Campeonatos

Por Leandro Eduardo, para o TechTudo


A LOUD é a campeã da Copa América de Free Fire Battlegrounds, torneio que aconteceu neste sábado (16) no World Trade Center, na Cidade do México. A competição reuniu os melhores times do servidor da América Latina. Além do título, a equipe faturou a maior fatia da premiação total de USS 35 mil (cerca de R$ 142 mil).

O Corinthians, paiN Gaming e LOUD conquistaram a vaga na Copa América 202 após serem os três melhores classificados na Pro League Season 3, em novembro de 2019. ARCTIC GAMING (México), Estorm Bolt (México), Estorm Thunder (México), Furious Gaming (Argentina), INFINITY MOBILE (Costa Rica), Naguará Team (Argentina), Samurai Team (Argentina), Thophard Kaos (Costa Rica) e Timbers (Costa Rica) completaram os 12 participantes da Copa América de Free Fire.

Copa América 2020 de Free Fire reuniu as melhores equipes do servidor da América Latina — Foto: Reprodução/Garena Free Fire LATAM Copa América 2020 de Free Fire reuniu as melhores equipes do servidor da América Latina — Foto: Reprodução/Garena Free Fire LATAM

Copa América 2020 de Free Fire reuniu as melhores equipes do servidor da América Latina — Foto: Reprodução/Garena Free Fire LATAM

Na tabela, é possível verificar que a LOUD fechou o torneio com 1.725 pontos, enquanto o segundo lugar, o Naguará Team, alcançou 1.385. Confira abaixo a tabela de classificação completa:

Classificação final da Copa América 2020 de Free Fire

Posição Times Pontos
LOUD 1725
Naguará Team 1385
INFINITY MOBILE 1350
Corinthians 1335
ARCTIC GAMING 1255
Thophard Kaos 1130
Estorm Bolt 1060
Timbers 795
paiN Gaming 725
10º Estorm Thunder 580
11º Samurai Team 390
12º Furious Gaming 300

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Resumo das quedas

A Copa América de Free Fire foi decidida em seis partidas nos mapas de Bermuda e Purgatório. A primeira, em Bermuda, começou agitada para a paiN Gaming, que conseguiu eliminar a equipe da Timbers em Bimasaki Strip e colecionou pontos por abates em cima da LOUD, que ficou desfalcada sobrando apenas um jogador.

Com a zona segura fechando e grande concentração de inimigos, a equipe do Corinthians, em trocação com a Samurai Team e ARCTIC GAMING, foi surpreendida pela paiN, que efetuou alguns abates e depois foi eliminada em décimo lugar com 10 abates. ViniZx, único sobrevivente da LOUD, não conseguiu resistir aos adversários e, posteriormente, foi eliminado em sexto lugar. A vitória da primeira partida ficou por conta da equipe costa-riquenha Thophard Kaos.

A segunda queda, em Purgatório, começou com várias trocações em Fields. No entanto, distante daquela região, em Lumber Mill, a paiN Gaming e a INFINITY MOBILE se confrontaram e sobrou um jogador de cada equipe. Entretanto, logo depois, o último player da equipe brasileira foi encontrado e acabou sendo eliminado em nono lugar.

O Corinthians, que teve um jogador eliminado no início da partida, conseguiu efetuar oito abates na partida, mas não resistiu ao combate com a LOUD e a Estorm Bolt na penúltima zona segura. Com isso, o timão acabou ficando em terceiro na tabela. Com squad completo e ocupando um lugar privilegiado no mapa, a brasileira LOUD garantiu a vitória sobre a Estorm Bolt com 11 abates.

A partida seguinte, em Bermuda, foi marcada pelo desfalque inicial de dois times brasileiros. No início do jogo, a paiN Gaming, conhecida pela sua agressividade, perdeu dois jogadores para Estorm Thunder. Já em sua rotação pelo mapa, a LOUD bateu de frente com o Corinthians, que também já estava em trocação com a Estorm Thunder.

O resultado dessa batalha foi o desfalque do Timão, que ficou com apenas dois jogadores. Tempo depois, em direção à zona segura, a LOUD enfrentou a Samurai Team, mas, posteriormente, acabou sendo eliminada pela Thophard Kaos. A paiN Gaming, que estava segurando a colocação numa guarita, foi eliminada em sétimo pela Timbers. O Corinthians, que estava apenas com Level UP, terminou em quinto lugar. A INFINITY MOBILE garantiu a vitória da partida com seis abates.

Com a metade das quedas definidas, a LOUD começou a partida em primeiro lugar na tabela final, enquanto o Corinthians e a paiN Gaming estavam em sexto e oitavo, respectivamente. A partida em Purgatório iniciou tímida com a maioria das equipes buscando os melhores equipamentos.

No entanto, a calmaria deu lugar aos vários confrontos dos times brasileiros. Os primeiros abates foram realizados pela paiN Gaming contra a ARCTIC GAMING. Entretanto, numa trocação com uso de gel e granadas com a Estorm Bolt, a paiN Gaming acabou não resistindo e caiu em nono lugar.

Na Copa América 2020 de Free Fire, a LOUD manteve a linearidade e garantiu duas vitórias  — Foto: Reprodução/Garena Free Fire LATAM Na Copa América 2020 de Free Fire, a LOUD manteve a linearidade e garantiu duas vitórias  — Foto: Reprodução/Garena Free Fire LATAM

Na Copa América 2020 de Free Fire, a LOUD manteve a linearidade e garantiu duas vitórias — Foto: Reprodução/Garena Free Fire LATAM

Logo depois, em busca da safe em campo aberto, a LOUD tornou-se um dos alvos principais e acabou perdendo um jogador. No entanto, essa perda foi compensada por ViniZx com liberação de danos com a AWM.

Enquanto isso, a equipe do Corinthians também efetuava várias eliminações, mas, embora em maior número, acabou se apressando no rush com a Timbers e foi eliminada em terceiro lugar. Aproveitando que o jogador da equipe costa-riquenha estava com pouco HP e numa área exposta, ViniXz acabou garantindo a vitória da LOUD com 11 abates no total.

A quinta e penúltima queda, em Bermuda, foi marcada pela eliminação inicial da paiN Gaming em 11º lugar enquanto trocava com a Timbers. O time brasileiro foi atrapalhado pela chegada discreta da argentina Naguará Team no confronto. Depois, ao tentar pegar safe com veículo, o Corinthians acabou perdendo players e essa eliminação prejudicou a equipe, que terminou em sexto lugar. No embate final dois contra dois, a mexicana ARCTIC GAMING garantiu vitória sobre a LOUD, que mesmo assim acumulou pontos por abate e pela segunda posição no ranking.

A última queda começou com a LOUD sendo favorita ao título e com mais 400 pontos de vantagens sobre o segundo colocado, a ARCTIC GAMING. Em Purgatório, a partida iniciou com o rushadão da paiN Gaming eliminando a Furious Gaming e a Estorm Thunder. A Arctic Gaming, que precisava do booyah e abates para ultrapassar a LOUD na tabela, foi eliminada em nono lugar.

Embora agressiva, a paiN Gaming novamente foi a primeira equipe brasileira eliminada, se despedindo da competição em oitavo lugar. Logo depois, com posição desprivilegiada, a LOUD foi eliminada em sexto lugar. Com a eliminação dessas duas equipes brasileiras, restava o Corinthians realizar o booyah, mas acabou caindo em segundo lugar para Naguará Team. Por manter a linearidade com ótimas vitórias e posições durante a competição, a LOUD levou o título e consagrou-se a melhor equipe do servidor da América Latina.

Mais do TechTudo