Celulares

Por Paulo Ales, para o TechTudo


Galaxy A50 (Samsung) e Redmi Note 8 (Xiaomi) fizeram sucesso na Black Friday 2019. Os smartphones se destacam pelas múltiplas câmeras, pela tela com bordas finas e pela ficha técnica muito similar. Os preços praticados por lojas online também se parecem, embora tenham raízes diferentes. Nas linhas a seguir, saiba o que os smartphones sul-coreano e chinês têm a oferecer. Ambos estão oficialmente à venda no país.

Design e tela

Os celulares trazem tela com tamanho quase igual, notch em forma de gota e mesma resolução Full HD+. A principal diferença está na tecnologia do painel. Ligeiramente menor, com 6,3 polegadas, o display do Redmi Note 8 usa o mais tradicional IPS LCD. Já o Galaxy A50 sobe para 6,4 polegadas e adere ao Super AMOLED, marcado pelo bom contraste e pelas cores mais fortes que tendem a melhorar a experiência na visualização de fotos e vídeos.

Por outro lado, o celular da Xiaomi traz construção mais sofisticada, com acabamento em vidro Gorilla Glass também na traseira. O Galaxy tem estrutura em plástico que tende a resistir melhor a quedas, mas que pode dar uma sensação de qualidade inferior nas mãos. O material também deixa o A50 um pouco mais leve e fino. O tamanho dos telefones, porém, é praticamente o mesmo: 15,8 cm de altura e cerca de 7 cm de largura.

Galaxy A50 tem tela grande, mas corpo é de plástico — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Câmeras

O conjunto de câmeras é o principal chamariz dos dois celulares. No Galaxy A50, há câmera tripla composta por um sensor principal de 25 MP (abertura f/1,7); um secundário de 5 MP (f/2,2) para o Modo Retrato; além de um sensor de 8 MP (f/2,2) com lente ultrawide, para capturar imagens com mais cenário ou mais pessoas no enquadramento.

Ao menos no papel, o Redmi Note 8 oferece kit mais poderoso com câmera quádrupla, uma delas com resolução de 48 MP (f/1.75). O sensor é do tipo Super Pixel, que combina quatro pixels em um e gera imagens de 12 MP. O celular também conta com ultrawide de 8 MP (f/2,2) e 2 MP (f/2,4) para detecção de profundidade. O quarteto fica completo com um sensor de 2 MP (f/2,4) com lente macro, especializado na captura de objetos muito próximos.

Nas selfies, o Galaxy A50 leva vantagem por trazer uma câmera de 25 MP (f/2), com mais que o dobro da resolução do Redmi, cuja câmera frontal captura fotos de até 13 MP (f/2). O celular da Xiaomi, no entanto, oferece gravação de vídeo em 4K a 30 quadros por segundo, enquanto o A50 filma com definição máxima Full HD.

Redmi Note 8 vem equipado com câmera quádrupla — Foto: Divulgação/Xiaomi

Desempenho e armazenamento

Ambos contam com memória RAM de 4 GB e armazenamento de 64 GB ou 128 GB, com expansão via microSD. O que muda é o chip: no Galaxy A50 está presente o Exynos 9610 de até 2,3 GHz, enquanto o Redmi Note 8 adota o Snapdragon 665 de até 2 GHz. Os processadores oferecem capacidade intermediária e indicam, levando em conta o restante das especificações, um desempenho equivalente dos celulares em tarefas cotidianas. Em geral, consumidores não deverão ter problemas para rodar aplicativos mais exigentes e jogos pesados com gráficos ajustados no médio.

Galaxy A50 conta com tela Super AMOLED de 6,4 polegadas — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Bateria

Os smartphones trazem bateria com a mesma capacidade de 4.000 mAh. Como oferecem ficha técnica similar, é possível também que ofereçam autonomia parecida. Segundo a Samsung, o Galaxy A50 funciona por até 14 horas no 4G e 15 horas conectado ao Wi-Fi. Na recarga, o telefone coreano leva vantagem por acompanhar um carregador de 15W, mais potente que o acessório de 10 W que vem na caixa do Redmi.

Redmi Note 8 vem com bateria de 4.000 mAh, mesma capacidade do A50 — Foto: Divulgação/Xiaomi

Versão do Android

Os dois saem de fábrica com Android 9 (Pie) e ainda não têm previsão oficial das fabricantes para receber o Android 10. Mas, as similaridades param por aí, já que os softwares da Samsung e da Xiaomi são bem diferentes. Ambos são conhecidos pela boa oferta de recursos extras, como limpador de memória integrado, Picture-In-Picture avançado e duplicação de aplicativos. Rumores indicam que o Galaxy A50 deve receber a versão mais atual do sistema operacional do Google em abril de 2020.

Galaxy A50 tem leitor de digitais na tela — Foto: Divulgação/Samsung

Recursos adicionais

O principal recurso extra do Galaxy A50 é o leitor de digitais integrado ao display, que permite desbloquear o celular com um toque na tela. O sensor do Redmi Note 8 é o mais tradicional do tipo capacitivo, e fica localizado na traseira. O celular da Samsung também deve oferecer uma experiência melhor com dispositivos sem fio por trazer Bluetooth 5.0, versão mais estável do que o 4.2 disponível no Redmi. Por outro lado, o modelo chinês traz um emissor de ultrassom para limpar os alto-falantes e um de infravermelho que transforma o telefone em controle remoto universal.

Vale lembrar que nenhum dos dois traz NFC, o que impede o uso do celular como carteira digital via Google Pay ou, no caso Galaxy A50, também por meio Samsung Pay.

Ficha técnica

Especificações Galaxy A50 (Samsung) Redmi Note 8 (Xiaomi)
Lançamento Abril de 2019 Novembro de 2019
Preço de lançamento R$ 1.999 R$ 1.799
Preço atual (loja oficial) R$ 1.899 R$ 1.799
Preço atual (comércio eletrônico) R$ 1.120 R$ 1.130
Tela 6,4 polegadas 6,3 polegadas
Resolução de tela Full HD+ (1080 × 2340 pixels) Full HD+ (1080 x 2340 pixels)
Processador 8 núcleos de até 2,3 GHz (Exynos 9610) 8 núcleos de até 2 GHz (Snapdragon 665)
Memória RAM 4 GB 4 GB
Armazenamento 64 GB ou 128 GB 64 GB ou 128 GB
Cartão de memória microSD de até 512 GB microSD de até 256 GB
Câmera traseira Tripla: 25, 8 e 5 MP Quádrupla: 48, 8, 2 e 2 MP
Câmera frontal 25 MP 13 MP
Sistema operacional Android 9 (Pie) Android 9 (Pie)
Dimensões e peso 158,5 x 74,7 x 7,7 mm; 166 gramas 158,3 X 75,3 X 8,35 mm; 190 gramas
Bateria 4.000 mAh 4.000 mAh
Cores Azul, preto e branco Branco, preto e azul

Com informações da Samsung, Xiaomi e Sammobile

Xiaomi Redmi Note 8 e Note 8 Pro: saiba mais sobre os celulares

Xiaomi Redmi Note 8 e Note 8 Pro: saiba mais sobre os celulares

Mais do TechTudo