E-commerce
Publicidade

Por Gabrielle Ferreira, para o TechTudo


Vender na Amazon é opção interessante para qualquer pessoa física ou empresa. O site é uma das principais plataformas de e-commerce do mundo e permite anunciar produtos para milhares de compradores. Com diferentes opções de planos, os vendedores podem escolher pela modalidade que irá gerar mais lucro, pagando uma taxa fixa e comissão em cima do valor total da venda, para anunciar seus itens na plataforma. Confira, a seguir, se vale a pena vender na Amazon, quais são os procedimentos necessários e as possíveis vantagens e desvantagens.

Loja online da Amazon permite — Foto: Melissa Cruz/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Quem pode vender na Amazon?

Qualquer pessoa física ou empresa pode vender produtos na Amazon, basta possuir um CPF ou um CNPJ válido. Não é necessário realizar contrato social ou documentos desta natureza para se cadastrar como vendedor, o que torna o processo simples para qualquer um que deseja se registrar na plataforma.

O que é preciso para começar? Quais são os documentos necessários?

Para se registrar e começar a trabalhar como vendedor na Amazon é simples, basta fornecer suas informações pessoais, como nome, endereço, e-mail, telefone e um documento de identificação pessoal, seu CPF ou o CNPJ de sua empresa. Além disso, para receber o pagamento, é necessário ter um cartão de crédito internacional (MasterCard, Visa ou Diners) e uma conta bancária com o mesmo CPF ou CNPJ cadastrado. Depois de registrado, basta publicar seus produtos para que as vendas sejam realizadas por meio do site.

É muito simples e rápido se tornar vendedor na Amazon — Foto: Reprodução/Helito Beggiora

Quais são os planos e taxas?

A Amazon oferece dois tipos de planos diferentes de vendas: o individual e o profissional. O pacote individual é feito para quem deseja vender menos de 10 itens por mês e possui um custo de R$ 2,00 por item vendido. O plano profissional não possui um limite máximo de vendas mensal, e custa um valor fixo de R$19,90 por mês, independente da quantidade de produtos vendidos.

Além das taxas fixas, os vendedores pagam um valor de comissão por cada item vendido. O site cobra de seus vendedores uma porcentagem do preço total da venda, incluindo o valor do item e as despesas extras de envio e embalagem para presente.

Como funciona o pagamento?

O pagamento é realizado quinzenalmente pela Amazon, por meio de um depósito na conta bancária informada no momento do cadastro. É possível acompanhar pelo site o valor e a data em que os depósitos serão realizados. Caso o cliente opte por fazer um pagamento parcelado, o vendedor receberá o valor integral, sem custo adicional independentemente do número de parcelas escolhidas pelo cliente.

O pagamento da Amazon é realizado através de depósito bancário — Foto: Reprodução/Amazon

É possível vender em outros países?

Apenas quem optar pelo plano profissional pode vender seus produtos em outros países. No entanto, vale ressaltar que só é possível realizar vendas na plataforma da Amazon do Canadá, Estados Unidos e México. É possível gerenciar todas as vendas por meio de uma única conta, não sendo necessário criar um perfil em cada plataforma.

Quais são as categorias disponíveis?

Existem 24 categorias de produtos elegíveis para venda na Amazon, entretanto, algumas necessitam de condições especiais de aprovação para venda. Dessa forma, a plataforma tenta garantir que seus vendedores mantenham um padrão de qualidade em seus produtos. São 19 as categorias abertas para vendas: produtos de atividade ao ar livre, brinquedos e jogos, calçados e bolsas de mão, câmeras, casa e cozinha, celulares, computadores, eletrônicos, esportes, materiais de construção, jóias, livros, acessórios de viagem, papelaria, pet shop, produtos automotivos, relógios, roupas e jardinagem.

As categorias que necessitam de aprovação são: itens de alimentos e bebidas, beleza, games, produtos para bebês, saúde e cuidados pessoais.

É possível vender diferentes tipos de produtos na Amazon — Foto: Divulgação/Amazon Brasil

Quais são as possíveis vantagens e desvantagens?

Vender na Amazon é uma das formas de alcançar mais clientes, inclusive em outros países, além do Brasil, se tornando uma maneira opcional de incrementar suas vendas. A plataforma permite que seus vendedores customizem o modelo de frete que mais se adeque ao seu produto e gerenciem todas as suas vendas de forma prática e fácil, diretamente no site. Sem burocracias, qualquer pessoa pode anunciar seus produtos.

Outra vantagem é o não pagamento de taxas extras para receber o dinheiro em sua conta bancária, diferente do MercadoLivre, no qual é preciso pagar R$ 3,00 para receber o depósito em sua conta, ou R$9,90 para receber o valor em um cartão pré-pago. Entretanto, para quem deseja vender poucos itens e a baixo custo, a opção pode não ser tão vantajosa, devido às taxas e comissão cobrada pela plataforma.

Via Amazon

Como criar um link direto para seu número do WhatsApp

Como criar um link direto para seu número do WhatsApp

Mais do TechTudo