Privacidade

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


O iPhone 11 Pro estaria coletando dados de localização dos usuários mesmo quando o GPS está desativado, de acordo com relato do especialista em segurança digital Brian Krebs, do site Krebs On Security, nesta terça-feira (3). O pesquisador gravou um vídeo que flagra a coleta de dados pelo celular, e alertou a Apple quanto ao bug no começo de novembro.

A empresa alegou, então, que esse comportamento estaria restrito a alguns serviços do sistema operacional do celular que, de tempos em tempos, consultam a localização do dispositivo. Posteriormente, ao site de tecnologia TechCrunch, a Apple disse ainda que permitirá uma configuração mais detalhada em atualização futura, para preservar a privacidade de usuários.

iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max: testamos os celulares da Apple

iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max: testamos os celulares da Apple

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O especialista Krebs explica que a situação ocorre mesmo que o usuário desative o GPS, a coleta de dados de localização e desligue as permissões de cada aplicativo, individualmente.

Segundo os termos de uso da empresa da maçã referentes ao uso de dados de localização, o iPhone (iOS) pode coletar informações desse tipo de tempos em tempos e as envia para a Apple de forma anônima. A princípio, os dados seriam usados para criar uma base de pontos de acesso Wi-Fi e de localização de antenas de telefonia celular.

iPhone 11 Pro registra localização do usuário mesmo com recurso desligado — Foto: Thássius Veloso/TechTudo iPhone 11 Pro registra localização do usuário mesmo com recurso desligado — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

iPhone 11 Pro registra localização do usuário mesmo com recurso desligado — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

No entanto, como observou o site 9to5Mac, a situação flagrada entra em conflito com a promessa da Apple de garantir ao usuário um maior controle a respeito das informações pessoais que são coletadas e compartilhadas pelo iPhone. Uma das promessas do iOS 13, última versão do sistema operacional móvel da marca, é garantir mais privacidade aos usuários.

O que diz a Apple?

Ao site TechCrunch, a Apple deu melhores explicações sobre o assunto, e disse que o motivo está no uso da tecnologia de banda ultra larga pelos modelos mais recentes de iPhone. Segundo a empresa, trata-se de um padrão "sujeito a regulamentos internacionais que pedem que seja desligado em certos locais".

Ainda de acordo com a declaração, "o iOS usa os serviços de localização para determinar se o iPhone está nesses locais proibidos para desativar a banda ultra larga e cumprir os regulamentos", e este gerenciamento "é feito inteiramente no dispositivo e a Apple não está coletando dados de localização dos usuários".

O chefe-executivo do Guardian Firewall e especialista em segurança do iOS, Will Strafach, disse no Twitter que não havia evidências de que dados de localização seriam enviados para servidores remotos. Strafach, no entanto, também questionou por que a Apple não havia explicado a situação antes.

A Apple disse, por fim, que vai trabalhar em uma atualização que permita desativar a configuração, demonstrada por Brian Krebs no vídeo abaixo.

*Colaborou Rubens Achilles

iOS realmente vale a pena ou é status? Deixe sua opinião no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo