduardo

O site da Twitch na versão web tem uma interface limpa e simplificada, garantindo ainda carregamento rápido. Além disso, outro ponto positivo é a possibilidade de se adaptar aos diferentes tamanhos de tela automaticamente. Na página inicial, por meio de um carrossel, a plataforma destaca nove canais verificados (ou seja, que fazem parte do programa de parceria) e que estão transmitindo no momento. Na vertical, em “Canais Recomendados”, a Twitch exibe os canais brasileiros que estão ao vivo com os maiores públicos. Ao rolar a página, o usuário pode conferir ainda canais e categorias recomendadas.

A apresentação do Facebook Gaming é bem similar à da própria rede social. Ao abrir a página inicial, o usuário se depara com o vídeo ao vivo de um parceiro verificado da plataforma em destaque. Logo abaixo, é possível conferir outras transmissões recomendadas, conteúdos com incentivos, clipes mais relevantes da semana, jogos e streamers sugeridos. Assim como na Twitch, no menu vertical, em “Sugestões”, é possível conferir os principais streamers da plataforma.

Em sua página inicial, o Facebook Gaming destaca a transmissão de um de seus parceiros — Foto: Reprodução/Leandro Eduardo Em sua página inicial, o Facebook Gaming destaca a transmissão de um de seus parceiros — Foto: Reprodução/Leandro Eduardo

Em sua página inicial, o Facebook Gaming destaca a transmissão de um de seus parceiros — Foto: Reprodução/Leandro Eduardo

Interface nos aplicativos mobile

A interface do aplicativo Twitch é repartida em três seções: “Seguindo”, que se refere às streams que o usuário segue; “Descubra”, com sugestões de canais de acordo com o tipo de uso do usuário; e “Procurar”, ferramenta de busca de canais. Essas seções permitem aos usuários conferir seus streamers favoritos ou também descobrir novos talentos nas plataformas de acordo com suas preferências, de maneira simplificada e intuitiva.

A Interface do aplicativo do Facebook Gaming e da Twitch são organizadas por seções — Foto: Reprodução/Leandro Eduardo A Interface do aplicativo do Facebook Gaming e da Twitch são organizadas por seções — Foto: Reprodução/Leandro Eduardo

A Interface do aplicativo do Facebook Gaming e da Twitch são organizadas por seções — Foto: Reprodução/Leandro Eduardo

A apresentação do aplicativo do Facebook Gaming é um pouco mais complexa. O app é dividido em quatro seções: “Timeline”, um apanhado de conteúdo em alta de páginas de games; “Jogar”, que permite, de fato, jogar no próprio aplicativo; “Explorar”, para navegar entre games e streamers; e “Mensagens”, para conversar com os amigos a respeito de seus jogos favoritos. Diferente do app da Twitch, o Facebook Gaming versão mobile solicita login e senha para acessar os canais.

Funções das plataformas

As duas plataformas cumprem seus objetivos principais: exibir transmissões de jogos e permitir a interação com o próprio streamer e telespectadores por meio de chats. No entanto, o aplicativo do Facebook Gaming se destaca por incrementar outras funcionalidades derivadas da rede social, como a presença de uma timeline e das mensagens. Desta forma, o serviço mantém os usuários no mesmo aplicativo para realizar diferentes atividades. Além disso, ambos permitem aos usuários assistirem às transmissões posteriormente, por meio do canal de vídeos.

Streamers

A Twitch conta com streamers veteranos no cenários, como YoDa — Foto: Reprodução/Leandro Eduardo A Twitch conta com streamers veteranos no cenários, como YoDa — Foto: Reprodução/Leandro Eduardo

A Twitch conta com streamers veteranos no cenários, como YoDa — Foto: Reprodução/Leandro Eduardo

Para atrair e manter os usuários em seus apps, tanto Twitch quanto Facebook Gaming firmam parcerias com inúmeros streamers e pro players populares no cenário gamer. As duas plataformas contam com influenciadores famosos nos principais títulos do mercado, como Fortnite e Free Fire. A plataforma do Facebook conta com Samira Close, Neto “netenho” Cavalcante, Rato Borrachudo, Joseph “Tecnosh” Touma e Rebeca Transex, por exemplo, enquanto a Twitch tem parceria com streamers "veteranos", como Felipe “YoDa” Noronha, Flávio “Jukes” Fernandes e Alan “Alanzoka” Ferreira.

Recompensas aos usuários

As recompensas são recursos recorrentes nas principais plataformas de streaming do mercado. A prática garante o reconhecimento dos usuários e o apoio à comunidade. Após determinado tempo assistindo às transmissões, a Twitch oferece pontos do canal, por meio dos quais os telespectadores podem participar de atividades personalizadas, como escolher a música de fundo, por exemplo. Além disso, esses pontos também podem ser usados para destacar mensagens no chat. Já o Facebook Gaming, no momento, não conta com esses tipos de recursos disponíveis.

Por que as lives na Twitch estão com atraso? Saiba no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo