Atletas

Por Bruna Telles, para o Techtudo


Nuengnara “23savage” Teeramahanon, jogador de DotA 2 pela Fnatic, recebeu na terça-feira (21) um banimento de 18 anos no MOBA da Valve. A punição, aplicada por comportamento tóxico, aconteceu durante uma sessão de treinamento da Fnatic para DreamLeague Season 13, segundo Major da temporada 2019-2020 de DotA 2. Em vídeo divulgado no Twitter pelo novo técnico da Fnatic, Lee “SunBhie” Jeong-jae, é possível ver que o jogador não conseguiu procurar uma partida, além de uma mensagem onde o game indicava o banimento de 23savage até 19 de janeiro de 2038.

Nuengnara “23savage” Teeramahanon foi banido por comportamento tóxico durante a Season 13 da DreamLeague — Foto: Divulgação/Mars Media Nuengnara “23savage” Teeramahanon foi banido por comportamento tóxico durante a Season 13 da DreamLeague — Foto: Divulgação/Mars Media

Nuengnara “23savage” Teeramahanon foi banido por comportamento tóxico durante a Season 13 da DreamLeague — Foto: Divulgação/Mars Media

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O episódio aconteceu quando a Fnatic se preparava para partida contra Team Secret, enquanto a maior parte dos times já se enfrentavam no primeiro dia do evento principal do torneio. Por conta da punição, o técnico comentou que o jogador, que está no top 1,000 global, perdeu o rank Immortal. No vídeo, o técnico e o time riem ao descobrirem a punição do colega de time. Até o momento, Valve e Fnatic não confirmaram o status da conta do jogador, que segue no torneio. A Fnatic enfrenta a TNC Predator na manhã desta quinta-feira (23).

Vale registrar que no mesmo dia, os jogadores Kim “Gabbi” Villafuerte e Timothy "Tims" Randrup, da TNC Predator, publicaram em seus perfis do Twitter imagens mostrando que haviam recebido a mesma punição. Até o fechamento desta matéria, apenas Tims tinha feito uma nova publicação no Twitter confirmando que o banimento foi removido.

Implementada em setembro do ano passado, a atualização no sistema de matchmaking de DotA 2 veio para combater os jogadores tóxicos no game. O update causou grande polêmica na comunidade ao banir os jogadores por 20 anos - o tempo máximo que um usuário pode ser banido dos servidores do jogo. Três fatores foram implementados neste novo sistema, sendo as possíveis causas para os bans: baixa pontuação de credibilidade, quebra dos Termos de Serviço da Steam ao comprar e vender contas, e/ou trapaça para obter vantagem nas partidas.

Qual o melhor PC para jogar League of Legends e DotA 2? Comente no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo