Jogos de estratégia

Por Bruna Telles, para o Techtudo


DotA 2 registrou no último mês a menor média de jogadores desde 2014. Segundo o Steam Charts, o MOBA da Valve teve média de 384,1 mil player em dezembro de 2019, valor abaixo dos 393,8 mil alcançados em janeiro de 2014. Nos últimos meses, o pico de jogadores também caiu: em março do ano passado, o game chegou ao pico de 1,033,925 milhão de jogadores simultâneos, enquanto em dezembro ele foi para 685,1 mil. Apesar do retrospecto negativo, DotA 2 ainda figura como um dos cinco títulos mais jogados de toda Steam.

DotA 2 continua a odisseia de não conseguir aumentar a média de jogadores, ou de manter uma média positivamente estável — Foto: Reprodução/Valve DotA 2 continua a odisseia de não conseguir aumentar a média de jogadores, ou de manter uma média positivamente estável — Foto: Reprodução/Valve

DotA 2 continua a odisseia de não conseguir aumentar a média de jogadores, ou de manter uma média positivamente estável — Foto: Reprodução/Valve

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Os números do último ano refletem uma dificuldade da Valve em manter e aumentar a sua base de jogadores, embora diversas atualizações venham sendo lançadas. Um dos updates mais recentes do jogo foi Outlanders, que trouxe os heróis Void Spirit e Snapfire, além de mudanças no design do mapa e no funcionamento dos Entregadores. Estas unidades, que transportam itens das lojas para os heróis, agora estão disponíveis para cada jogador no começo da partida. A atualização dividiu a comunidade, que a criticou positivamente e negativamente.

Não é a primeira vez, entretanto, que a Valve enfrenta dificuldades em aumentar a contagem de jogadores. Outro momento foi com a atualização 7.00, lançada em 2016, quando alguns players disseram que DotA 2 estava "perdendo a identidade". As críticas chegaram a dizer que as mudanças implementadas no MOBA transformam o jogo em uma cópia de League of Legends (LoL). Os jogadores também criticam a Valve por não dar mais tempo para testar a atualização e poder comentar mais sobre o assunto.

Mais do TechTudo